terça-feira, 20 de setembro de 2011

Polícia impede desembarque de nigerianos escondidos em navio

A Polícia Federal (PF) impediu nesta terça-feira (20) o desembarque de nove nigerianos no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná. Eles estavam escondidos no leme de um navio turco que saiu da Nigéria em 4 de setembro. O comandante só descobriu a presença dos clandestinos no dia 15. Os nigerianos estão bem e abrigados no próprio navio.


“A lei do Estatuto do Estrangeiro não determina que eu autorize o desembarque e eu não posso colocar a sociedade em risco”, afirmou ao G1 o delegado da PF Jorge Fayad. Segundo Fayad, a vida pregressa dos estrangeiros não é conhecida, eles podem estar infectados com alguma doença contagiosa ou podem provocar transtornos à comunidade de Paranaguá, como de acordo com o delegado, ocorreu em outra situação cujo desembarque foi autorizado.

O delegado lembrou ainda que é recorrente casos de clandestinos que entram no país para trazer drogas ou levar entorpecentes para outras nações.

Multa
A empresa marítima foi multada em R$ 827 e é responsável pelo retorno dos nigerianos. De acordo com Jorge Fayad, quando a tripulação sair do território brasileiro deve levar os clandestinos. “A rigor, se eles entraram no navio, houve uma falta de vigilância, então, eles têm que solucionar este problema”, complementou o delegado.

O navio veio ao Brasil para buscar 47 mil toneladas de farelo de soja. A previsão é a de que o navio deixe Paranaguá no sábado (24). FONTE: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou sugestão: