quinta-feira, 19 de maio de 2011

Morre zagueiro que teve parada cardíaca em campo em PE

Morreu na quarta-feira (18) o zagueiro Edu Matos, que estava em estado vegetativo após sofrer uma parada cardíaca em campo durante um jogo entre Porto e Araripina, em Caruaru, em 27 de janeiro de 2010, durante uma partida do Campeonato Pernambucano. Após o jogo ser paralisado e socorrido, o jogador sofreu outras seis paradas cardíacas em 24 horas.
Segundo a secretaria de saúde do município de Maruim, no interior de Sergipe, o jogador morava na cidade com os pais. Ao sofrer uma parada respiratória por volta das 17h de quarta-feira, ele foi socorrido ao Hospital de Urgência 24 Horas Nossa Senhora da Boa Hora. O hospital informou que os médicos tentaram por mais de 50 minutos ressuscitá-lo, mas não conseguiram. O corpo do jogador foi enterrado nesta quinta-feira (19) no cemitério da cidade. O jogador vivia na cama, em estado vegetativo, e realizava fisioterapias na unidade hospitalar de Maruim semanalmente. FONTE: G1

Justiça condena controlador por acidente do voo 1907 em MT

O juiz federal Murilo Mendes, da Vara de Sinop, a 503 km de Cuiabá, condenou um controlador de voo e absolveu o outro no processo que apura as responsabilidades no acidente que matou 154 pessoas no norte de Mato Grosso. O acidente entre o jato Legacy e Boeing da Gol aconteceu em setembro de 2006. A decisão ainda cabe recurso no Tribunal Regional Federal (TRF).
O controlador de voo Lucivando Tibúrcio de Alencar foi condenado a três anos e quatro meses de prisão em regime aberto. A pena foi convertida à prestação de serviços comunitários e a suspensão temporária do exercício da profissão. Já o controlador Jomarcelo Fernandes dos Santos foi absolvido da acusação. No inicio da semana, o mesmo juiz de Mato Grosso condenou os pilotos norte-americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, que pilotavam o jato Legacy a quatro anos e quatro meses de prisão. Mas a pena também foi revertida em prestação de serviço comunitário nos Estados Unidos. Controladores - O sargento Lucivando trabalhava no Cindacta em Brasília no dia 29 de setembro de 2006, quando aconteceu o acidente envolvendo as duas aeronaves. No despacho, o juiz destaca que o crime foi doloso ao determinar a suspensão temporária dele da função de controlador. “Nada indica um histórico de negligência de Lucivando. A perda definitiva do cargo seria uma pena muito severa para pessoa que cometeu um erro. Para quem cometeu um crime não intencional,“ explicou o juiz. O magistrado de Mato Grosso destaca ainda que a pena do controlador poderá ser substituída por prestação de serviço comunitário à comunidade. Já o segundo controlador, Jomarcelo Fernandes dos Santos, foi absolvido da acusação. Pilotos - Além da prestação de serviços nos EUA, os pilotos norte-americanos tiveram os documentos de habilitação para voo suspensos pelo período da condenação. A decisão desagradou a todas as partes. A defesa dos pilotos, a procuradora do Ministério Público Federal e os advogados das famílias das vítimas prometeram que vão recorrer da decisão. FONTE: G1

Forte terremoto atinge a Turquia

Um forte terremoto de magnitude 6 atingiu a Turquia nesta quinta-feira (19), segundo o Serviço Geológico dos EUA, agência que monitora tremores.
O abalo ocorreu às 23h15 locais (17h15 de Brasília), a uma profundidade de 4,6 quilômetros, considerada rasa. O epicentro está a 77 km da cidade de Kutahya e a 330 km de Ancara. A agência Anatolia avaliou o terremoto em 5,9 graus na escala Richter. Ainda não há informação sobre vítimas ou danos. FONTE: G1, com AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

TV mostra beijo na boca de pai e filha

O programa "Steve Wilkos Show", do canal "NBC Universal", chocou os norte-americanos ao mostrar um pai que manteria relações sexuais com sua própria filha. O homem identificado como Morgan disse que sua filha era sua alma gêmea e não achava que estava fazendo algo errado por conta do relacionamento com Britney, de 18 anos.
De acordo com o programa, Britney disse que tinha 16 anos quando encontrou o pai no site "Myspace". Ela contou que não o via desde que tinha sete anos. Ao ser questionada pelo apresentador, a jovem disse que não achava que seu pai estava se aproveitando dela. "Não, porque eu queria isso também", afirmou. ASSISTA AO VÍDEO Durante o programa, Morgan chegou a ser vaiado, mas, mesmo assim, deu um longo beijo na boca de sua filha. Segundo reportagem do jornal inglês "Daily Mail", o apresentador chegou a pedir uma prova que mostrasse que a história era verdadeira e o casal teria fornecido um vídeo que mostraria eles fazendo sexo. FONTE: G1

Obama defende criação de Estado palestino em áreas ocupadas por Israel

O presidente americano, Barack Obama, declarou nesta quinta-feira o apoio dos Estados Unidos à construção de um Estado palestino nas fronteiras de antes da guerra de 1967, quando Israel anexou ao seu território parte da Cisjordânia, e faixa de Gaza, além de Jerusalém Oriental e Golã.
A declaração foi uma mudança na política americana, que até então defendia que a demanda palestina por estes territórios deveria ser reconciliada com o desejo de Israel por um Estado judeu de fronteiras seguras. "O povo palestino deve ter o direito ao autogoverno, e a atingir seu potencial, em um Estado soberano e contíguo", disse Obama, em um discurso sobre o mundo árabe e o Oriente Médio no Departamento de Estado. Obama, contudo, ressaltou diversas vezes que a segurança de Israel é uma prioridade dos EUA. Ele afirmou que a retirada das forças israelenses dos territórios palestinos deve ser acompanhada do compromisso das forças palestinas de garantir uma fronteira segura e pacífica. O apoio não deve agradar Israel, na véspera da visita do premiê Binyamin Netanyahu à Casa Branca. Netanyahu defende que as fronteiras do Estado palestino sejam definidas através de negociação. Os EUA lançaram em setembro passado um novo esforço diplomático para retomar o diálogo direto de paz entre Israel e a Autoridade Nacional Palestina. Mas as conversas foram estagnadas desde que Israel rejeitou a extensão de uma moratória sobre a construção em assentamentos judaicos em território palestino. Desde então, as lideranças palestinas apostam em uma campanha para obter reconhecimento internacional e da ONU (Organização das Nações Unidas) a um Estado dentro das fronteiras antes da guerra de 1967. A organização deve votar em setembro sobre a criação de um Estado palestino. Obama também cobrou ação dos palestinos e alertou que "atos simbólicos para isolar Israel" na ONU, em uma aparente referência ao esforço palestino, não criarão um Estado independente palestino. O presidente pediu concessões dos dois lados e alertou que o processo não será simples, com temas polêmicos como o futuro de Jerusalém e os palestinos refugiados. Ele reforçou a proposta americana de dois Estados para dois povos e pediu que ambos os lados parem de olhar ao passado e comecem a pensar no futuro, inspirados pelas mudanças revolucionárias no Egito e na Tunísia. Obama deu ainda uma alfinetada na ANP, ao decretar que não haverá diálogo com o movimento islâmico Hamas. Recentemente, 13 facções palestinas anunciaram uma reconciliação, que levará à formação de um governo único interino e eleições gerais. O acordo palestino deixou muitas autoridades surpresas, já que Fatah (que comanda a Cisjordânia) e Hamas (que controla a faixa de Gaza) têm um histórico de profundas divisões sobre como reagir ao conflito com Israel. Restaurar a união palestina, contudo, é visto como crucial para reviver qualquer prospecto de um Estado palestino baseado em coexistência pacífica com Israel. Fatah, principal corrente palestina até a vitória do Hamas nas eleições de 2006, apoia a negociação com Israel, já o grupo islâmico rejeita qualquer diálogo. AJUDA - Obama anunciou ainda em seu discurso o perdão de US$ 1 bilhão na dívida egípcia e outro US$ 1 bilhão garantidos em empréstimos para financiar a infraestrutura. O oferta faz parte dos planos americanos para ajudar na construção da democracia na Tunísia e Egito, cujos ditadores foram derrubados em revoltas populares. Obama disse ainda que vai pedir aos aliados do FMI (Fundo Monetário Internacional) e o Banco Mundial que criem um plano para os dois países, a ser apresentado na reunião do G8 na próxima semana. Ele vai pedir ainda ao Banco Central Europeu "para trabalhar com os países da região da mesma forma que fizeram na Europa", para ajudar no desenvolvimento da região. A ideia do democrata é apoiar o desenvolvimento e crescimento econômico dos países, processo que ele considera parte essencial de uma reforma democrática duradoura. Obama lembrou que não foi apenas a política que levou o povo às ruas nos países árabes e sim a pobreza endêmica, o alto desemprego e a preocupação do povo de sobrevivência.
Em um tom típico de seus discursos, Obama ressaltou ainda que vai apoiar os valores fundamentais como a igualdade para as mulheres, o acesso livre à internet e a liberdade de atuação dos jornalistas, seja de grandes jornais, seja de blogs. PRESSÃO - Como esperado, Obama condenou a violência do regime da Síria contra os manifestantes oposicionistas e disse que o ditador Bashar Al Assad escolheu o "caminho dos assassinatos e prisões em massa". Talvez na parte mais dura de seu discurso, Obama foi direto ao dizer que Assad deve liderar a mudança e ou "sair do caminho". Caso Assad não inicie um diálogo verdadeiro com os oposicionistas, "continuará sendo questionado de dentro e pressionado de fora". O Departamento do Tesouro dos EUA anunciou na quarta-feira a imposição de sanções contra o ditador sírio e outros seis altos cargos do governo por abusos dos direitos humanos praticados na esteira dos protestos por democracia que, segundo ativistas, já mataram pelo menos 700 pessoas nos últimos dois meses. Na prática, ficam congelados bens das pessoas afetadas pelas sanções. Indivíduos americanos e empresas sob jurisdição do país não podem negociar com elas. Simbolicamente, é uma mudança importante na política americana ao país.
As sanções já foram seguidas por pedidos de ações semelhantes em países como Alemanha e Suíça, e cresceram especulações sobre pressão internacional pela saída do sírio do poder. A Síria condenou nesta quinta-feira as sanções e afirmou que as medidas "não vão afetar a postura síria" em referência à atuação da polícia para reprimir os levantes populares --que segundo as autoridades são incitadas por grupos armados terroristas. O regime sírio disse ainda que as sanções americanas são um elo a mais na cadeia de castigos das distintas administrações americanas contra os sírios e acrescentou que em última instância estão a serviço dos interesses israelenses. A televisão síria citou como exemplos de "castigos" o fato de a Síria figurar na lista de Estados que subvencionam o terrorismo por sua posição propícia à "resistência" em referência a seu apoio à organização palestina Hamas, considerada terrorista pelos EUA e o grupo libanês Hizbollah. A Síria acusou aos EUA de aplicarem a política de dois pesos e duas medidas ao condenar as vítimas dos protestos cidadãos na Síria e ao mesmo tempo ser responsável "pela morte de dezenas de civis, entre eles crianças e mulheres", no Afeganistão, Paquistão, Iraque e Líbia. FONTE: AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

Médicos exigem a "morte" de Ronald McDonald

Centenas de médicos americanos participam de uma campanha para proibir a rede McDonald's de promover seus produtos entre as crianças e forçar a gigante do fast food a eliminar seu principal mascote, o palhaço Ronald McDonald.
Uma carta aberta sobre o assunto foi publicada em grandes jornais do país nesta quarta-feira (18), coincide com uma reunião anual dos diretores do McDonald's em Chicago, nesta quinta-feira (19). Um grupo de religiosas já havia proposto que o McDonald's publicasse na ocasião um documento avaliando sua resposta às "preocupações da opinião pública a respeito da relação entre fast food e obesidade infantil". A carta dos médicos vai além e pede McDonald's que o McDonald's deixe de incluir brindes em seus no McLanche Feliz, em razão de os lanches conterem muitas calorias e serem ricos em sal, gordura e açúcar. A carta faz parte de uma campanha da organização sem fins lucrativos Corporação de Responsabilidade Internacional (Corporate Accountability International), conhecida por sua luta para que a marca de cigarros Camel deixe de usar seu mascote, o camelo Joe. O palhaço Ronald McDonald - que com seus enormes sapatos e cabelos vermelhos enfeita as entradas dos restaurantes da rede - tem sido usado por décadas como um simpático porta-voz corporativo. Em um comunicado, o McDonald's defendeu seu mascote, seus cardápios e sua política de publicidade. – Como o rosto da Ronald McDonald House Charities [braço encarregado das atividades de caridade do grupo], Ronald é um embaixador a serviço do bem, que dá mensagens importantes às crianças sobre segurança, alfabetização e um estilo de vida ativo e equilibrado. [...] Servimos alimentos de alta qualidade e nossos McLanches Felizes propõem opções e variedade nas porções adaptadas às crianças. A obesidade infantil triplicou nos últimos 30 anos nos Estados Unidos. Atualmente, uma criança em cada três tem excesso de peso ou é obesa no país. FONTE: AFP

Tuiteiro diz ter atirado sapato no "pai da censura" chinesa na internet

Um usuário do Twitter afirma que atacou com ovos e sapatos nesta quinta-feira (19) o autor do poderoso sistema de controle da internet da China.
A polícia chinesa confirmou que procura um homem que usa a identidade de Hanunyi no Twitter pelo ataque contra Fang Binxing, que fazia uma palestra na universidade de Wuhan, na região central do país, quando o incidente aconteceu. Hanunyi asumiu a autoria do ataque e descreveu o episódio em seu perfil no Twitter, incluindo a foto de uma mão esmagando um ovo. "O ovo errou o alvo", escreveu na rede de microblog. - O primeiro sapato acertou o alvo, o segundo foi bloqueado por um homem e uma mulher. Muralha - Correspondentes dizem que a figura de Fang é odiada por muitos chineses por sua contribuição para a criação de um sofisticado sistema de censura na internet, apelidado de Grande Firewall - um jogo de palavras com a Grande Muralha, um dos principais cartões postais da China. O sistema impede o acesso a milhares de sites, como os do Dalai Lama e da organização espiritual Falun Gong, proibida no país. São filtradas também buscas por palavras como Tibete e Liu Xiabo, o dissidente vencedor do prêmio Nobel da Paz. Alguns usuários do Twitter dizem que o nome Hanunyi já foi bloqueado pelo sistema. FONTE: BBC BRASIL

Variado e barato, comer em Pequim é negócio da China

Não falta opção gastronômica em Pequim, onde os locais adoram comer e convidar para a mesa. A degustação é facilitada pelo preço dos restaurantes, bem mais razoáveis do que no Brasil.
Além de pratos baratos, poucos restaurantes cobram taxa de serviço, geralmente de 10%. Tampouco é comum deixar gorjeta. Se o bolso não é o maior problema, o paladar supera a barreira da língua com cardápios traduzidos e com fotos dos pratos, disponíveis nos melhores restaurantes. Capital da China, Pequim é ideal para descobrir que a "comida chinesa" é uma etiqueta que não condiz com as variedades regionais. Mas o carro-chefe é local. Tão obrigatória quanto a Muralha da China, a tradicional receita do pato pequinês é oferecida em dezenas de lugares. O restaurante Da Dong é um dos mais frequentados por chineses, o que é uma boa recomendação. Ali, um pato inteiro dá para para dois e custa US$ 30. Vem acompanhado de panquecas para enrolar a carne de pato acompanhado de cebola, pepino, gengibre, pasta de alho e sal. Há ainda uma porção de açúcar, numa improvável e deliciosa combinação com a carne. Se houver tempo, há muito o que explorar no cardápio de 86 páginas com pratos criativos, caso do "porco agridoce em rio de neve". Para amantes dos temperos apimentados, a sugestão é o frango ao estilo Kung Pao. Uma das versões do prato representativo da picante cozinha de Sichuan (sudoeste chinês) é preparado no restaurante Chuan Ban, cujo cardápio foi elaborado por chefs da Província. O investimento é de US$ 17/pessoa. VISUAL - Continue com aromas e sabores da culinária uigur (minoria muçulmana). O restaurante Crescent Moon ganhou reputação graças ao iogurte caseiro (US$ 0,75) e ao espeto de carneiro (três por US$ 1!). A visita ao restaurante, localizado num hutong (bairro tradicional pequinês), inclui o espetáculo visual dos uniformes das garçonetes e decoração típica dessa região. Representando a internacionalizada cozinha cantonesa, o restaurante Din Tai Fung ostenta uma estrela do guia francês "Michelin" e serve suculentos dim sum (bolinho cozido no vapor) que mesclam carne de porco e caranguejo de Xangai _há opções vegetarianas. É possível pedir porções de 5 a 20 bolinhos, com preços entre US$ 7 e US$ 9. Duas pessoas dificilmente pagam US$ 50 numa refeição no concorrido restaurante de origem taiwanesa e um dos que cobram taxa de serviço. A oferta de cozinhas de outros países é generosa em Pequim _ e os ingredientes importados pesam na conta. Um bom refúgio para quem gosta de carne é o exótico restaurante El Obelisco. Afastado da região central, tem réplica do monumento portenho e seguranças chineses em roupas do Exército norte-americano. A casa oferece mais de uma dezena de cortes de carne, metade importada. O ótimo contrafilé austral, alto e bem temperado, sai por US$ 45,70. Mais US$ 4,30 e vem uma porção de batatas fritas. As saladas variam de preço, de US$ 6 a US$ 7. Ainda dá para pedir cerveja Quilmes, mas cheque se está fria, muitos chineses tomam a bebida em temperatura ambiente. Só não dá para esquecer a China por causa do enorme quadro de tigre na parede _tão fora do lugar lá dentro quanto o obelisco da entrada. FONTE: FOLHA.COM

Satélites traçam rota de mosquitos transmissores de doença

O monitoramento de animais por satélite é prática corrente durante pesquisas científicas. Agora, o mesmo sistema está sendo usado pela ESA (Agência Espacial Europeia) para identificar um grupo bem menor, pelo menos em tamanho: os insetos transmissores de doenças para humanos.
Os dados sobre o habitat e a distribuição de mosquitos como o Aedes aegypti, da dengue, são coletados por satélite, navegadores e comunicação móvel para então chegar a agentes de saúde pública e controladores regionais dos mosquitos. O Vecmap, como é conhecido, já foi testado em 2009 na Holanda, Reino Unido, Bélgica, França, Suíça e Itália. E atualmente passa por melhorias para ampliar sua área de atuação em outros países europeus ainda neste ano. Determinar a presença dos mosquitos, sua quantidade e os riscos de se transmitir o vírus do qual é portador para humanos é um trabalho difícil que está sendo superado pelo consórcio de três companhias que se juntaram ao projeto tocado pela ESA. O Vecmap cruza informações geradas por dois modos. No primeiro, são utilizados smartphones e equipamentos eletrônicos portáteis que enviam a centrais computadorizadas a ocorrência dos mosquitos observados durante o trabalho de campo --essa metodologia permite maior independência dos indivíduos envolvidos na coleta. No segundo, satélites da ESA registram o tipo de vegetação, a temperatura e pontos de água concentrada. Com esses dados, a ESA consegue desenhar mapas mais precisos da incidência dos mosquitos por região. FONTE: FOLHA.COM

Cheque será compensado em até 2 dias a partir de julho

Os cheques passarão a ser compensados em até dois dias em julho, segundo informou hoje a Febraban (Federação Brasileira de Bancos).
Atualmente, dependendo da localidade, a compensação pode demorar até 20 dias úteis. A mudança ocorre devido à implantação da compensação digital, que irá substituir o procedimento físico. Essa mudança será implantada nesta sexta-feira (dia 20) --os bancos terão 60 dias para adaptação ao novo sistema. Com a compensação digital, os cheques não serão mais transportados entre os bancos. Hoje, o banco que recebeu um cheque envia o documento para a câmara de compensação do Banco do Brasil. O BB, por sua vez, faz o encaminhamento dos cheques às instituições financeiras de origem do documento para averiguação de saldo em conta corrente e conferência de assinatura, data, preenchimento de valor etc. Somente após esse procedimento é que a compensação é feita --o que pode demorar quase um mês. No novo processo, o banco irá capturar as informações do cheque por meio de código de barras e imagem. Essas informações serão enviadas para o BB, em um único arquivo, que irá processá-lo e e enviá-lo ao banco de origem. O cheque em papel ficará no primeiro banco, sem a necessidade de haver o transporte. Cheques de até R$ 299,99 serão compensados em até dois dias; para valores acima de R$ 300, a compensação irá demorar apenas um dia. O novo sistema foi pensado pela primeira vez pelos bancos em 1995, mas não havia, na época, tecnologia disponível. Os testes começaram em julho de 2010. SEGURANÇA - A Febraban afirma que o procedimento é mais seguro, porque reduz a possibilidade de clonagem, extravio, perdas e roubo dos cheques. "Esperamos uma forte redução na clonagem e falsificação nos cheques que proporcionaram, em 2010, um prejuízo estimado em R$ 1,2 bilhão para o comércio e de R$ 283 milhões para os bancos", afirmou o diretor adjunto de Serviços da entidade, Walter Tadeu de Faria. De acordo com ele, são movimentados 90 milhões de cheques por mês no Brasil. O procedimento irá eliminar cerca de mil roteiros terrestres e 50 aéreos, usados hoje para transportar os documentos, gerando economia de R$ 100 milhões por ano, segundo Dario Antonio Ferreira Neto, do Comitê de Transporte Compartilhado de Malote da Febraban. A entidade não sabe qual foi o custo total do sistema, já que cada banco escolheu seu fornecedor e a forma de implementá-lo. FONTE: FOLHA.COM

Nave Endeavour tem problemas na "lataria" depois do lançamento

Os engenheiros da Nasa (agência espacial dos EUA) estão analisando imagens mostram danos na estrutura do ônibus espacial Endeavour, que está em sua última missão na ISS (Estação Espacial Internacional) antes da aposentadoria. Pedaços da vedação térmica da nave foram arrancados e cortados durante o lançamento, na última segunda-feira (16).
Algumas rachaduras têm 15.2 cm de largura e 5 cm de altura. O estrago foi revelado por fotos tiradas pela equipe do ônibus espacial antes que a nave chegasse à ISS, ontem. O procedimento de fazer fotos da estrutura do ônibus espacial é obrigatório desde a explosão do Columbia, que em 2003 se desintegrou ao voltar à Terra por causa de danos nesses escudos térmicos. A tripulação do Endeavour está equipada com kits para reparar as placas que podem ter ficado danificadas. Mark Kelly, comandante da missão, diz que o problema preocupa “um pouco”. – Há três áreas que preocupam um pouco. A equipe no solo decidirá nos próximos dias se temos que examinar isso melhor, mas já vimos esse tipo de coisa antes. Os astronautas do ônibus espacial Endeavour instalaram um detector de partículas na ISS nesta quinta-feira (19). O equipamento, que custa R$ 3,2 bilhões (US$ 2 bilhões) e pesa 7.000 kg, tem o objetivo ambicioso de descobrir novos tipos de matéria. É o equipamento mais caro do complexo, um laboratório que fica a cerca de 400 km da Terra. A equipe usou gruas mecânicas para retirar o instrumento, conhecido como AMS, do compartimento de carga do ônibus espacial e instalá-lo na estrutura de metal que fica do lado de fora estação. O espectrômetro é feito para peneirar o rio de raios cósmicos de alta energia que percorre o espaço em busca de sinais de matéria escura, antimatéria e outros fenômenos que não podem ser detectados por telescópios comuns. Os cientistas esperam que o AMS redefina seu entendimento sobre o espaço, assim como o Telescópio Espacial Hubble desbravou novas fronteiras na astronomia, incluindo a espantosa descoberta de que o ritmo da expansão do Universo está aumentando. O AMS tem um ímã poderoso que conduz os raios cósmicos por uma série de detectores que podem revelar cargas elétricas, níveis de energia e outras informações. Os dados são coletados a um ritmo de 25 mil vezes por segundo, processados por computadores de bordo e reencaminhados aos cientistas na terra. FONTE: AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Empresa brasileira lança serviço de lojas virtuais no Facebook

Uma ferramenta criada pela empresa brasileira LikeStore permitirá que usuários do Facebook no Brasil criem sua loja virtual na rede social. A primeira loja on-line da LikeStore foi lançada nesta quarta-feira (18) pela Show de Ingressos, que fará a primeira experiência com a ferramenta.
Na primeira fase do projeto, apenas empresas parceiras da LikeStore irão lançar as suas lojas virtuais no site. Segundo Gabriel Borges, diretor da empresa, o serviço permitirá que os usuários façam compras na própria rede social. No início de abril, a agência brasileira Elia também lançou um pacote de lojas virtuais integradas ao Facebook. No dia 4 de abril, as lojas Fuckwear e iPhone King lançaram as suas ferramentas de comércio on-line na rede social desenvolvidas pela Elia. A agência oferece um pacote de serviços de lojas no Facebook que, dependendo das escolhas do cliente, podem sair de graça. Para acessar a loja da Show de Ingressos no Facebook, o internauta precisa permitir que o aplicativo tenha acesso as suas informações. Na estreia da loja, ingressos para o show do cantor Jack Johnson em Recife (PE) estão sendo vendidos, mas outros concertos devem estar disponíveis ao longo da semana. A ferramenta da LikeStore tem integração com um meio de pagamento brasileiro, disponibilizado pela empresa MoIP, e aceita todos os tipos de pagamento. Na próxima semana, a LikeStore deve lançar lojas virtuais no Facebook de outras empresas. Ainda não há previsão de quando o serviço estará disponível aos usuários. “Acredito que dentro de algumas semanas. Qualquer internauta no Facebook poderá criar uma loja virtual dentro da sua Fan Page”, explicou Borges. Para isso, o usuário deverá entrar na página da LikeStore no Facebook e permitir que o aplicativo da loja acesse as suas informações disponíveis na rede. “Queríamos aproveitar a experiência de usabilidade que o usuário já tem com o Facebook. Criar a loja será como criar um álbum de fotos. Ele usará a mesma forma de interação já usada com a rede social”, explicou Borges. O aplicativo será gratuito. No entanto, a LikeStore ficará com uma porcentagem de cada compra efetuada pela ferramenta. FONTE: G1

Avião que caiu na Patagônia não apresentava falhas técnicas, diz empresa

O vice-presidente da companhia aérea Sol, Juan Nifeneger, afirmou que o avião que caiu nesta quarta-feira (18) à noite na Patagônia, matando 22 pessoas, não apresentou "nenhuma falha técnica" em voos anteriores.
De acordo com o jornal El Clarín, Nifeneger disse que a empresa possui uma frota com seis aviões Saab 340 e que a aeronave que sofreu o acidente era "um modelo do ano 87, 88, de alta qualidade" e "permanentemente monitorado pela ANAC". Segundo o vice-presidente da Sol, os pilotos tinham "muita experiência" e eram "meticulosos". O avião de pequeno porte caiu na Província de Rio Negro, que fica na região da Patagônia, no sul da Argentina, e todos os ocupantes da aeronave morreram. Havia 19 passageiros, sendo um bebê, e três tripulantes a bordo. O avião cobria a rota entre as cidades de Córdoba, Mendoza, Neuquén e Comodoro Rivadavia. Ele decolou às 20h08 de Neuquén para cumprir a última parte da rota. Equipes da polícia e do Corpo de Bombeiros foram acionadas por volta das 20h50, quando a tripulação realizou o último contato, declarando estar “em emergência”. Um porta-voz do governo de Rio Negro disse a uma emissora local que a aeronave enviara três avisos porque uma de suas asas (e consequentemente os motores) teria congelado. As autoridades, porém, não confirmam que isso de fato tenha causado o acidente. De acordo com um comunicado da Sol, a viagem de Neuquén para Comodoro Rivadavia, na costa da Patagônia, deveria levar uma hora e 50 minutos e o avião tinha combustível suficiente para três horas e meia de voo. A capacidade do avião poderia chegar a 36 passageiros. FONTE: ANSA

Apple propõe cartão SIM menor para produzir aparelhos mais finos

A Apple propôs um novo padrão para cartões SIM, menor que o usado atualmente pela empresa em seu iPhone e iPad. Conforme uma executiva da Orange, o objetivo da empresa de Steve Jobs seria produzir aparelhos mais finos.
Um porta-voz da entidade europeia para padrões de telecomunicações, a ETSI, confirmou que a Apple fez uma proposta de um novo padrão para chips, mas a decisão sobre dar início ao processo de padronização, que pode levar mais de um ano, ainda não foi tomada. “Esse processo pode levar algum tempo, até um ano ou mais, se houver fortes discordâncias entre empresas do setor. No entanto, quando há um amplo consenso entre as companhias que participam do comitê de padronização, o processo pode ser acelerado em meses”, disse. A Orange afirmou que apoia a estratégia, assim como outras operadoras. “Estamos bastante contentes em ver que a Apple, na semana passada, submeteu novos padrões ao ETSI para um cartão SIM menor – com tamanho inferior ao usado atualmente pelo iPhone 4 e pelo iPad”, disse a diretora de serviços móveis da Orange, Anne Bouverot. FONTE: REUTERS

Sociedade está indignada com o "kit gay" do MEC

Parlamentares das bancadas religiosas vão participar da decisão final sobre as cartilhas e vídeos que o MEC (Ministério da Educação) quer distribuir nas escolas. Até agora, a repercussão do material tem sido péssima e o ministro da Educação, Fernando Haddad, já admite mudanças.
Em Brasília, deputados das bancadas evangélica e católica se reuniram com o ministro e criticaram o conteúdo do kit. Segundo Haddad, a cartilha e os filmes que serão distribuídos para mais de 6.000 escolas da rede pública ainda estão sendo analisados. - Vai para a comissão de publicações. A comissão vai ouvir os secretários estaduais e municipais. Alguns parlamentares pediram para participar da reunião e participarão. O material vai sendo refeito a partir da visão do ministério da Educação. Mesmo não sendo ainda oficiais, os vídeos estão sendo produzidos e discutidos pelo ministério e ONGs de defesa dos homossexuais há pelo menos um ano. O site da ONG responsável pelos vídeos mostra que eles foram produzidos em parceria com o MEC. Para o deputado George Hilton (PRB-MG), a justificativa do ministro não convenceu. - É papel do Estado ter a formação do aluno do ponto de vista didático e profissional. Não de comportamento. O kit é composto de três vídeos com duração média de quatro minutos. Um deles fala da descoberta, pelos colegas de escola, do namoro entre duas meninas. Outro mostra o sofrimento de um garoto transexual. E o terceiro trata da bissexualidade. Os vídeos podem até ter a intenção de combater a homofobia, a discriminação contra os homosexuais. Mas para muitos especialistas o material é inadequado para ser distribuído na rede de ensino. Algumas escolas, inclusive, acham que não é papel delas discutir a opção sexual de cada um dentro da sala de aula. A psicopedagoga Cláudia Baratella concorda que o material contribui para aumentar o preconceito nas escolas. - Se for veiculado dessa forma, ele pode até alimentar o preconceito. Para saber o que os estudantes acham do material, reunimos um grupo de alunos do ensino médio, entre 15 e 17 anos, para assistir os vídeos, que já estão na internet. Alguns ficaram surpresos. Outros acharam graça. E teve quem se sentiu incomodado com as histórias. A estudante de 16 anos Jenifer Carvalho é contra a veiculação do material. - Se querem mostrar vídeo mostrando a homofobia, deviam mostrar dados do porquê disso acontecer. Não histórias fictícias assim. Rafael Andrade, de 15 anos, é estudante e não gostou do conteúdo . - As histórias estão muito fantasiosas. Teriam que mostrar uma história de vida real, O professor do ensino médio Edson Donizetti desconfia da eficácia do kit anti-homofobia. - Penso que a orientação sexual tem espaço no ambiente educacional, porém aquilo que diz respeito à intimidação de cada pessoa, talvez haja um ambiente mais propício para que seja discutido e debatido que é o ambiente familiar. FONTE: JORNAL DA RECORD

Oito em cada dez manicures ignoram riscos da hepatite

Uma pesquisa feita na cidade de São Paulo com profissionais que atuam em salões de beleza revela que 81% das pessoas entrevistadas não estão devidamente protegidas contra a hepatite B, mesmo a vacina estando disponível gratuitamente no SUS (Sistema Único de Saúde).
O hospital estadual Emílio Ribas, faz um alerta ao principal grupo de risco: manicures e podólogos. O estudo apresentou também outro dado alarmante: 59% das manicures responderam não saber que as três doses da vacina são oferecidas gratuitamente aos profissionais da sua classe em toda a rede pública de saúde. Apenas 19% dos entrevistados tinham tomado as três doses que protegem contra a hepatite B, que pode também colocar a saúde do cliente em risco. Andréia Cristine Deneluz Schunck de Oliveira, enfermeira do Instituto Emílio Ribas e coordenadora do estudo, diz que a vacina deve ser o meio de prevenção imediato, seguido de cuidados imprescindíveis na rotina de trabalho das manicures. - A vacina é o ponto de partida para a prevenção, mas o principal risco está na falta de cuidado dentro do salão de beleza. O levantamento apontou que as profissionais não faziam esterilização adequada em seus instrumentos de trabalho e 74% não lavavam as mãos antes e depois de atender uma cliente. - Dessa forma, elas colocam em risco a própria saúde e a de suas clientes. Para a pesquisadora, a explicação para o descuido é reflexo da desinformação, pois 72% das profissionais desconheciam as formas de transmissão da doença. - A falta de cuidado somada a omissão da vacina colaboram para o aumento de casos da doença. Neste ano o Ministério da Saúde ampliou a vacinação contra a hepatite B para a faixa etária de 20 a 24 anos. Os indivíduos pertencentes ao grupo de risco, manicures, podólogos, bombeiros, gestantes profissionais da saúde entre outros, podem e devem tomar a vacina gratuitamente, independente da idade. FONTE: R7

Veja as regras para o Enem deste ano

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) divulgou nesta quinta-feira (19) o edital do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) deste ano. As regras para o exame estão disponíveis na íntegra nas páginas 40,41 e 42 do Diário Oficial da União.
A nota do desempenho do Enem pode ser usada para programas de políticas afirmativas como ProUni (Programa Universidade para Todos), Sisu (Sistema de Seleção Unificada), como parte da composição final da nota de processos seletivos de diversas universidades, além de ser um indicativo da qualidade do ensino médio do país, já que é aplicado em todos os Estados brasileiros. O período de inscrições, segundo o edital, começa às 10h da segunda-feira (23) e vai até o dia 10 de junho. É preciso preencher o formulário pela internet e pagar a taxa de R$ 35 em qualquer agência bancária – estudantes de escolas públicas e de família de baixa renda podem participar do programa de isenção de taxa. Todos os participantes devem informar obrigatoriamente os números do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e documento de identidade no ato da inscrição. Provas - As provas acontecem nos dias 22 e 23 de outubro, como já adiantado pela presidente do Inep, Malvina Tuttman, na última quarta-feira (18). O cartão de confirmação de inscrição, com data, hora e local onde será realizado o exame, bem como a opção de língua estrangeira feita pelo aluno, será enviado pelos Correios. Serão aplicadas quatro provas objetivas com 45 questões de múltipla escolha cada, mais uma redação. As questões cobradas serão de quatro áreas: ciência da natureza e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; linguagem, código e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. O exame será dividido em dois dias – o primeiro com quatro horas e meia de duração e, o segundo, com cinco horas e meia. O início das provas está marcado para as 13h e recomenda-se chegar com uma hora de antecedência, às 12h, quando abrem os portões. É obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto - RG, certificado de reservista, passaporte ou carteira nacional de habilitação. De acordo com o edital, o estudante só poderá começar a prova após ler as instruções contidas no caderno de questões, no cartão resposta e na folha de redação. Só será permitido o uso de caneta preta fabricada em material transparente. Proibições - Como nos anos anteriores, o uso de celular e qualquer aparelho eletrônico continua proibido, assim como a entrada com esses objetos na sala de prova. Lapiseiras, lápis, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros e qualquer dispositivo eletrônico como máquina calculadora, pen drive, agenda eletrônica ou similares, smartphones, tablets, mp3 ou qualquer outro tipo de receptor ou retransmissor de dados e mensagem. Os cadernos de provas serão separados por cores e o aluno deverá marcar em seu cartão-resposta a cor da prova recebida. Resultados - O gabarito do exame será divulgado no site do Inep até o terceiro dia útil após a realização das provas. Para verificar os resultados individuais, os participantes devem informar o número de inscrição ou do CPF e de sua senha na internet. Mais informações no edital do Enem. FONTE: R7

Alunos da 5ª série de Ubatuba montam satélite que vai ao espaço

Soldas e circuitos elétricos não costumam ser brinquedos de criança, mas para os alunos da 5ª série da escola municipal Tancredo Almeida Neves, em Ubatuba, esses materiais garantem uma diversão única: construir um satélite de verdade. O grupo está montando um pequeno equipamento com quase 20 centímetros que vai entrar em órbita em novembro, com a ajuda do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).
O projeto é uma ideia do professor de matemática Cândido Oswaldo de Moura, inspirado em uma reportagem sobre os "TubeSats", kits para a criação de satélites “pessoais”, desenvolvidos pela empresa Interorbital Systems, nos Estados Unidos. “Entrei em contato com a empresa em março de 2010. Eles ficaram entusiasmados com o fato de jovens de 11 anos poderem construir um satélite. Mas me avisaram que eu precisaria de uma equipe técnica e de dinheiro”, lembra Moura. A solução veio em duas etapas. Primeiro, o professor entrou em contato com o Inpe e conseguiu fazer uma parceria com a instituição. “A burocracia demorou uns meses, mas agora nós [os professores] fomos até o instituto para receber treinamento e estamos supervisionando as crianças aqui.” Já o material foi obtido por US$ 8,6 mil, valor pago por comerciantes da cidade. “Tancredo 1” - Pesando apenas 750 gramas, o satélite receberá o nome de “Tancredo 1” e será composto por cinco placas. A energia será garantida por células fotovoltaicas, que envolvem todo o cilindro (veja foto ao lado). Há ainda um espaço dentro do satélite que pode ser usado para pequenos experimentos científicos no espaço. “É como se a gente mandasse um robozinho nosso ao espaço”, brinca o professor. O equipamento deve ficar alguns meses em órbita, girando a Terra a 310 quilômetros de altitude. A essa distância, o satélite não irá virar mais um entulho no espaço e deverá queimar na atmosfera ao ser atraído aos poucos pelo planeta. O lançamento está previsto para novembro de 2011 e será feito nos Estados Unidos. Gosto por ciência - Logo na entrada, a escola mostra a inclinação para a astronomia, com um planetário dominando o pátio central. Em uma das salas, as crianças dividem-se entre soldas, placas com cobre, desenhos em papel e até ferro de passar, para marcar os circuitos nas placas antes da corrosão. O cotidiano dos jovens é marcado por atividades diárias, muitas delas voltadas à soldagem de componentes em circuitos elétricos. As crianças são auxiliadas todos os dias pelas professoras Patricia Patural e Mariléa Borine D’Angelo. Com uma placa nas mãos, David Lemos Junior, de 11 anos, mostra intimidade com os componentes. “A placa não pode ficar com nenhum defeito, o circuito pode não se fechar e as coisas não vão funcionar se isso acontecer”, explica o aluno, que pode colocar em prática o gosto pela ciência, fora do ambiente entediante da sala de aula comum. “Sempre gostei, sempre quis ser cientista.” Mais falante que os demais, Marcelo Angelo da Silva Filho explica com orgulho o trabalho de precisão que os alunos precisam enfrentar em placas-teste, como preparativo para a montagem final do satélite. “Eu já tive de soldar a mesma peça até 15 vezes até acertar. Soldar é difícil e a peça não pode ter erros.” “A gente tinha dúvidas. Será que a gente, com 11 anos, vai conseguir fazer um satélite?”, lembra a aluna Sarah Barreto. Já Augusto Patrick, que reclama da dificuldade para soldar materiais, descobriu o gosto pela ciência ao entrar para o grupo. “Eu não gostava dessas coisas, mas agora eu sempre fico lendo em casa. Descobri isso no projeto.” A princípio, 108 crianças estavam no projeto. Algumas desistiram, mas entre as que ficaram o sentimento é de que, aos poucos, o projeto fica cada vez mais real. “No começo, eu achei que fosse uma brincadeira do professor. Agora eu estou mais confiante, acho que a gente vai conseguir. É uma chance única para aprender”, afirma Sarah. FONTE: G1

Panda gigante mais velho do mundo morre aos 34 anos na China

O panda gigante Ming Ming, considerado o mais velho do mundo, morreu no último dia 7, segundo informações divulgadas nesta terça-feira (17). O animal foi encontrado em 1977 na província de Sichuan, no centro-sul da China e viveu no safári Xiangjiang Wild Animal World, em Guangdong desde 1998.
O animal viveu muito para um panda-gigante selvagem. Esses mamíferos costumam durar, no máximo, 22 anos, se monitorados em cativeiro. Sangue foi encontrado na urina de Ming Ming no dia 2 de maio, indicando um problema no rim do animal, deteriorado com a idade. Existem apenas 1,9 mil pandas gigantes no mundo, 300 deles vivendo em cativeiro. FONTE: AFP

Acusado de abuso, Strauss-Kahn renuncia à chefia do FMI

O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, renunciou a seu cargo nesta quarta-feira (18). O executivo está preso em Nova York, após ter sido acusado de tentar estuprar uma camareira no sábado passado.
Seus advogados afirmam que ele é inocente no caso. Em comunicado divulgado, o FMI anunciou que Strauss-Kahn apresentou sua renúncia esta noite perante o diretório da instituição financeira. “É com imensa tristeza que me sinto obrigado a apresentar ao Conselho Administrativo minha renúncia ao posto de diretor-gerente do FMI”, disse Strauss-Kahn, em comunicado. “Quero dizer que nego com a maior veemência todas as acusações que foram feitas contra mim”, disse. Strauss-Kahn está preso em Nova York, acusado de tentativa de estupro contra a camareira de um hotel. Na sexta-feira (20), ele terá nova audiência com a juíza do caso. O FMI informou que, em breve, irá iniciar um processo de seleção para substituir Strauss-Kahn. Enquanto isso, John Lipsky, número dois na hierarquia, assumirá interinamente o comando da entidade. Uma audiência para definir pagamento de fiança no caso de Strauss está marcada para esta quinta-feira (19) em Nova York, informou nesta quarta (18) Erin Duggan, porta-voz do tribunal. S Seus advogados haviam proposto fiança de US$ 1 milhão, recusada pela juíza do caso na segunda-feira (16). A proposta também incluía que o burocrata fosse monitorado por um bracelete eletrônico e se comprometesse a ficar em prisão domiciliar em Nova York. FONTE: AGÊNCIAS INTERNACIONAIS