quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Mensagem sensual no YouTube derruba vice-ministra da Cultura da Costa Rica


Karina Bolaños, vice-ministra da Cultura da Costa Rica, foi destituída do cargo por aparecer em um vídeo erótico no YouTube. Ela veste apenas lingerie e faz declarações românticas a um amante. Não bastasse a saia justa por ser ocupante de um ministério, Karina enfrentará outro problema: a moça é casada. 

De acordo com o comunicado divulgado por Manuel Obregón, titular da pasta, "as informações divulgadas no vídeo são de âmbito pessoal. O afastamento do cargo se dará para que ela possa resolver essa questão de modo particular". 

Na mensagem, ela diz que não está acostumada a fazer esse tipo de coisa, mas fez por amor ao homem, apelidado de "Pequis". Não se sabe como o vídeo caiu na internet, mas a mensagem logo se espalhou pelas redes sociais e é mais um golpe na popularidade do governo da presidente Laura Chinchilla. FONTE: VI NA INTERNET

SoundCloud quer ser o YouTube das rádios públicas e dos podcasts

O SoundCloud, uma das maiores redes de compartilhamento de música do mundo, está investindo para se tornar uma espécie de YouTube do áudio.

O objetivo é virar a principal fonte para arquivos do tipo na internet --sejam eles programas de rádio, podcasts ou histórias contadas.

A empresa, fundada há cinco anos, contratou profissionais de rádio, produtores de podcast e contadores de história para criar novos projetos para o site. Um dos novos funcionários é Jim Colgan, ex-produtor da rádio pública WNYC, que coordenará parcerias com com provedores de áudio de todo o mundo.

As rádios KPCC e KRCW, da Califórnia; WUNC, St. Louis Public Radio e CNN Rádio são algumas das estações tradicionais norte-americanas que já começaram a fazer upload de parte de seu conteúdo no site. FONTE: FOLHA ONLINE

Suposta flatulência interrompe reunião do Conselho de Ministros em Honduras

O salão de reuniões do Conselho de Ministros na Casa Presidencial de Honduras foi tomado nesta terça-feira por um "cheiro estranho e muito forte", que primeiro provocou a reação do presidente do país, Porfirio Lobo, e depois, ataques de risos de seus colaboradores mais próximos.

"Estamos sentindo aqui um cheiro estranho, é um cheiro muito forte. Não acho que um corpo humano seja tão potente para gerar esse cheiro", disse Lobo, enquanto o estatal Canal 8, que toda terça-feira transmite ao vivo a sessão do Conselho de Ministros pela TV, interrompeu seu sinal.

Um dos ministros comentou brincando com jornalistas por telefone que "a dúvida ficou no ar, porque não se sabe se o mau cheiro, parecido com gás metano, vinha do sistema de ar-condicionado ou de algum funcionário com um problema intestinal".

A fonte acrescentou que, com o fedor, foram abertas as janelas do salão, e que depois do riso generalizado dos funcionários do governo, a reunião do Conselho de Ministros, que durou cerca de quatro horas, continuou normalmente.

Minutos depois do incidente, o sinal do Canal 8 se restabeleceu sem que se informasse a causa do cheiro desagradável, enquanto outro ministro brincou dizendo que é preciso "mudar o menu" oferecido no café da manhã na Casa Presidencial nas sessões do Conselho de Ministros.

"Somos todos suspeitos de outra coisa", acrescentou outro ministro de Lobo. FONTE: EFE

Índia restabelece energia após apagão que atingiu 700 mi de pessoas

O fornecimento de energia elétrica foi plenamente restabelecido na manhã desta quarta-feira na Índia, após o gigantesco apagão que atingiu cerca de 20 Estados do país, informou um alto funcionário da companhia elétrica nacional.

"A eletricidade foi restaurada plenamente pelas redes do Norte, Leste e Nordeste", declarou S.K. Soonee, diretor da Power System Operation Corporation (PSOC), depois do apagão sem precedentes que deixou mais de 700 milhões de indianos no escuro.

Soonee revelou que a eletricidade foi restabelecida durante a madrugada desta quarta-feira por engenheiros da PSOC. As três redes que entraram em colapso na terça foram reativadas progressivamente.

O governo já iniciou uma ampla investigação para determinar as causas do incidente, que prejudicou a imagem internacional da Índia.

A queda do sistema ocorreu por volta das 13h locais (04h30 de Brasília), após "os estados ultrapassarem sua capacidade autorizada de oferta", causando um efeito dominó, segundo o ministro da Energia, Sushilkumar Shinde.

Uma área que se estende da fronteira com o Paquistão até a região próxima à China foi afetada, incluindo Nova Déli, a capital Calcutá e Lucknow.

"Metade do país ficou sem energia elétrica. É uma situação totalmente sem precedentes", disse Vivek Pandit, especialista em energia da Federação das Câmaras de Comércio e Indústria.

"Esta é a crise energética mais grave na região. Estávamos tentando fornecer eletricidade à rede norte, o que provou o colapso da nossa" rede, indicou o ministro de Energia de Bengala Ocidental, Manish Gupta.

Na segunda-feira, o norte do país, onde vivem 300 milhões de habitantes, mergulhou no caos após o início do apagão.

A rede elétrica do norte caiu pouco depois das 2h de segunda-feira (17h30 de Brasília).

Esta pane atrapalhou o tráfego ferroviário, o metrô em Nova Déli e bloqueou os semáforos nas principais cidades, causando inúmeros engarrafamentos na hora do rush matinal.

Na Índia, um país emergente que busca de novas fontes de energia para alimentar seu crescimento, a falta de energia é extremamente comum.

O país depende principalmente de carvão, mas pretende aumentar sua produção de energia nuclear de 3% para 25% até 2050. FONTE: FRANCE PRESSE

Casal gay registra filho na Argentina, em caso inédito no mundo

Um casal gay inscreveu esta terça-feira o filho no registro civil de Buenos Aires sem a mediação de uma decisão judicial, um caso único no mundo, informou Maria Rachid, dirigente da ONG LGBT (Lésbicas, Gays, Bi e Transexuais).

"É o primeiro caso em nível mundial onde a certidão de nascimento é expedida diretamente pelo registro civil como filho de dois homens. Em outros casos foi feito a partir de uma decisão judicial, que retificava a certidão anterior", explicou Rachid, também legisladora da Assembleia de Buenos Aires.

O casal formado por Carlos Grinblat, 41, e Alejandro Dermgerd, 35, inscreveu nesta terça-feira, em um cartório do centro da capital argentina, Tobias, com um mês de vida. O bebê nasceu na Índia, país que o casal escolheu para alugar o ventre da mulher que deu à luz seu filho.

"Nossa única luta era formar nossa família. É outro passo no reconhecimento dos direitos igualitários. Este é um caminho que começou há anos, e um marco foi o casamento igualitário", disse Grinblat ao sair do cartório, enquanto exibia, ao lado do companheiro, o documento que atribuía o registro do filho aos dois.

Em 2010, a Argentina se tornou o primeiro país da América Latina a autorizar o casamento gay em nível nacional e o décimo do mundo, depois de Holanda, Bélgica, Espanha, Canadá, África do Sul, Noruega, Suécia, Portugal e Islândia.

Desde 21 de julho de 2010, quando a presidente Cristina Kirchner promulgou a norma aprovada seis dias antes pelo Congresso, "se oficializaram 5.839 casamentos em todo o país", destacou a LGBT em 12 de julho.

Em maio passado, o Congresso argentino aprovou por ampla maioria a lei de identidade de gênero, que autoriza travestis e transexuais a registrar seus dados com o sexo escolhido. FONTE: FRANCE PRESSE

9º MULHERES REAIS: Desfile plus size apresenta tendências da moda Verão 2013

Adele, Lady Gaga, Katy Perry e Madonna foram as inspirações da 9ª edição do desfile Mulheres Reais, que apresentou tendências da moda plus size para o Verão 2013 nesta terça-feira (31), em São Paulo. De acordo com o organizador do evento, Adilton Amaral, a intenção era levar para a passarela roupas com as quais as mulheres com curvas avantajadas se identificassem. “O nosso objetivo é mostrar que a mulher gordinha pode ser bonita e elegante, sem fazer apologia à obesidade. A maioria das mulheres não se reconhece no biótipo magro apresentado em vitrines e editoriais. Mas a demanda crescente por tamanhos maiores começou a mudar essa realidade”, ressaltou.

Adilton explica que a escolha das divas como referência foi motivada pela influência que elas têm no comportamento das mulheres do mundo todo pelo estilo, autoestima e atitude.

O desfile apresentou roupas de moda casual, praia e lingerie com as grifes Alaene, Acqua Rosa, La Moda Lidie e Ness. Jessica Bini, 26, uma das modelos, disse que aprovou as peças, em especial as lingeries: “É uma forma de mostrar que nós gordinhas também podemos ser modernas e sexy, valorizando nossos corpos sem vulgarizar”.

Monica Casareggio, 40, que produz o evento há quatro anos, além de compor o elenco das plus size, foi a grande estrela da tarde. Em momentos diferentes, ela interpretou Hatsune Miku, uma famosa personagem japonesa, e a popstar Madonna, com direito a uma reprodução do lendário sutiã pontudo, criação do estilista Jean Paul Gaultier, um ícone da carreira da cantora.

Mulheres Reais

Além de um conceito de autoestima feminina, o Mulheres Reais é um grupo que começou com um guia de beleza. Desde 2009, a equipe realiza desfiles e eventos voltados para o mercado plus size. As interessadas em participar do projeto podem entrar em contato por meio do blog ou do e-mail mulheres.reais@uol.com.br  FONTE: BOL