terça-feira, 2 de agosto de 2011

TAM usa pilotos reprovados no inglês em voo ao exterior

A TAM decidiu liberar pilotos reprovados em teste de inglês a trabalhar em voos internacionais --o que contraria regulamentos de aviação brasileiro e internacional.
A decisão da TAM ocorreu após 13,8% dos seus cerca de 370 pilotos de voos internacionais terem sido reprovados em um teste de revalidação de inglês em abril e maio.
A empresa, no entanto, diz que os reprovados só operam quando a aeronave está em território nacional e que, ao entrar no exterior, outro piloto assume o posto. Segundo a TAM, o índice de reprovados caiu para 5%, após parte deles se submeter a novos testes.
Uma ordem mal compreendida em inglês contribuiu para a colisão entre dois aviões em pleno ar na Índia, em 1996. O piloto de uma das aeronaves descera a um nível diferente daquele autorizado pela torre de controle. Morreram no acidente 349 pessoas.
Para a Anac, o 'objetivo' da norma que exige nível mínimo do idioma não foi desrespeitado, em razão de o piloto reprovado trabalhar apenas em território nacional. A FAA (agência americana) e a Easa (europeia), onde estão oito dos 19 destinos internacionais da TAM, investigam o caso. FONTE: FOLHA ONLINE