domingo, 18 de dezembro de 2011

Sucessor do PSP, PlayStation Vita chega ao mercado japonês

O videogame portátil PS Vita será lançado no Brasil em fevereiro
O novo console portátil da Sony, o PlayStation Vita, sucessor do PSP, chegou neste sábado (17) às lojas do Japão, onde em plena temporada de compras natalinas concorrerá com o Nintendo 3DS. No começo da manhã, mais de 100 pessoas faziam fila em frente a um dos estabelecimentos do bairro de Shibuya, em Tóquio, que marcou o lançamento do console com uma cerimônia na qual esteve presente o vice-presidente da Sony, Kazuo Hirai.

Também compareceu ao evento Andrew House, responsável da Sony Computer Entertainment, a divisão de videogames do grupo, que destacou a capacidade do novo PS Vita para "unir as pessoas em rede através da experiência do jogo". Com uma tela touchscreen frontal de cinco polegadas e um painel traseiro também tátil, o PS Vita foi lançado no mercado japonês em duas versões: uma com conexão 3G e wi-fi por 29.980 ienes (US$ 383) e outra só com wi-fi por 24.980 ienes (US$ 318).

O novo console conta com dois controles analógicos, sensores de movimento, câmeras traseira e dianteira e a conectividade como um de seus principais destaques, ao permitir ao usuário interagir com jogos em PS3 e baixar aplicativos de redes sociais como Facebook e Twitter.

O dispositivo, que também pode ser utilizado para reproduzir música e vídeos e tirar fotografias, chegará aos mercados da Europa e dos Estados Unidos em 22 de fevereiro.

No Japão, desembarcou neste sábado acompanhado de 24 novos títulos, entre eles "Uncharted: Golden Abyss", "Dark Quest" e "Disgaea 3".

O lançamento do PS Vita intensificará a rivalidade no mercado japonês de videogames, após a divulgação feita durante esta semana que as vendas globais do Nintendo 3DS já ultrapassaram três milhões de unidades desde que chegou às lojas, em fevereiro.

Por enquanto, o grupo japonês não divulgou seu objetivo de vendas para o PS Vita, mas anunciou que as reservas do dispositivo no Japão se esgotaram em pouco tempo.

O herdeiro do PSP (que desde seu lançamento, no final de 2004, vendeu 73 milhões de unidades) é a grande aposta da Sony para avançar no disputado terreno do lazer portátil, no qual entraram com força os smartphones e dispositivos como o iPad, da Apple.

No ano fiscal de 2010, a Sony perdeu cerca de US$ 3,328 bilhões, e neste ano, que termina em março de 2012, deverá ter prejuízo de US$ 1,157 bilhão. FONTE: UOL

Morre aos 28 anos ex-Miss Venezuela Eva Ekvall

A ex-Miss Venezuela Eva Ekvall morreu no sábado (17) na cidade americana de Houston (EUA), após enfrentar um câncer de mama que foi diagnosticado em 2010, informaram pessoas próximas a ela. "Infelizmente o câncer teve a última palavra", declarou o escritor Leonardo Padrón ao canal "Globovisión", confirmando a morte de Eva, de 28 anos.

Ele disse que a atriz e apresentadora "tinha uma longa batalha" e estava "demonstrando uma temperança e uma coragem extraordinários em sua luta contra o câncer". Padrón não confirmou se o corpo de Eva será repatriado.

Eva, após ser diagnosticada de câncer, chegou a questionar a utilização da saúde como meio para conseguir a beleza e não para prevenir e curar doenças. "Já sei o que se sente não ter um fio de cabelo", publicou Eva em sua conta no Twitter no dia 10 de março, após raspar a cabeça.

"Na Venezuela se investe muito dinheiro em ficar bela e não em saúde", considerou a modelo, reivindicando a prevenção em saúde como outra forma "de se cuidar fisicamente, porque se você está doente não vai se ver bonita", disse Eva. FONTE: EFE

sábado, 17 de dezembro de 2011

Bebê que lutava contra câncer junto com a mãe morre nos EUA

A pequena Saoirse ao lado da mãe, Kezia
Uma menina americana de apenas um ano e meio de idade perdeu a luta contra o câncer esta semana após enfrentar a doença junto com a mãe. A fotógrafa americana Kezia Fitzgerald, 27, foi diagnosticada com linfoma de Hodgkin, um tipo de câncer que surge nos gânglios do sistema linfático, meses após o nascimento da filha, mas agora foi declarada em remissão (sem incidência da doença) pelos médicos.

Enquanto ela ainda passava pelo tratamento contra a doença, sete meses atrás, a pequena Saoirse recebeu o diagnóstico de neuroblastoma, um tipo de câncer que atinge o sistema nervoso periférico.

Após cirurgias, sessões de quimio e radioterapia e incontáveis visitas a hospitais, Saoirse faleceu na última terça-feira, no Hospital Infantil de Boston, mas seus pais esperam que um maior conhecimento sobre a doença possa vir a ajudar outras crianças no futuro.

"Saoirse amava tanto a vida e nós temos de continuar lutando por ela e por uma maneira melhor de detectar essa doença horrível o mais cedo possível, informar pediatras sobre os sintomas iniciais, encontrar tratamentos melhores e, é claro, uma cura para o neuroblastoma", disse à BBC Brasil Michael Fitzgerald, marido de Kezia e pai de Saoirse.

Funeral 'colorido' Durante o tempo em que a família enfrentou o câncer unida, eles diziam que sua atitude positiva era o que tornava a situação suportável. "Nós vivemos um dia de cada vez e, apesar de termos alguns dias difíceis, há muito mais dias felizes e é nesses que nos concentramos. Temos de nos acostumar com nosso novo 'normal' e, apesar de ele não ser muito comum, essas são as nossas vidas e vamos vivê-las da melhor maneira possível", disse Kezia na época.

A família criou um fundo, o Fitzgerald Cancer Fund, com páginas no Twitter e no Facebook, para ajudar a cobrir as despesas médicas e, agora, Kezia e Michael querem divulgar informações sobre o neuroblastoma.

Michael diz que é importante que os pais de crianças com a doença façam muitas perguntas aos médicos e pesquisem o máximo que puderem. "Kezia e eu tivemos uma grande participação no tratamento de Saoirse e sabemos que, em algumas ocasiões, percebemos coisas graves que os médicos deixaram passar. Só porque é uma doença rara, isso não quer dizer que ela não deva receber a atenção que merece."

O funeral de Saoirse será realizado neste sábado e a família pediu que os convidados evitem o preto e usem "roupas coloridas em homenagem ao espírito de Saoirse e seu belo sorriso".

Kezia continuará passando por acompanhamentos periódicos para checar se seu câncer não voltará. Ela só será considerada curada após cinco anos em remissão. FONTE: UOL

Heroínas de HQ estrelam campanha contra o câncer em Moçambique

"Quando falamos sobre câncer de mama, não há mulheres ou supermulheres". Esse é o mote de uma campanha idealizada pela agência DDB, em Moçambique, para Associação da Luta Contra o Câncer (ALCC), que usa super-heroínas para promover o combate à doença.

Mulher-Gato, Mulher-Maravilha, Tempestade e Mulher-Hulk são as estrelas da campanha, e aparecem com as mãos nos seios, em alusão ao autoexame. Os posters, em linguagem de HQ, ensinam que é preciso apalpar as mamas todo mês e, na dúvida, entrar em contato com o médico.

Especialistas defendem que o autoexame é importante para detectar tumores, mas não substitui o exame periódico feito pelo ginecologista, nem a realização periódica de exames como a mamografia e o ultrassom, capazes de detectar o câncer em estágio precoce. FONTE: UOL

Morre o carnavalesco Joãosinho Trinta, aos 78 anos

O carnavalesco Joãosinho Trinta. 78 anos, morreu na manhã deste sábado , às 9h55, informou o UDI Hospital, de São Luís, no Maranhão. As causas da morte foram infecção urinária e pneumonia. Ele estava internado desde o dia 3 de dezembro, mas seu estado piorou desde sexta-feira à tarde e respirava com ajuda de aparelhos.

Em junho último, Joãosinho Trinta ficou internado por quase 40 dias, no mesmo hospital, com pneumonia e insuficiência cardíaca. Joãosinho Trinta já sofreu dois AVCs (acidente vascular cerebral): um em 1997 e outro em 2004. No ano seguinte, ele deixou o comando das escolas de samba do Rio de Janeiro, trabalho que o deixou conhecido. FONTE: UOL

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Yorkshire espancado morreu, diz Ministério Público de Goiás


O Ministério Público de Goiás confirmou a morte do cachorro espancado em um condomínio de Formosa, cidade goiana a 75 quilômetros de Brasília. A Polícia Civil do estado já abriu inquérito para apurar a agressão. Uma gravação postada no YouTube na quinta-feira, 15, mostra uma mulher maltratando o cão da raça yorkshire. O mascote teria morrido após as agressões, conforme a descrição do vídeo – visualizado milhares de vezes e compartilhado em todas as redes.

No Facebook, internautas já criaram uma comunidade “Assassina de Yorkshire”, com cerca de duas mil assinaturas condenando a mulher. Pelo Twitter, a hashtag do momento é #CamilaDeMouraPresa - uma referência ao suposto nome da enfermeira que agrediu o animal. O movimento contra a agressora, que seria uma enfermeira casada com um médico goiano, já entrou nos Trending Topics (assuntos mais comentados).

Procurado pelo Brasil 247, o Ministério Público de Goiás confirmou que já está de prontidão, à espera da investigação da Polícia Civil goiana. De acordo com o MPGO, a mulher que agride o cachorro pode responder por maus-tratos contra animais e crime ambiental. O delegado titular da 1ª Delegacia Distrital de Formosa, Carlos Firmino, é o responsável pelo caso.

A agressora pode também ser enquadrada no Estatuto da Criança e do Adolescente, já que espanca o cachorro na frente do filho pequeno. O vídeo teria sido gravado por um vizinho. Os comentários do vídeo postado no YouTube questionam por que a pessoa que registrou as cenas de maus-tratos não deteve a mulher.

Infelizmente, esse tipo de episódio não é isolado. Há pouco mais de uma semana, a Associação Protetora dos Animais de Nova Horizontina (SP) descobriu que um cachorro foi enterrado vivo no quintal de uma casa do município. O filhote de vira-latas ficou mais de 12 horas sob a superfície, mas sobreviveu. Em julho, uma cadelinha também foi enterrada viva por um idosa em Blumenau (SC) e também sobriveu após ser descoberta. FONTE: BRASIL 247

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Argentina será 1º país sul-americano com internet de 100 Gbps

A Argentina se tornará o primeiro país sul-americano a contar com conexões de internet a cabo de 100 Gbps (gigabits por segundo) por meio da Cablevisión Argentina, anunciou nesta terça-feira o fornecedor do serviço, a empresa franco-americana Alcatel-Lucent.

"A Cablevisión Argentina será o primeiro operador a cabo na América do Sul a utilizar uma avançada rede ótica que oferecerá serviços a uma velocidade de 100 gigas por por segundo", informou a Alcatel-Lucent em comunicado.

O serviço permitirá "aumentar consideravelmente o rendimento e a velocidade do serviço para atender a demanda de vídeo, multimídia e aplicativos de internet de sua carteira de clientes", afirmou o fornecedor, com sede em Paris.

"O rápido aumento de assinantes e do tráfego estava asfixiando a capacidade da fibra ótica da Cablevisión, que procurava uma solução para administrar o fluxo em expansão e reduzir a complexidade e o custo dos atuais serviços de alta qualidade", acrescentou o comunicado.

O chefe de Engenharia da Cablevisión Argentina, Gabriel Carro, destacou que a empresa sul-americana deu um "grande passo" com esse contrato para oferecer uma "rede de alta flexibilidade e de futuro". FONTE: EFE

Motorola lança nova versão do tablet Xoom no Brasil

A Motorola lançou nesta quarta-feira no Brasil o tablet Xoom 2 Media Edition, com tela de 8,2 polegadas, um pouco menor em comparação com a primeira versão lançada.

O tablet é voltado para o consumo de mídia, como o próprio nome diz. Modelos de teclados Bluetooth e docks multimídia podem ser comprados como assessórios e o Xoom 2 pode ser usado como controle remoto universal. Um aplicativo chamado MotoCast permite usar alguns computadores como servidores de mídia, para que você possa acessar músicas e vídeos pelo aparelho.

O dispositivo é equipado com processador dual-core de 1,2 GHz, 1 Gbyte de memória RAM e armazenamento interno de 32 Gbytes. As câmeras têm 1,3 Mpixels (frontal) em 5 Mpixels, com gravação de vídeo em full HD (1080p) e flash LED. Pesa 386 gramas e chega ao país com o preço sugerido de R$ 1.299.

O sistema do novo Xoom é o Android 3.2. A Motorola diz não ter previsão para atualização para a versão mais recente, o 4.0. FONTE: FOLHA.COM

Cientistas acham pistas fortes da "partícula de Deus" no LHC

Uma equipe internacional de cientistas diz ter achado sinais do bóson de Higgs, partícula elementar considerada uma das peças fundamentais da formação do Universo após o Big Bang.

No entanto, os cientistas da Cern (Organização Europeia de Pesquisa Nuclear), perto de Genebra, disseram que ainda não há provas conclusivas da existência da partícula que, de acordo com as teorias em vigor hoje, confere massa a todas as demais partículas.

"Se a observação do Higgs for confirmada, essa realmente será uma das descobertas do século", disse Themis Bowcock, professor de física de partículas da Universidade de Liverpool (Reino Unido). "Os físicos terão descoberto uma pedra angular da composição do Universo, cuja influência sentimos e vemos todos os dias das nossas vidas."

Os líderes de dois experimentos, o Atlas e o CMS, revelaram suas descobertas num seminário lotado no Cern, onde estão tentando localizar traços do arredio bóson ao criar colisões de partículas em altíssima velocidade, no acelerador LHC (Grande Colisor de Hádrons).

"Ambos os experimentos produziram sinais essencialmente na mesma direção", declarou Oliver Buchmueller, físíco-sênior do CMS. "Parece que tanto nós quanto o Atlas achamos sinais no mesmo nível de massa [das partículas], o que é muito importante" porque eles parecem corroborar um ao outro. Trata-se de uma energia em torno de 126 GeV (gigaelétron-volts)

NO LIMIAR - De acordo com o chamado Modelo Padrão da física de partículas, o bóson de Higgs, batizado em homenagem ao físico britânico Peter Higgs, interage com as demais partículas, numa espécie de campo que permeia todo o Universo, conferindo massa a algumas, enquanto outras não possuem massa.

Embora sua descoberta possa solidificar o conhecimento atual sobre partículas como elétrons e fótons, os resultados do trabalho no LHC também poderiam provar que ele não existe. Esse último resultado exigiria que os cientistas repensassem as bases da física atual.

Os pesquisadores dizem que só terão certeza sobre os resultados envolvendo o Higgs no ano que vem. FONTE: FOLHA.COM

Lei da Palmada é aprovada por unanimidade em comissão da Câmara

A Lei da Palmada foi aprovada por unanimidade na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, com o objetivo de reforçar o controle da Justiça sobre casos de violência contra crianças e adolescentes.

A legislação que vigora atualmente, o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), menciona "maus-tratos", mas não especifica quais castigos não podem ser aplicados pelos pais ou responsáveis.

A partir da aprovação, os parlamentares da Casa terão um prazo para se manifestem sobre a necessidade de votação em plenário. Caso a votação pela comissão seja considerada conclusiva, o projeto irá diretamente para o Senado.

O texto do projeto de lei 7.672/2010 foi modificado ontem (13) pela relatora Teresa Surita (PMDB-RR) -- o termo "castigo físico" foi substituído por "agressão física" --, o que não agradou os representantes dos direitos da criança e do adolescente e causou polêmica, adiando a apreciação para hoje.

Após mais um dia de debate, firmou-se consenso em torno da expressão "castigo corporal".

Houve um destaque no texto para que a palavra "sofrimento" fosse suprimida da definição de castigo físico (ação de natureza disciplinar ou punitiva com o uso de força física que resulte em sofrimento ou lesão), mas a sugestão foi negada pela maioria dos deputados.

A Folha apurou que a solução textual de Surita agradou os segmentos envolvidos no debate, que se sentiram contemplados pelo projeto de lei.

As mudanças no texto da relatora teriam sido feitas após reunião da deputada com líderes da bancada evangélica na Casa --desfavoráveis ao uso do termo "castigo", argumentando que o projeto levaria a ingerência demasiada no âmbito das famílias.

Teresa Surita negou que tenha havido discordância entre membros da comissão e da bancada evangélica. Segundo ela, eles "só estavam querendo conhecer o projeto" e contribuíram para aperfeiçoar o texto final.

De acordo com o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), representante dos evangélicos, em nenhum momento a bancada teve o intuito de vetar o projeto.

"Agradeço a relatora por ter melhorado o texto. Agora ficou bonito", disse Feliciano.

Sobre uma possível ingerência da Secretaria de Direitos Humanos na troca dos termos do projeto, que não teria gostado da supressão da palavra "castigo", Teresa Surita afirmou que foram aceitas sugestões de diversas instâncias, como na elaboração de qualquer projeto de lei. FONTE: FOLHA.COM

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Um olhar


Trata-se de um curta-metragem, sem nenhuma palavra, mas com uma mensagem de derrubar da cadeira (desculpem o trocadilho). Assistam e comprovem!!!

FONTE: BLOG ASSIM COMO VOCÊ

Mude sua atitude!


Na semana passada, compartilhei com meus amiguinhos dos Facebook uma imagem que teve uma repercussão “zigante”. As pessoas se revoltaram, se solidarizaram, se emocionaram e cobraram mudança de atitude diante da cena...


Para quem não viu a foto, segue abaixo. O povo cego, eu já conto do que se trata... 

Pois bem, Antônia Yamashita é a mãe que empurra o filho Lucas, que é pczão (tem paralisa cerebral), em uma estação de metrô.

O trem chega, ela se direciona ao vagão preferencial (com um pouco mais de espaço livre para acomodar uma cadeira de rodas) e é praticamente atropelada pela multidão.

Na foto, Antônia parada em frente à porta do Metrô e ninguém, nenhuma alma, abre espaço para que ela entre com o filho, um garoto com mais ou menos oito anos de idade. Todos, porém, observam ela e Lucas com cara de piedade.

Todo mundo sabe que o transporte público da cidade é caótico. Era final de tarde, muita gente saindo do trabalho viajando com suas próprias preocupações.

O que a dupla viveu, milhares de pessoas com deficiência vivem diariamente. O tal “serumano” tem uma dificuldade ímpar de reconhecer uma situação de desvantagem do próximo e dar a ele uma chance mínima de igualdade.

Na consciência das pessoas de bem, parece claro que o bacana seria ninguém entrasse no vagão (ou mesmo saísse dele) até que mãe e filho estivessem acomodados.

Mas todos nós, em diversos momentos do dia a dia, somos tomados por um egoísmo extremo que o “nosso” é sempre mais urgente, mais prioritário, mais importante que o de todos os outros.

Acima de ser uma pessoa com deficiência, penso eu, Lucas é uma criança e não existe nesse universo pressa e urgência maiores do que as de crianças.

A revolta da gente vale pouco se não nos policiamos para tentar ser diferente, agir diferente. E isso vale para os próprios ‘malacabados’ que muitas vezes se vitimizam ou supervalorizam suas necessidades para levar vantagem.

Pensar e analisar a realidade alheia na vida cotidiana ajuda a construir mais cidadania, fortalece o espírito de humanidade e evita que mais pessoas duram com um sabor amargo de injustiça na boca.

Esse comercial da AACD, que saiu do forno faz pouquinho tempo, também faz uma reflexão importante sobre como podemos tratar o outro como “invisível” (o tio já escreveu um bocado sobre isso, para ler uma história, clica no bozo ) e quanto uma atitude assim pode afetar a vida das pessoas...

Em tempo: Antônia escreveu recentemente um livro em que conta sua experiência de ter tido um filho com paralisa cerebral. Chama-se “A trajetória de uma mãe especial - O milagre da vida”, da editora Nilobook. Para quem quiser saber mais ou comprar, é só clicar na florzinha! Sorte FONTE: BLOG ASSIM COMO VOCÊ

Lote do preservativo Blowtex Turbo tem recall

A fabricante de preservativos Blowtex informou hoje que está tirando de circulação o lote 16JUN-B do produto masculino Blowtex Turbo por um defeito de fabricação que afeta a resistência. Isso torna a camisinha imprópria para uso.

De acordo com a assessoria de imprensa da Blowtex, o lote com defeito corresponde a 80 mil unidades desse tipo de preservativo, que é produzido com uma "composição química diferenciada". Entretanto, o problema não estaria relacionado a nenhum dos componentes.

Na descrição, o Blowtex Turbo é apresentado como "um preservativo que utiliza a tecnologia a favor dos casais que querem ousar". O produto seria feito com agentes responsáveis por "proporcionar contrações excitantes para o casal".

Os consumidores que quiserem trocar os preservativos ou solicitar a restituição do dinheiro devem entrar em contato com a empresa pelo telefone 0800-7796968, site www.blowtex.com.br ou se dirigir aos endereços disponíveis nas páginas das redes sociais da Blowtex: facebook.com/BlowtexPreservativos e @twitesao. Segundo o Procon-SP, quem não conseguir trocar o produto ou ter a restituição, deve procurar o órgão responsável pelo Código de Defesa do Consumidor. FONTE: AGÊNCIA ESTADO

Wikipedia ameaça 'desligar' serviço em inglês por lei antipirataria dos EUA

Jimmy Wales, cofundador da Wikipedia, discursa
durante conferência sobre internet em Londres
Jimmy Wales, cofundador da Wikipedia, ameaçou desligar a versão em inglês da Wikipedia como forma de protesto contra uma lei antipirataria discutida nos Estados Unidos. Chamada de Sopa (Stop Online Piracy Act ou Lei para Parar com a pirataria Online), o projeto ainda está em discussão, mas foi alvo de um recente postagem de Wales no fórum da Wikipedia nesta terça-feira (13).

“Uma greve global ao menos na versão em inglês da Wikipedia colocaria máxima pressão ao Governo Americano”, diz a postagem do cofundador da enciclopédia virtual colaborativa.

A ameaça ao apagão da versão em inglês da Wikipedia e, possivelmente, de algumas outras, é uma resposta ao Sopa, uma lei que está tramitando no judiciário americano que quer “proteger” a rede de usuários ou sites que prejudiquem a criatividade ou roubem ideias.

A decisão proposta por Wales não é nova na comunidade da Wikipedia. Segundo seu post no fórum da enciclopédia virtual, a comunidade italiana da Wiki ameaçou fazer o mesmo em função de uma proposta de lei que iria reduzir a liberdade de expressão na web. Após a ameaça, os políticos desistiram da ideia.

A Wikipedia é um site colaborativo, em que qualquer pessoa pode publicar ou editar um conteúdo. As páginas da enciclopédia virtual recebem cerca de 360 mil usuários de todo o mundo é está no top 10 de sites mais acessados. Se a lei passar a vigorar e algum usuário da Wikipedia copiar algo de alguém ou mesmo postar qualquer tipo de conteúdo ofensivo, por exemplo, o site poderá ser responsabilizado.

“No mínimo, caso a lei seja aprovada, qualquer serviço que hospede conteúdo gerado por usuário estará sobre enorme pressão para monitorar e filtrar todo conteúdo postado”, argumentou um ativista da Fundação Fronteira Eletrônica, instituição americana cujo objetivo é proteger os direitos de liberdade de expressão.

A Wikipedia é só um dos grandes opositores da controversa lei americana. Empresas como Google, Yahoo!, Twitter, eBay, Aol e Facebook são contra a lei americana. Por outro lado, empresas como Disney, Apple, Microsoft, Intel e Warner estão entre as companhias que estão a favor da lei. FONTE: UOL/DAILY MAIL

ONU: Canadá continua obrigado a combater mudanças climáticas

A máxima autoridade da ONU sobre mudanças climáticas lamentou, esta terça-feira, a decisão do Canadá de se retirar do Protocolo de Kioto, e advertiu que de qualquer forma o país continua legalmente obrigado a contribuir com a luta contra o aquecimento global.

Christiana Figueres, secretária-executiva da Convenção-quadro sobre as Mudanças Climáticas da ONU, se disse surpresa de que o Canadá tenha anunciado a decisão em um momento em que mais de 190 países estão procurando chegar a um acordo sobre este tema em Durban, na África do Sul.

"O Canadá tem uma obrigação legal, conforme a Convenção à qual aderiu, de reduzir suas emissões e uma obrigação moral diante de si mesmo e das futuras gerações" de "contribuir para estes esforços", afirmou.

"Países industrializados como o Canadá, que aumentaram consideravelmente suas emissões de gases de efeito estufa desde 1990, estão em uma posição de fragilidade para pedir aos países em vias de desenvolvimento a limitar suas emissões", reforçou a funcionária internacional, em um comunicado. FONTE: AFP

Aeronautas e aeroviários anunciam greve nacional para as vésperas do Natal

Entidades representativas dos aeronautas (tripulantes de voo) e aeroviários (funcionários de empresas aéreas que trabalham em solo) anunciaram nesta terça-feira (13) que entrarão em greve a partir do dia 22 de dezembro para exigir aumento salarial. Eles pedem reajuste de 10% e de 14% sobre o piso das categorias.

O indicativo de greve foi aprovado nas assembleias das categorias realizadas nos últimos dias. Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil (Fentac) –ligada à CUT (Central Única dos Trabalhadores)–, as empresas aéreas oferecem 3% de reajuste salarial e 6% de aumento sobre o piso.

O reajuste proposto é menos da metade da inflação dos últimos 12 meses (6,17%) medida pelo INPC. A Fentac afirma que a greve foi decidida diante da negativa das empresas aéreas em subir a proposta.

"Não podemos aceitar um reajuste menor do que a inflação, porque isso significaria que os trabalhadores ganhariam menos em 2012 do que recebem hoje. Também não abrimos mão do aumento real dos salários. As empresas aumentaram as passagens em cerca de 56%”, diz Celso Klafke, presidente da Fentac.

O sindicato afirma que continua aberto a negociar com as empresas. Em 2009 e 2010, a categoria também anunciou greve para as vésperas do Natal, mas acabou retrocedendo após as empresas melhorarem suas propostas.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Snea afirmou que não foi informada pelos sindicatos sobre a greve. De acordo com o sindicato patronal, a última negociação com os trabalhadores ocorreu em 30 de novembro. A próxima será nessa quarta-feira (14), com os sindicatos filiados à CUT, e na sexta (16) com os sindicatos ligados à Força Sindical.

O Snea argumentou que o reajuste proposto é menor do que a inflação por conta do "ano ruim" das empresas aéreas. O sindicato afirma ainda que nos últimos seis anos os trabalhadores tiveram ganho real de 6%. FONTE: UOL

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Um massagista que é um gato...

domingo, 11 de dezembro de 2011

Empresa chinesa polemiza ao se recusar a contratar pessoas de virgem ou escorpião

Uma empresa de Wuhuan se recusa a
contratar virginianos e escorpianos
Uma empresa chinesa vem recebido críticas na terra de Confúcio por se recusar a contratar funcionários dos signos de virgem ou escorpião. A companhia alega que o temperamento dessas pessoas é incompatível com os valores da firma. Ah tá...

De acordo com o jornal The Daily Telegraph, a companhia de treinamento para a língua inglesa, cujo nome não foi revelado, postou anúncios de emprego nos murais de uma universidade de Wuhuan. "Nós não aceitamos pessoas de escorpião ou virgem. Peixes e libra terão prioridade", dizia o anúncio.

"Contratei pessoas desses signos antes, e eles ou gostam de discutir com colegas ou não conseguem fazer o trabalho por muito tempo", argumentou Xia, uma das diretoras da empresa. Ela afirma que os escorpianos são muito suscetíveis a mudanças de humor, enquanto os virgens são críticos demais e não conseguem ficar no mesmo trabalho por muito tempo.

A empresa tem sido ridicularizada na Internet desde então, por meio do site chinês Weibo, semelhante ao Twitter. FONTE: VÍRGULA

"SORTUDO": Gato preto herda fortuna de R$ 24 milhões, na Itália

E quem disse que gato preto dá azar?Tommaso, um bichano preto italiano de quatro anos, deu muita sorte e acaba de herdar uma fortuna de nada menos que 10 milhões de euros (equivalente a cerca de R$ 24 milhões), de acordo com informações do site The Telegraph.

Tommaso recebeu a fortuna após a morte de sua solitária dona, a milionária Maria Assunta, aos 94 anos, há duas semanas.

A milionária resgatou o gatinho das ruas de Roma e se afeiçoou ao animal. No entanto, em razão da idade avançada, começou a temer pelo futuro do amigo.

Maria Assunta, então, escreveu um testamento em que passava toda sua fortuna - um império que inclui casas e apartamentos em Roma, Milão e Calábria - ao felino.

A mulher instruiu, ainda, seus advogados a encontrarem uma instituição de cuidado aos animais que se comprometesse a administrar o dinheiro e tomar conta de Tommaso. A exigente velhinha, no entanto, não encontrou uma organização que atendesse suas expectativas.

A responsabilidade de cuidar de Tommaso e administrar a fortuna, então, acabou ficando com a enfermeira da idosa, uma mulher identificada como Stefania.

"Prometi que cuidaria do gato quando ela não estivesse mais aqui. Ela queria ter certeza de que ele seria amado e cuidado. Porém, nunca imaginei que ela tinha tamanha fortuna", disse a desavisada Stefania. Enfermeira de sorte...

Tommaso, hoje, vive com sua nova dona e outro gato em uma casa na Itália. FONTE: VÍRGULA

Britânica ganha processo contra empresa cujo critério de contratação era tamanho dos seios

Se você é mulher e tem algum respeito por si mesma, evite enviar seu currículo para a empresa Cathelco da Inglaterra. Angelina Ashby (ao lado), uma ex-funcionária, garante que viveu o inferno na companhia, desde assédio sexual a bullying por suas características físicas. A informação é do site Daily Mail.

De acordo com Angelina, que ganhou um processo de 26 mil libras (R$ 73,5 mil) contra a empresa, o critério de contratação de funcionárias era o tamanho dos seios.

Angelina afirma que o pior carrasco era o gerente de vendas Peter Smith, pai de três filhos e casado, que encorajava as colegas de trabalho a agarrarem as partes íntimas dele, além de ver pornografia no trabalho. Em uma ocasião, ele correu atrás de uma mulher, colocou-a em seus joelhos e a espancou no bumbum. Angelina diz ter reclamado a seus chefes dos repetidos incidentes, mas nada foi feito.

Em uma reunião, quando Angelina estava recolhendo xícaras de chá em uma mesa, o executivoLaurie Wilson teria dito ao gerente: "Deixa pra lá, Pete. Você está com as tetas da Angelina na sua cara".

A ex-funcionária diz, ainda, que os homens da firma faziam desenhos ofensivos dela e quechegaram a chamá-la de "cara gorda" em um e-mail geral.

"Há uma atmosfera de 'clube dos homens' na Cathelco, em que as mulheres são vistas como sensíveis e emotivas se elas têm alguma reclamação", disse Angelina, no tribunal. Ela diz ter sofrido de ansiedade e depressão por conta do trabalho. FONTE: VÍRGULA

Presidente afegão culpa estrangeiros por corrupção no país

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, acusou neste domingo os estrangeiros de alimentar a corrupção no país, ao conceder contratos a privilegiados e criar obstáculos à luta contra este tipo de irregularidades.

"Temos problemas tanto com afegãos como com estrangeiros. Nossos colegas estrangeiros não apenas não cooperam, como também criam obstáculos", afirmou o presidente durante um discurso em Cabul por ocasião do dia internacional contra a corrupção.

"Uma das formas de reduzir a corrupção é que os estrangeiros deixem de conceder contratos a pessoas próximas a altos funcionários governamentais. Devemos reformar o sistema de contratos", declarou Karzai.

De acordo com Karzai, afegãos e estrangeiros perderam a confiança mútua, já que as duas partes pensam que a outra é corrupta.

ATAQUES CONTRA XIITAS - O líder também forneceu um balanço atualizado dos atentados contra os xiitas na terça-feira passada em Cabul, considerados os primeiros ataques entre confissões religiosas desta magnitude no Afeganistão em 10 anos.

Os atentados deixaram 80 mortos, informou Karzai.

Os números anteriores dos atentados registravam 59 mortos e 150 feridos. Karzai acusou durante a semana os extremistas paquistaneses do grupo Lashkar-e-Jhangvi (LeJ) pelos atentados.

O primeiro ataque de terça-feira teve como alvo uma procissão xiita em Cabul por ocasião da festa da Ashura, uma das mais importantes do xiismo. O segundo aconteceu em Mazar-i-Sharif (norte do Afeganistão), onde uma bicicleta-bomba explodiu na passagem de um grupo de peregrinos xiitas. FONTE: FRANCE PRESSE

sábado, 10 de dezembro de 2011

SEXO: Camisinhas customizadas já estão disponíveis na Europa

Usar uma camisinha que não é projetada para o seu pênis aumenta as possibilidades de vazamento, fricção demasiada ou de ela escapar — problemas que por sua vez aumentam a chance de doenças e infecções sexualmente transmissíveis ou gravidez indesejada. Mas, ainda bem, alguém inventou camisinhas com tamanho customizado. E agora elas estão disponíveis… Na Europa.

De acordo com Joe Nelson, CEO da TheyFit, elas estão finalmente legalmente disponíveis na Europa, aprovadas pela União Europeia. O negócio ainda não está disponível para os EUA porque a FDA (a Anvisa deles) ainda não aprovou. Mas deveria, porque um estudo feito com 820 homens encontrou provas de que “camisinhas do tamanho certo podem ser um valioso mecanismo deprevenção de infecções sexualmente transmissíveis.”

Enquanto a novidade não chega ao resto do mundo, você pode ir ao site e medir o seu pênis usando o kit TheyFit e encomendar algumas para entregar a alguém que esteja viajando pela Europa. Há mais de 95 tamanhos diferentes e um pacote com 60 sai por 110 Reais. Elas podem fazer uma grande diferença. Ou pequena. FONTE: GIZMODO BRASIL

18 mil urnas eletrônicas estão instaladas para plebiscito no Pará

O plebiscito desde domingo (11) que vai decidir se do estado do Pará deve ou não ser dividido contará com 18 mil urnas eletrônicas. Todos os equipamentos já estão instalados nos locais de votação. 

Os mais de 14 mil pontos de votação espalhados pelo estado vão funcionar de 8h às 17h de domingo (horário local).

Cerca de cinco mihões de eleitores vão responder a duas perguntas: "Você é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado de Carajás?" e "Você é a favor da divisão do estado do Pará para a criação do estado do Tapajós?". O número 77 corresponde à resposta "sim" para qualquer uma das perguntas. E o número 55 será usado para o "não".

Durante o plebiscito, será possível anular o voto ou votar em branco e essas manifestações serão consideradas nulas. Terminado o período de votação, os dados armazenados nas urnas eletrônicas serão encaminhados ao Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), que vai ficar responsável pela totalização.

Os 277 locais considerados de difícil acesso contarão com urnas ligadas a baterias que vão transmitir os votos via satélite. Os eleitores que não comparecerem para votar terão 60 dias para justificar a ausência nas zonas eleitorais em que estiverem inscritos. Mesmo se tratando de um plebiscito, as exigências são as mesmas para eleições regulares. Quem deixar de votar e não apresentar justificativa será multado e pode ter o título de eleitor cancelado

A previsão do Tribunal Regional Eleitoral é que no domingo à noite os paraenses vão saber o resultado. Se for pela não divisão, o resultado é definitivo. Se a divisão for aprovada, o caminho é mais longo. A proposta deverá ser aprovada pelo Congresso Nacional e depois segue para sanção da presidente Dilma Rousseff.

SegurançaO Exército enviou três mil homens para reforçar a segurança no estado durante o plebiscito. Haverá reforço na segurança de 16 cidades do Pará, incluindo os municípios de Santarém e Marabá, que seriam as capitais dos novos estados.

Os outros são: Altamira, Brasil Novo, Monte Alegre, Alenquer, Óbidos, Juriti, Oriximiná, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Redenção, Tucumã, Orilândia do Norte, Bacajá e Anapu. FONTE: G1

Orquestra Sinfonica Brasileira se apresenta no Complexo do Alemão

O Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, recebeu neste sábado a Orquestra Sinfônica Brasileira. O objetivo foi celebrar a paz na comunidade, que foi pacificada há um ano.

No local, conhecido como Campo do Sargento, 3.000 pessoas eram esperadas, mas a maioria dos lugares ficou vazia. Quem prestigiou o evento, teve a oportunidade de ver a orquestra, comandada pelo maestro Roberto Minczuk, interepretar músicos como Bach e Bethoveen.

O governador do Estado, Sérgio Cabral, disse que a ocasião era um marco para o Complexo do Alemão.

Integrantes da Orquestra Sinfônica Brasileira, 
sob a batuta do maestro Roberto Minczuk
"É uma conquista fantástica de um novo momento que o Rio de Janeiro vive. Os moradores da comunidade podem respirar a liberdade e o respeito. É um momento de paz, alegria e consagração da sociedade. Muita coisa mudou em um ano, a comunidade está em paz agora. Estamos em busca do tempo perdido no Rio de Janeiro", afirmou.

Essa foi a 39° edição do projeto Aquarius, que pela primeira vez se apresentou em uma comunidade pacificada.

O evento teve a apresentação de Fernanda Lima e participação especial dos atores Eriberto Leão e Camila Morgado.

O Grupo Cultura AfroReggae e o Coro de Crianças da OSB, formado por 50 artistas de 8 a 15 anos, também se apresentaram.

Dois telões de LED nas laterais do palco transmitiam o concerto para quem estivesse de fora do local pudesse assistir. FONTE: FOLHA.COM

Homem abusa sexualmente e vende filha por US$ 365 no México

O pai de uma menina de 14 anos foi preso no México depois de sua filha ter sido abusada por ele e vendida por cerca de US$ 365 a seu amigo, que também abusou sexualmente da garota, informou neste sábado a PGR (Procuradoria Geral da República).

A Procuradoria mexicana emitiu um comunicado com detalhes do caso, pelo qual foram detidos em Huixquilucan, Estado do México, os dois indivíduos que cometeram o abuso, além de um irmão da menor, que não agiu para evitar os fatos, disseram à agência Efe fontes do Estado.

A menor conseguiu denunciar o caso na Procuradoria Especial para os Delitos de Violência contra as Mulheres e Tráfico de Pessoas, órgão dependente da PGR, depois que vários de seus vizinhos a convenceram a revelar o abuso.

Isso permitiu que a Polícia Federal fosse atrás dos agressores, cujas identidades não foram reveladas, e que foram presos como prováveis responsáveis pelos delitos.

No momento de sua detenção, os três envolvidos no caso estavam com vários objetos cortantes, um telefone celular e 19 cartuchos de diferentes calibres.

A menor está recebendo apoio psicológico por profissionais especializados da Procuradoria especial, conclui o boletim da PGR. FONTE: EFE

Líbano proíbe exibição de filme sobre assassinato de ex-premiê

Cartaz com foto do ex-premiê assassinado, Rafik Hariri;
filme sobre sua morte foi proibido pelo governo libanês
O governo do Líbano proibiu a exibição do filme "Beirute Hotel", da diretora local Danielle Arbid, por considerar que a fita constitui uma fonte de problemas ao abordar o assassinato do ex-primeiro-ministro do país Rafik Hariri, informa neste sábado o jornal "L'Orient-Le Jour".

Uma fonte da Segurança Nacional libanesa, citada pelo jornal, explicou que "esse tipo de problema deve ser evitado enquanto não terminar a investigação sobre o assassinato de Hariri", que morreu em 14 de fevereiro de 2005 em Beirute num atentado com caminhão-bomba.

"Beirute Hotel", que estava previsto para estrear no dia 19 de janeiro, narra a história de um libanês xiita que afirma possuir um pen drive com informações de suma importância sobre o ataque, que, além de Hariri, matou 22 pessoas.

O protagonista do filme propõe fornecer esses dados aos serviços secretos franceses em troca de asilo político, mas os serviços não dão importância ao pedido. O homem também tenta um acordo com a Polícia libanesa, que também os despreza.

Segundo a fonte da Segurança Nacional citada pelo "L'Orient-Le Jour", a intriga do filme de Danielle Arbid sugere que membros da Inteligência da Polícia teriam ordenado a morte do protagonista.

O caso de Hariri comoveu o país e segue criando polêmica, já que o tribunal internacional encarregado de julgar os culpados acusou quatro membros do grupo xiita Hizbollah, que faz parte do atual governo e rejeita entregá-los.

Não é a primeira vez neste ano que a Segurança Nacional libanesa censura a exibição de alguns filmes. Em junho passado, duas produções iranianas sobre a violência que precedeu as eleições presidenciais de 2009 no Irã foram proibidas pelas autoridades de Beirute.

A censura no Líbano está a cargo da Segurança Nacional, mas as autoridades religiosas e administrativas podem exercer pressões para impor seus pontos de vista por considerar que há razões morais ou políticas para isso. FONTE: EFE

Pesquisa testa substância aspirada que deixa pessoa sociável

Um spray nasal que contém a ocitocina pode melhorar o comportamento social das pessoas, deixando-as mais descoladas e desinibidas. A pesquisa, publicada no jornal "Psychopharmacology", vem da Universidade Concordia, no Canadá.

A ocitocina é um hormônio estimulante ligado a contrações musculares durante o parto e também à amamentação.

Ao ser inspirado, a reação é totalmente outra. "Sob os efeitos da ocitocina, uma pessoa pode se tornar mais extrovertida, mais aberta a novas ideias e mais confiável", comenta o psicopatologista Mark Ellenbogen, que coordenou o trabalho.

Cem voluntários de 18 a 35 anos foram convocados para o teste com o spray nasal. Para não ocorrerem distorções no resultado, antes de inalarem a substância, eles não puderam tomar qualquer remédio, usar drogas recreativas, fumar cigarro e nem terem sofrido desordens mentais atuais ou no passado.

A administração da oxitocina amplificou alguns traços de personalidade, tais como confiança, altruísmo e abertura, disse o autor principal da pesquisa, o estudante de graduação de psicologia Christopher Cardoso. FONTE: FOLHA.COM

Aumento de velocidade e dados na internet pode levar a catástrofe

Andy Bechtolsheim, Ken Duda e David Cheriton,
os fundadores da Arista, com um switch (comutador)
A Arista Networks prova que duas pessoas podem faturar cada uma mais de US$ 1 bilhão de dólares com o desenvolvimento da internet e ainda assim ficar preocupadas com sua confiabilidade.

David Cheriton, um professor de ciência da computação na Universidade Stanford conhecido por seu talento em design de software, e Andreas Bechtolsheim, um dos fundadores da Sun Microsystems, decidiram investir US$ 100 milhões de seu capital, e já gastaram metade disso, para reformular a maneira pela qual os computadores são conectados nas grandes centrais de computação da internet.

Como dizem os fundadores da Arista, a promessa de acesso instantâneo a volumes gigantescos de dados, em qualquer lugar, vem acompanhada pela ameaça de catástrofe. As pessoas estão criando mais dados e os transferem cada vez mais rápido via redes de computador. As redes rápidas permitem que as pessoas transfiram parcela cada vez maior dos produtos da civilização para a mídia on-line, e isso inclui não apenas posts no Facebook e todos os livros já escritos, como toda a música, chamadas telefônicas em tempo real e a maior parte da tecnologia da informação que permite o funcionamento das empresas modernas --tudo encaminhado a uma "nuvem" mundial de centrais de processamento de dados. As redes são concebidas de forma que fiquem disponíveis o tempo todo, via celular, tablet, computador pessoal e uma gama crescente de outros aparelhos conectáveis.

Estatísticas dizem que um número vastamente ampliado de transações entre computadores, em um mundo cem vezes mais rápido que o atual, conduzirá a um maior número de acidentes imprevisíveis e a um menor intervalo entre eles. A nuvem da Amazon para empresas já passou por uma paralisação de horas de duração em abril, quando as rotinas computacionais falharam e o sistema sofreu uma sobrecarga. A nuvem do Google para seu serviço de e-mail e software de documentos já sofreu diversas interrupções.

"Nós pensamos na internet como algo sempre à disposição", disse Cheriton. "Só porque nos tornamos dependentes dela, não quer dizer que isso seja verdade." Bechtolsheim diz que, devido à complexidade da internet, é impossível projetar uma rede mundial sem bugs (problemas). Bugs muito perigosos, eles dizem, capazes de paralisar o comércio, destruir informações financeiras ou permitir ataques de potências estrangeiras.

Os dois estiveram entre os primeiros investidores do Google, o que os tornou bilionários, e antes disso criaram e venderam uma empresa à gigante de redes Cisco por US$ 220 milhões. Sua riqueza e sua reputação como visionários tecnológicos conferem rara credibilidade aos seus argumentos sobre os riscos de redes mais rápidas.

Mais transações também significam mais ataques a sistemas. Ainda que diga que a sociedade on-line chegou para ficar, Cheriton se preocupa muito com os riscos de segurança. "Fiz a alegação de que as forças armadas chinesas seriam capazes de derrubar a rede em 30 segundos, e não há quem tenha conseguido provar que estou errado", disse. Ao criar uma nova forma de operar redes na era das nuvens, afirma, "temos um caminho para obter software mais sofisticado, capaz de autodefesa e de detectar mais problemas com mais rapidez".

O engenheiro Lorenz Redlefsen observa equipamento no
 laboratório da Arista, em Santa Clara, na Califórnia
A conexão comum entre os servidores, de um gigabit por segundo, vem sendo substituída por conexões de 10 gigabits, devido à melhora no design e no software de semicondutores. Velocidades de 40 e até 100 gigabits estão em uso para propósitos especializados, tais como consolidação de grandes fluxos de dados entre centenas de milhares de computadores em todo o mundo, e essa tecnologia logo estará em uso generalizado. O padrão de engenharia do setor deve chegar a 1 terabit (1.000 gigabits) por segundo em cerca de sete anos.

A Arista, sediada em Santa Clara, foi criada tendo em mente o mundo das conexões de 10 gigabits. A companhia no momento tem 250 funcionários, 167 dos quais engenheiros, construindo um rápido switch (comutador) roteador de dados capaz de isolar problemas e resolvê-los sem derrubar a rede. O propósito é que possa funcionar com chips baratos e produzidos em massa. Em termos de software e hardware, representa um distanciamento considerável da forma pela qual as redes vêm sendo geridas nos últimos 25 anos.

"Companhias como a Cisco precisam criar chips especializados próprios para operar em alta velocidade", disse Bechtolsheim. Devido às melhoras na qualidade e na capacidade do tipo de chips usado em computadores, celulares e decodificadores de TV a cabo, "poderemos construir uma rede mais habilitada para o uso de software, e é muito mais fácil defender e modificar software", ele disse.

Para Cheriton, que corta o próprio cabelo apesar de sua grande riqueza, a Arista representa oportunidade de trabalhar em um novo estilo de software sobre o qual ele vem pensando desde 1989.

Não importa o quanto seja complexo, o software essencialmente representa sequências de comandos lineares: faça isto e depois faça aquilo. Ocasionalmente pode ser dividido em "objetos" ou módulos, mas eles tendem a operar sequencialmente.

Entre 2004 e 2008, quando a Arista vendeu seu primeiro produto, Cheriton desenvolveu um sistema de 5 milhões de linhas que divide as operações em uma série de tarefas as quais, depois de completadas, podem ser verificadas por outras partes do programa e aproveitadas se não apresentarem problemas. Bechtolsheim colaborou com ele para permitir que o sistema operasse com chips já disponíveis no mercado.

Os primeiros produtos foram vendidos a operadores financeiros que desejavam reduzir em 100 nanossegundos a duração de suas transações de alta frequência. A Arista conta com mais de mil clientes agora, entre os quais companhias de telecomunicações e laboratórios universitários de pesquisa.

"Eles criaram algo de arquitetonicamente único nas redes, e isso oferece grande valor para o setor", disse Nicholas Lippis, que testa e avalia comutadores. "Construíram um sistema veloz e de valor único para o setor".

Kenneth Duda, outro dos fundadores, disse: "O que nos propele aqui é descobrir uma nova maneira de desenvolver software". Duda também colaborou com Cheriton e Bechtolsheim na Granite Systems, a empresa que eles venderam à Cisco. "O grande inimigo é a complexidade, medida em termos de linhas de código ou interações", disse. No mundo da computação em nuvem, "não existe pessoa viva capaz de compreender 10% da tecnologia envolvida em escrever e imprimir uma lista on-line de compras".

Devido à complexidade da internet, é impossível
projetar uma rede mundial sem problemas
Não surpreende que a Cisco, empresa dominante no mercado de software de roteamento, um negócio que movimenta US$ 5 bilhões ao ano, discorde.

"Não é preciso reinventar a internet", disse Ram Velaga, vice-presidente de gestão de produtos da Cisco. "Estes protocolos foram criados para funcionar mesmo que Washington seja destruída. Isso faz parte da arquitetura."

Mas os novos switches da Cisco para centrais de dados têm software reescrito para ser mais parecido com o da Arista. Alguns produtos da empresa vêm usando o chamado "silício comercial" (merchant silicon), em vez dos usuais chips exclusivos. "Andy apostou que a Cisco jamais usaria silício comercial", disse Velaga.

Cheriton e Bechtolsheim se conhecem desde 1981, quando Cheriton chegou de seu Canadá natal para lecionar em Stanford. Bechtolsheim, nascido na Alemanha, estava estudando engenharia elétrica e criando aquilo que se tornaria o primeiro produto da Sun, uma estação de trabalho computadorizada.

Os dois se tornaram amigos e colaboradores intelectuais, e em 1994 criaram a Granite Networks, responsável por um dos primeiros switches de um gigabit. A Cisco comprou a companhia dois anos mais tarde.

Porque a Arista não tem investidores externos, eles podem demorar quanto quiserem no desenvolvimento do produto, disse Bechtolsheim.

"Os executivos de capital para empreendimentos não têm paciência para esperar o desenvolvimento de um produto", diz. "E logo querem apontar o melhor amigo como executivo-chefe. Além disso, nossa companhia parecia um bom investimento."

Cheriton acrescenta que "não ter dinheiro do setor de capital para empreendimentos claramente representa uma vantagem competitiva". Além disso, diz: "Andy nunca me disse que o projeto custaria US$ 100 milhões". FONTE: NEW YORK TIMES