sábado, 24 de novembro de 2012

Ex-boxeador morre aos 50 anos

Dramas infelizmente ocorrem no mundo do esporte e casos de violências tornam eventos em tragédias lamentáveis. O ex-pugilista Héctor Camacho foi a última vítima famosa desta triste estatística. Baleado em Porto Rico, ele teve os aparelhos desligados e a morte confirmada neste sábado (24), dois dias depois de ter morte cerebral constatada. Durante 30 anos de carreira, Camacho conquistou 79 vitórias (45 por nocaute), três empates e apenas seis derrotas, trajetória que lhe garantiu quatro cinturões mundiais. FONTE: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou sugestão: