sexta-feira, 13 de maio de 2011

Nome de mulher que recebeu milagre de Irmã Dulce é revelado

A identidade da mulher que teria recebido o milagre analisado e validado pelo Vaticano, enquanto peça fundamental do processo de beatificação de Irmã Dulce, foi divulgada na manhã desta sexta-feira, 13, durante uma coletiva de imprensa, na Igreja da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em Salvador (BA).
Cláudia Cristiane Santos de Araújo, de 42 anos, mora na cidade de Malhador, no interior de Sergipe, e trabalha na prefeitura do município. Casada com o motorista de caminhão, Francisco Assis de Araújo, recebeu a graça no dia 10 de janeiro de 2001, enquanto apresentava um quadro de forte hemorragia não controlável ao dar à luz Gabriel, o segundo filho do casal. A perda de sangue começou ainda no trabalho de parto e, num período de 18 horas, a parturiente passou por três cirurgias sem que o sangramento cessasse. Contudo, sem nenhuma intervenção médica, a hemorragia parou subitamente e a paciente se recuperou de forma inexplicável, do ponto de vista médico. Conforme relatos da época, o fim do sangramento ocorreu no mesmo instante em que um grupo de oração pedia a intercessão de Irmã Dulce em favor de Cláudia. Na entrevista coletiva, o cirurgião e perito médico Sandro Cal Barral afirmou que a mulher foi examinada por mais de 10 médicos no Brasil e por seis especialistas na Itália e ninguém teve explicação científica para a recuperação da paciente. Participaram da coletiva, o padre José Almi de Menezes, que comandou a corrente de oração pela cura da paciente; a diretora da Maternidade São José, local onde ocorreu o milagre, Irmã Augustinha Ferreira Santos; e o perito médico, Sandro Cal Barral. A caminho da santidade - As gestões oficiais para a instalação do processo de beatificação e canonização de Irmã Dulce foram iniciadas em 1999, com a concessão do 'Nihil Obstat', documento que a Santa Sé disponibiliza decretando não existir impedimento para a introdução da causa. Em 2000, foi realizada a abertura do Processo Canônico sobre a sua vida, virtudes e fama de santidade. A graça obtida pela intercessão de Irmã Dulce, em 2003, foi examinada primeiramente no Brasil e reconhecida pelos peritos médicos como um caso que não pôde ser explicado pelos meios da ciência. Os peritos e os cardeais da Congregação para as Causas dos Santos foram unânimes no reconhecimento deste milagre, constando que se tratava de um caso extraordinário de cura. Em abril de 2009, foram reconhecidas suas virtudes heroicas e ela foi declarada Venerável pelo Vaticano. Em junho de 2010, seu corpo foi exumado e transferido junto às suas relíquias, últimos atos antes da beatificação – que acontece no próximo dia 22, em Salvador (BA). Novena de Irmã Dulce - Já está disponível para download a novena de Irmã Dulce. O material é composto de nove encontros de oração que apresentam a vida da religiosa como exemplo para quem busca um encontro íntimo com Deus. Segundo a Arquidiocese de Salvador (BA), a novena deve ter seu início sempre no dia 13, terminando no 21 de cada mês. FONTE: CANÇÃO NOVA NOTÍCIAS

Manaus terá contador de mortes no trânsito

Um totem eletrônico irá exibir a contagem de vítimas fatais em acidentes provocados no trânsito a partir da próxima segunda-feira, 16 de maio, às 9h. O equipamento será instalado no encontro das avenidas Torquato Tapajós e Senador Raimundo Parente, em Manaus, pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).
A medida é mais uma ação integrante da Década Mundial de Ações de Segurança no Trânsito, cujo objetivo é reduzir à metade o número de mortes no trânsito em 160 países até 2020. A intenção, informa a diretora-presidente do Detran-AM, Mônica Melo, é sensibilizar os usuários da vias por meio da atualização constante de dados referentes à quantidade de vidas perdidas diariamente. Idealizado pelo movimento “Chega de Acidentes” e presente em mais sete cidades, o painel irá atualizar, automaticamente, os números nacionais de falecimentos e internações – utilizando o marco inicial da campanha (18 de setembro de 2009) –, informações de mortalidade e morbidade (feridos internados) e frases de impacto elaboradas pelo Governo do Amazonas. “Esperamos que a população possa visualizar melhor o que é o trânsito brasileiro. Da mesma forma pela qual nos sensibilizamos com a queda de um avião com 100 pessoas, no trânsito essa é a média de perdas que, infelizmente, acontecem todos os dias”, explica a titular do Detran-AM. Já para este ano, Mônica Melo espera alcançar ao menos a redução de 10% dos indicadores de acidentes fatais ocorridos nas vias de Manaus em relação ao ano passado. “É uma meta ousada, não é fácil, mas, se as pessoas se conscientizarem e, por consequência, se mobilizarem, nós teremos sucesso”. De acordo com Mônica Melo, o local que irá abrigar o totem foi selecionado devido ao fato de a avenida Torquato Tapajós apresentar um dos maiores índices de acidentes no Estado e, também, porque faz a ligação entre outras duas rodovias, a AM-010 (estadual) e a BR-174 (federal). FONTE: D24AM

Justiça determina prisão do pai de Eliza Samudio em Foz do Iguaçu (PR)

A Justiça determinou na tarde desta quinta-feira (12), a prisão do pai de Eliza Samudio, Luiz Carlos Samudio, em Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná. O mandado foi assinado pela juíza substituta da 1º Vara Criminal da cidade, Luciana Assad Luppi Ballalai, depois que um pedido de recurso ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi negado.
Em 2005, o pai de Eliza foi condenado a oito anos de prisão, em regime fechado por atentado violento ao pudor contra uma menina de 10 anos, que supostamente seria a filha dele. O crime teria acontecido em 2003. O advogado de Luiz Carlos, Sérgio Barros, recorreu à sentença várias vezes e Luiz Carlos, aguardava a decisão em liberdade. Em entrevista ao G1, Barros disse que no dia 16 de julho de 2010, a filha mais nova de Luiz Carlos, irmã por parte de pai de Eliza Samudio, fez uma declaração inocentando o pai. A declaração não foi acatada pelos juízes e a decisão foi mantida. Mesmo assim, o advogado de defesa informou que já entrou com um novo recurso no STJ. O mandado de prisão pode ser cumprido a qualquer momento. Caso Eliza Samudio - Eliza Samudio desapareceu em junho de 2010, em Minas Gerais. Há suspeitas de que o ex-goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes de Souza, estaria envolvido na morte não comprovada da ex-namorada, que tentava provar na Justiça que ele era pai de seu filho. FONTE: G1

Vice-diretora baiana é exonerada por questionar opção sexual de aluno

Foi exonerada do cargo nesta sexta-feira (13) a vice-diretora da Escola Estadual Armandina Marques, Margnólia Oliveira, que perguntou a preferência sexual de um aluno de 11 anos. “A orientação repassada a todos os gestores de escolas públicas é de atuação pedagógica na perspectiva de construção do indivíduo e sua cidadania, com inclusão social, de gênero e de respeito à diversidade”, informa nota da Secretaria de Educação do Estado da Bahia.
A ex-gestora Magnólia suspendeu o aluno por dois dias após ter flagrado a criança, segundo ela, “fazendo ousadia e indecência” com um colega, na última sexta-feira (6). “Eu estava balançando a cabeça de um colega e a vice-diretora perguntou se eu gostava de homem ou de mulher”, relata a criança. O tal colega não foi suspenso porque a então vice-diretora compreendeu que ele estava sendo assediado. Magnólia ainda escreveu uma carta para a mãe do garoto o chamando de “menino indecente” e repetindo a pergunta sobre a preferência sexual. “Ela perguntou a ele se preferia o sexo feminino ou masculino e no final me mandou prestar atenção no meu filho. Eu acho que nessa carta, ela afirmou o que disse ao meu filho. Porque ela me mandou prestar atenção nele? Eu sei o sexo dele. Ele é uma criança!”, desabafou a mãe do garoto, que não quis se identificar. Em entrevista à TV Bahia na última quinta-feira, Magnólia admitiu que fez o questionamento para a criança. “Meu filho, como é que você faz um negócio desses? Você gosta de homem ou de mulher? Você é uma criança!. Eu redigi para que a mãe conversasse com seu filho”, explicou a diretora. Magnólia é concursada e continua na Secretaria da Educação, atuando como professora. FONTE: G1

Bin Laden escolheu esposa de 18 anos por ser 'religiosa' e ter 'boa moral', diz intermediário

O homem que supostamente intermediou o casamento – o xeque Rashad Mohamed Saeed Ismail, um membro da Al-Qaeda no Iêmen – disse ao jornal, por telefone, como foi a escolha da noiva.
"Eu disse, e como seria a cara dela?", afirmou o xeque, segundo o jornal. "E ele respondeu: uma mulher religiosa, com valores morais, e de uma família decente." Segundo o xeque, casar-se com uma iemenita era, na visão de Bin Laden, uma forma de forjar uma aliança com suas raízes. A conversa entre o líder da Al-Qaeda e Ismail teria se dado no Afeganistão em 1999. Na entrevista que deu ao Yemen Times, o xeque disse que foi naquele país que eles se casaram, no ano 2000. "Eu a conhecia. Ela era uma garota calma e não falava muito. Ela era muito religiosa e espiritual", disse Ismail, que vive na cidade de Ibb, no Iêmen, onde a família da noiva continua vivendo. No ano seguinte, após os atentados de setembro de 2001 nos Estados Unidos, Bin Laden e Al-Sadah tiveram uma filha. Viúva - A esposa estava na residência de Abbottabad, no Paquistão, onde Bin Laden foi localizado e morto por forças especiais dos Estados Unidos. Ela era a mais jovem das cinco mulheres do líder da Al-Qaeda. Segundo a descrição do porta-voz da Casa Branca, a esposa teria se interposto entre o marido e as tropas americanas, e levado um tiro na perna. Mas não morreu. Em entrevista ao Yemen Times, o vice-embaixador do Paquistão no Iêmen disse que a viúva será enviada de volta para o Iêmen. De acordo com o diplomata, os parentes de Bin Laden serão enviados para os seus países de origem tão logo sejam liberados dos interrogatórios conduzidos pelas forças de segurança paquistanesas. Segundo informações da rede de TV CNN, Al-Sadah teria dito aos investigadores que vivia por cinco anos com Bin Laden na residência de Abbottabad. No mesmo local, viviam oito filhos de Bin Laden e cinco de outra família. Um porta-voz das forças de segurança do Paquistão disse ao canal que a mulher quase não saía de casa. Em entrevista à CNN, um parente da jovem esposa, Ahmed, disse que o governo iemenita tem pressionado a família a evitar falar com a imprensa sobre o líder da Al-Qaeda. Ahmed, que disse conhecer Al-Sadah desde pequena, afirmou que a família é conservadora, mas nunca havia demonstrado visões extremistas como a de Bin Laden. De suas cinco esposas, acredita-se que o líder da Al-Qaeda tivesse no total pelo menos 20 filhos. FONTE: BBC BRASIL