sexta-feira, 15 de junho de 2012

Espanha está próxima de pedir socorro para pagar contas

A economia da Espanha, uma das mais atingidas pela crise na Europa, deu nesta quinta-feira mais um sinal fraqueza.

Os juros que a Espanha precisa oferecer para atrair o interesse dos investidores pelos títulos da sua dívida chegaram aos perigosos 7%, nível que indica que o país está próximo de pedir socorro internacional para pagar suas contas. Grécia, Irlanda e Portugal precisaram de ajuda quando seus juros chegaram a esses 7%.

Na quarta-feira (13), a agência de classificação de risco Moody’s rebaixou a nota espanhola – uma consequência do socorro de 100 bilhões de euros concedido aos bancos do país em dificuldades.

Na Itália, o primeiro-ministro Mario Monti enfrentou protestos violentos contra as medidas de austeridade. Ao receber o presidente da França, François Hollande, Monti declarou que os progressos feitos até agora não foram suficientes para proteger o euro.

A primeira-ministra Angela Merkel, líder da maior economia da Europa, disse que os países precisam cumprir as regras e acabar com o círculo vicioso da dívida e que a Alemanha é forte, mas a sua força não é infinita. O rigor alemão vai ser confrontado mais uma vez com a fragilidade da Grécia. No domingo (17), o país realiza novas eleições. A Europa espera, muito preocupada, os resultados de Atenas, que podem revelar o destino da moeda única europeia. FONTE: JORNAL NACIONAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou sugestão: