quinta-feira, 5 de julho de 2012

Corpos Cobiçados

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Data Popular está dando o que falar. A análise apontou que o corpo de Geisy Arruda é o mais cobiçado pelas mulheres brasileiras.

O que causou certa indignação. Afinal, beldades como Juliana Paes e Gisele Bündchen são consideradas ícones quando o assunto é beleza.

A pesquisa mostrou que 52% das 15 mil mulheres entrevistadas gostariam de ter o corpo da ex-universitária, enquanto 32% admiravam o corpo de Juliana Paes e apenas 8% teriam a vontade de ter menos curvas assim como Gisele Bündchen.

Na pesquisa, uma foto de cada famosa era apresentada: as três tinham seus rostos cortados da imagem e estavam de lingerie. A ideia era avaliar o gosto por cada tipo de corpo.

Ao Famosidades, Renato Meirelles, sócio-diretor do instituto, contou que a pesquisa foi feita durante o primeiro trimestre de 2012 com 15 mil mulheres pelo Brasil inteiro – em cerca de 47 municípios.

“As mulheres da classe C não seguem os mesmos padrões das da elite. A classe A prefere a número 1 [Gisele] e a classe mais pobre prefere a Geisy”, explicou.

Porém, Meirelles ressalta: a foto usada para falar de Juliana Paes a mostra antes de encarnar a protagonista na novela “Gabriela”.

“Se fosse a foto da Juliana como está na novela, possivelmente ela ganharia”, analisou.

Ele ainda explicou o motivo da escolha por Geisy Arruda, Juliana Paes e Gisele Bündchen: “Queríamos três modelos de corpo que dialogassem com as diferenças. Foi bacana entender essa diferença. A ideia de cortar a cabeça é que o objetivo não era avaliar a artista e sim o tipo de seu corpo. Vimos que as brasileiras preferem mais curvas do que um tipo magrelo”.

Para Renato Meirelles, os números falam por si só.

“Não estamos dizendo que a Geisy é mais bonita que a Gisele. E sim que as brasileiras preferem o corpo com mais curvas do que um reto. Percebe-se até no Carnaval que as Rainhas de Bateria são mais encorpadas. A moda de passarela não é a do dia a dia, da mulher que pega ônibus diariamente, por exemplo”, afirmou.

Se o instituto queria causar um alvoroço em cima do tema conseguiu! E pode ser que crie mais. Isso porque em 15 dias eles prometem divulgar o resultado dessa mesma pesquisa – só que na versão masculina. É esperar para ver! FONTE: FAMOSIDADES

Malware para iPhone é encontrado pela primeira vez na App Store

O primeiro malware para iPhone distribuído oficialmente pela App Store, da Apple, foi encontrado pela empresa de antivírus Kaspersky Lab, que divulgou as informações nesta quinta-feira (5). A praga, que diz ser um aplicativo chamado "Find and Call", captura todos os contatos armazenados no telefone e envia para um servidor remoto.

O analista de vírus Denis Maslennikov explicou no blog Securelist (veja aqui o post) que a Kaspersky foi alertada pela MegaFon, uma operadora de telefonia celular da Rússia, sobre a existência de um aplicativo suspeito. A análise da companhia de segurança mostrou que o software roubava os contatos da vítima e que os números recebiam um SMS divulgando o app para disseminar a praga.

As mensagens de SMS eram enviadas a partir do próprio servidor para onde os dados eram enviados, não do celular da vítima, segundo Maslennikov. No entanto, as mensagens são enviadas de tal maneira que a origem parece ser aparelho da vítima.

O "Find and Call" não realiza nenhuma atividade destrutiva no aparelho. De acordo com o Securelist, um blog russo consultou a empresa que fez o software, chamada de Lab Wealth, e eles afirmaram que o spam via SMS era um "bug". Em seguida, a Kaspersky confirmou que, além de SMS, também eram enviados e-mails divulgando o app.

O código malicioso foi batizado de "Fidall" pela Kaspersky Lab. Os softwares já foram removidos da App Store e do Google Play.

Proteções nos repositórios oficiais
O primeiro malware para iPhone foi o Ikee, que só funciona em aparelhos com "jailbreak". Entretanto, em cinco anos de iPhone, companhias antivírus nunca haviam identificado um software que poderia ser considerado "malware" na App Store. O iPhone é considerado uma escolha melhor para quem não quer se preocupar com pragas digitais no celular.

Pode haver uma polêmica, no entanto, se o "Fidall" é realmente um malware. Isso porque não é a primeira vez que um software captura a agenda do celular ou outros dados sem notificar o internauta, e os SMSs enviados não partem do próprio celular da vítima.

O pesquisador de segurança Charlie Miller já havia apontado a existência de meios para incluir códigos maliciosos na App Store por meio da criação de "falhas intencionais" em um aplicativo autorizado. Dessa forma, a Apple não poderia avaliar o código do software enviado para avaliação, já que o código malicioso seria baixado posteriormente.

Ao contrário do iOS, o Android, do Google, é capaz de executar programas fora do repositório oficial, o Google Play, e o Google não analisa cada software individualmente antes de ser colocado em sua loja de aplicativos. Em vez disso, o Google usa um software chamado Bouncer que analisa os apps no Google Play e remove aqueles que forem considerados "suspeitos" ou alerta a equipe técnica para a realização de uma análise manual. FONTE: G1

Veja última conversa entre pilotos do AF 447 registrada pela caixa-preta

O comandante e seu copiloto

Quatro segundos antes do Airbus da Air France bater contra o Oceano Atlântico em 2009, deixando 228 mortos, o copiloto menos experiente, Pierre-Cedric Bonin, de 32 anos, percebeu que o acidente era inevitável e disse: "Nós vamos bater! Isso não pode ser verdade".

A última conversa registrada pela caixa-preta na cabine foi divulgada nesta quinta-feira (5) pelo BEA (Escritório de Investigação e Análises) junto com o relatório final sobre a tragédia do voo AF 447. A investigação concluiu que falhas humanas e técnicas, como o congelamento dos sensores de velocidade pitot, o automatismo do Airbus, além de falhas no treinamento da tripulação e na coordenação da cabine, provocaram a tragédia. 

Nos segundos finais, Bonin passa o controle da aeronave para o copiloto mais experiente, David Robert, de 37 anos e com 6.547 horas de voo.

O comandante de bordo, Marc Dubois, de 58 anos e com quase 11 mil horas de voo, retorna à cabine do descanso durante a crise no voo e não assume os comandos.


Veja abaixo o último trecho da conversa entre os pilotos:

2h11min21 - Robert - Nós ainda temos os motores. O que está acontecendo (...)?
2h11min32 - Bonin - (...) eu não tenho mais os controles do avião. Eu não tenho nenhum controle do avião.
2h11min38 - Robert - Vire à esquerda
2h11min41 - Bonin - Eu tenho a impressão (que temos) a velocidade
2h11min43 - (Barulho de abertura da porta da cabine)
Dubois - O que vocês estão fazendo?
Robert - O que está acontecendo? Eu não sei, eu não sei o que está acontecendo
2h11min52 - Dubois - Então peguem os comandos logo
2h11min58 - Bonin - Acho que temos um problema, que tem muita variação.
Dubois - Sim.
Bonin - Não tenho mais nenhuma indicação
2h12min04 - Bonin - Tenho a impressão que nós estamos numa velocidade maluca, não? O que vocês acham?
2h12min07 - Robert - Não sei, mas não solte (...)
2h12min13 - Robert - O que você acha? O que você acha? O que devemos fazer?
2h12min15 - Dubois - Eu não sei. Está descendo.
2h12min26 - Robert - A velocidade?
2h12min27 - Robert - Você está subindo. Você está caindo, caindo, caindo
2h12min30 - Bonin - Mas eu estou caindo?
Robert - Caindo
2h12min32 - Dubois - Você está subindo
2h12min33 - Bonin - Eu estou subindo? Ok, então vou descer
2h12min42 - Bonin - Quanto subimos?
2h12min44 - Dubois - (...) não é possível!
2h12min45 - Robert - Como está a altitude?
Bonin - Estamos caindo ou não?
Robert - Agora você está caindo
Dubois - Coloque as asas na horizontal
Bonin - É o que estou tentando fazer
Dubois - Coloque as asas na horizontal
2h13min25 - Bonin - O que está havendo... Por que nós continuamos caindo?
2h13min28 - Robert - Tente encontrar um jeito de acionar os comandos lá pra cima, os principais etc.
2h13min36 - Bonin - Nove mil pés
2h13min39 - Robert - Sobe, sobe, sobe, sobe
2h13min40 - Bonin - Mas eu estou empinando já há algum tempo
Dubois - Não, não, não, não suba mais
Robert - Agora caindo
2h13min45 - Robert - Então me passe os comandos, me dê os comandos
2h13min46- Bonin - Siga, você tem o controle
2h14min05 - Dubois - Atenção, você está subindo.
Robert - Estou empinando?
Dubouis - Você está subindo
Bonin - Bem, é o que nós devemos fazer, estamos a 4 mil pés
2h14min18 - Dubois - Então puxa. Agora, tire!
2h14min19 - Bonin - Puxa, puxa, puxa, puxa
2h14min23- Bonin - Nós vamos bater! Isso não pode ser verdade...
2h14min25- Bonin - Mas o que está acontecendo?
2h14min28 - Fim das transmissões
FONTE: G1