sábado, 26 de maio de 2012

Novos cálculos sugerem que astros parecidos com a Terra são raros

Uma nova análise, feita com base nos dados do satélite caçador de planetas Kepler, sugere que ainda estamos bem longe de encontrar um gêmeo perfeito da Terra.

A conclusão a que chegou John Rehling, cientista da computação do Dartmouth College e da Universidade de Indiana que já trabalhou para a Nasa, é desanimadora.

Segundo ele, das 156 mil estrelas que o Kepler monitora em busca de planetas, apenas 27 devem ter uma Terra legítima, em termos de tamanho e órbita. O que significa dizer que será preciso um pouco de sorte para que alguma delas seja encontrada.

De cara, ele confirma o que os cientistas envolvidos com o Kepler têm dito a cada nova divulgação de dados: "Estamos encontrando cada vez mais planetas pequenos como o nosso e cada vez mais planetas suficientemente afastados de suas estrelas".

O problema é que, depois de uma análise estatística rigorosa, Rehling percebeu que há um senão desagradável nessa informação: em geral, quando o planeta tem o tamanho da Terra, não tem órbita similar, e vice-versa.

Antes de mais nada, é importante qualificar os dados em que a análise se baseia. O Kepler detecta planetas pelo método do trânsito (que enxerga a passagem do planeta na frente de sua estrela). Ele tem limitações na detecção de sinais e precisa de múltiplas ocorrências para confirmar a presença de um astro.

Então, as toneladas de potenciais trânsitos detectados são tratadas, em geral, como "candidatos a planeta".

Por isso, Rehling teve de partir da premissa de que os candidatos, embora certamente não sejam todos reais, são proporcionalmente representativos do que de fato é real.

Em seguida, ele tratou de criar fatores que compensam os vieses observacionais do próprio satélite, que tende a observar mais planetas mais próximos e maiores.

Enfim, criou uma tabela que mostra como se distribuem os planetas segundo porte e período orbital (quanto tempo levam para dar uma volta em torno da estrela).

TÍPICO E ATÍPICO "No geral, vemos que o Sistema Solar é qualitativamente típico ao ter planetas maiores mais afastados [do Sol] que os menores", diz Rehling.

"Contudo, ele é quantitativamente atípico. Embora o Kepler nos mostre que há quase certamente vários planetas em cada estrela, ele também indica que o Sistema Solar tem uma distribuição bizarramente espalhada quando comparada à de sistemas planetários típicos."

O resultado, se estiver correto, levará a humanidade a refletir um pouco mais sobre o real significado do "princípio copernicano".

Assim chamado por fazer referência à teoria de Nicolau Copérnico, que no século 16 colocou a Terra apenas como um planeta girando ao redor do Sol (em vez de ser o centro do Universo, como se achava), o princípio postula que não há nada de especial em relação ao nosso planeta, se comparado à média cósmica.

Entretanto, se as condições terrestres são raras na escala astronômica (um punhado de planetas para cada centena de milhares de estrelas), o Sistema Solar, apesar de ser apenas um de muitos, passa a ser um lugar interessante.

Os astrônomos ainda pedem cautela antes que se tire qualquer conclusão do tipo. "Penso que há que se tomar muito cuidado com esse tipo de extrapolação", diz Eduardo Janot Pacheco, astrônomo da USP e da equipe do Corot (satélite europeu caçador de planetas, rival do Kepler).

Ele aponta que há muitas restrições à detecção de planetas pequenos em órbitas largas para levar a sério as estatísticas. "Temos de esperar a nova geração de satélites para ter alguma segurança."  FONTE: FOLHA.COM

Brasil registra droga anti-HIV testada como método de prevenção

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) registrou um novo medicamento para tratar e prevenir a infecção pelo HIV em populações de risco.

Após ter passado pelo crivo do órgão regulador, há duas semanas, o remédio, chamado de Truvada, também precisa ser avaliado pelo Ministério da Saúde antes de ficar disponível no mercado.

Se a liberação ocorrer, o produto pode ser incluído na lista de opções gratuitas oferecidas aos pacientes do SUS.

Como o custo do tratamento é alto, até mesmo usuários da rede privada acabam recorrendo aos hospitais públicos para receber a medicação.

Segundo o fabricante, a Gilead Sciences, o remédio ajuda a impedir a proliferação do HIV no organismo.

Não se trata de cura, mas há grande expectativa sobre o poder da droga, principalmente depois que estudos mostraram sua eficácia para prevenir o contágio.

Há duas semanas, consultores da FDA, órgão americano que regula alimentos e medicamentos, recomendaram a adoção do remédio. No Brasil, a palavra final será dada por especialistas do governo, que ainda devem se reunir. FONTE: FOLHA.COM

VALE A PENA: ‘Reinvenção do mouse’ custa US$ 70 e deve sair ainda em 2012

Um dispositivo que promete aposentar o mouse deve chegar entre dezembro deste ano e fevereiro do ano que vem (e já está à venda).

O Leap, desenvolvido por uma pequena empresa californiana, é um periférico do tamanho de um iPod que se conecta a computadores por USB.

A companhia diz que o produto, que deve ter as primeiras unidades entregues a partir de dezembro, é “200 vezes melhor” que o que existe no mercado hoje (leia-se Kinect).

Em seu site, a Leap Motion afirma que eles estão “mudando o mundo”, já que a “reinvenção do mouse” prescinde de manual de instruções –e tem “possibilidades infinitas”.

Apesar de exagerar nas palavras, o vídeo de divulgação que a empresa publicou em seu blog impressiona, de fato.

O pessoal da Wired fez uma análise “hands on” do Leap e fez comentários elogiosos, publicado junto com um vídeo que comprova as capacidades do sensor.

O envio internacional, disponível para o Brasil, custa outros US$ 13, totalizando cerca de R$ 170 –o que soa bastante razoável. FONTE: BLOG DE TEC

Enrique Iglesias renuncia herança de seu pai estimada em 5 bilhões de dólares

Mais do que o sucesso que alcançou no Brasil, o cantor romântico Julio Iglesias (68) é um dos homens mais poderosos da Espanha. Detentor da nona maior fortuna de seu país estimada em cerca de 5,2 bilhões de dólares, segundo dados do livro Riquíssimos, escrito pelo jornalista Jesus Salgado, Julio é dono da terceira parte de Punta Cana (na República Dominicana), além de grandes residências e outros patrimônios.

Toda esta fortuna seria dividida entre seus oito filhos, de acordo com os desejos do cantor. Acontece que seu herdeiro mais famoso, o também cantor Enrique Iglesias (37), não está nem aí pra isso. Portanto, os bilhões de Julio Iglesias serão divididos apenas entre seus outros sete filhos.

De acordo com a imprensa espanhola, Enrique Iglesias não quer saber do dinheiro do pai e se considera financeiramente independente de Julio. “Sua relação com o pai nunca foi das melhores, eles ficam anos sem conversar, nem mesmo por telefone. Enrique sente que fez sua carreira sem a ajuda dele, e por isso não quer seu dinheiro agora”, revelou uma fonte próxima ao jovem cantor. FONTE: CARAS ONLINE

quarta-feira, 23 de maio de 2012

O GATO COMEU: Justiça tenta bloquear contas bancárias de Roberto Carlos e só encontra R$ 7,02

A Justiça do Trabalho tentou bloquear, no último dia 17, R$ 360,3 mil das contas bancárias no Brasil do lateral Roberto Carlos, atualmente defendendo o time russo Anzhi, para o pagamento de uma dívida trabalhista reconhecida pela Justiça em 2007. O valor seria para pagar as verbas salariais e indenizatórias devidas por uma das empresas do ex-jogador, a RCS Empreendimentos, a uma ex-funcionária da companhia.

A ordem de bloqueio ocorreu depois de a Justiça ter tentado, sem sucesso, cobrar a dívida no âmbito da pessoa jurídica da empresa devedora, mas não encontrou bens no nome da entidade para penhorar e realizar o pagamento. A partir daí, a Justiça do Trabalho foi em busca do patrimônio dos proprietários, que são Roberto Carlos e seu pai, Oscar Pereira da Silva.
Acontece, porém, que o Banco Central, cumprindo a determinação judicial, fez uma busca pelos valores nas contas bancárias de Roberto Carlos, e acabou por encontrar apenas R$ 7,02, em uma conta do banco Itaú. O valor foi bloqueado e seguirá para uma conta da Justiça. Em outra conta do atleta, no banco Santander, o saldo encontrado pela Justiça foi de R$ 0.

Além disso, foram bloqueados os valores constantes em uma conta do pai do jogador, Oscar Pereira da Silva: R$ 3.191,82. Já nas contas da RCS Empreendimentos, foram encontrados apenas R$ 2, que também foram bloqueados.

Como os valores estão longe de serem suficientes para pagar toda a dívida trabalhista, a Justiça agora vai partir para o patrimônio de Robertos Carlos. Até o final desta semana, o juiz do Trabalho Renato Sabino Carvalho Filho irá determinar que seja bloqueada a propriedade de veículos e imóveis jogador, além de ordenar a quebra de sigilo fiscal de Roberto Carlos e a inclusão de seu nome no Cadastro Nacional dos Devedores Trabalhistas, conforme descreve a decisão do magistrado:

"Se a diligência (nas contas bancárias do atleta) restar negativa, prossiga-se a execução com a expedição de ofícios à DRF para a quebra do sigilo fiscal, Renajud, bloqueando-se de imediato os veículos para circulação, transferência e licenciamento, Corregedoria Geral dos Cartórios para pesquisa acerca da existência de propriedade imobiliária e Cadastro Nacional de Devedores Trabalhistas (CNDT)"

Entenda o caso - No último dia 17, a Justiça do Trabalho determinou o bloqueio de R$ 360,3 mil das contas bancárias do lateral Roberto Carlos, atualmente defendendo o time russo Anzhi. O juiz do trabalho Renato Sabino Carvalho Filho, de São Paulo, determinou a penhora online deste montante para o pagamento de uma dívida trabalhista reconhecida pela Justiça em 2007.

A autora da ação judicial, cujo nome não foi divulgado, exigia nos tribunais o reconhecimento de vínculo empregatício com a empresa RCS Empreendimentos e Participações, de que Roberto Carlos é proprietário, junto com seu pai, Oscar Pereira da Silva. A notícia foi primeiramente divulgada pelo site Consultor Jurídico.

Em 2007, a decisão judicial determinou que fosse pago a ex-funcionária R$ 183 mil. A partir daí, deu-se início ao processo de execução da sentença. Desde então, a Justiça vem tentando encontrar bens da RCS Empreendimentos para ordenar o pagamento da dívida. Os técnicos do Judiciário detectaram que não havia nenhum bem para penhorar da RCS, impossibilitando que se executasse a sentença.

O advogado da ex-funcionária, Ricardo Amin Abrahão Nacle, alegou que os proprietários da empresa estavam impedindo a execução da sentença através de "ocultação de patrimônio". O juiz, então, acatou os argumentos da autora da ação judicial, recalculou a dívida em valores atuais e determinou a penhora online de bens de Roberto Carlos. FONTE: UOL ESPORTE

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Após sair do coma, Pedro permanece na UTI e aponta dor na perna

Pedro Leonardo Dantas da Costa, filho do cantor sertanejo Leonardo, continua internado na UTI do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Ele acordou do coma na noite de ontem e reclamou de uma forte dor na perna, onde sofreu uma fratura no acidente de carro ocorrido no dia 20 de abril.

O último boletim médio divulgado pelo hospital aponta que Pedro "apresenta melhora progressiva neurológica, está acordado, tem movimentos voluntários e apresenta sinais de comunicação". Segundo a assessoria de Leonardo, ele reconheceu a mãe, e até respondeu a algumas perguntas dos médicos.

Pedro deve ser submetido a uma nova cirurgia --na perna-- ainda nessa semana. Segundo a equipe médica, ainda é cedo para saber o estado do cantor e se o acidente deixará sequelas.

No microblog Twitter, a mulher de Pedro, Thaís Gebelein, agradeceu a Deus pela melhora do jovem.

No dia 12, ele já tinha sido submetido a uma
cirurgia no abdome. Segundo os médicos, a cirurgia serviu para para ressuturar (ou fechar) a parede abdominal. A equipe avaliou na ocasião que o quadro clínico do jovem era estável, "com evolução favorável da função neurológica".

Antes disso, ele havia passado por uma cirurgia no dia do acidente e por uma
traqueostomia após ser transferido para São Paulo.

Pedro, que integra a dupla Pedro e Thiago, havia feito um show em Uberlândia (MG) e dirigia sozinho em direção à cidade de Goiânia, quando seu carro capotou. Nenhum outro veículo se envolveu na batida. As circunstâncias do acidente ainda estão sendo investigadas. FONTE: FOLHA.COM

sábado, 19 de maio de 2012

Tremor de terra assusta moradores de Montes Claros, em Minas

Um tremor de terra ocorrido na manhã deste sábado na cidade mineira de Montes Claros (418 km de Belo Horizonte) assustou moradores e causou rachaduras em pelo menos um edifício.

O Corpo de Bombeiros disse ter recebido centenas de ligações após o tremor, que ocorreu por volta das 10h40. Não há registro de vítimas.

A reportagem não conseguiu entrar em contato com o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília para saber a magnitude e a extensão do tremor.

Segundo os bombeiros, os moradores relataram a queda de objetos no interior das moradias além de pequenos danos nos imóveis.

Muitas pessoas também queriam saber se havia a possibilidade de réplicas e se poderiam permanecer em casa.

O prédio de quatro andares onde funciona o Shopping Popular, no centro da cidade, sofreu rachaduras e os danos ainda são avaliados pela Defesa Civil.

Segundo os bombeiros, os tremores de terra são comuns em Montes Claros. No dia 2 de abril deste ano, foram registrados três tremores durante a madrugada. O mais intenso ocorreu em 1985. FONE: FOLHA.COM

Cidades adotam lei contra fila em caixas

É lei em algumas cidades brasileiras: a espera em filas de supermercados tem limite e a loja que descumprir a regra paga multa.

Em Araraquara, interior de São Paulo, a norma entrou em vigor em abril. Campina Grande e João Pessoa (Paraíba) adotaram o procedimento há mais tempo --em 2010 e 2005, respectivamente.

Em São Paulo, há projetos similares tramitando na Câmara Municipal e na Assembleia Legislativa.

Os limites de espera variam conforme a cidade e o período do mês: vão de 20 minutos até 50 minutos. O valor das multas também oscila de acordo com o município, de R$ 400 a R$ 6 milhões.

A tolerância é mais longa nos dias em que os consumidores recebem salário, nas vésperas de feriados e em temporada de promoções --o que aumenta o movimento nos supermercados.
Além de limitar a espera, as leis estipulam outras medidas para melhorar o atendimento ao cliente.

Araraquara exige um percentual mínimo de caixas funcionando conforme o tamanho do estabelecimento.

"Tínhamos problema principalmente em grandes redes, com esperas de até uma hora mesmo em filas preferenciais", diz o vereador João Farias (PRB), autor da lei.
"As normas estão em vigor há pouco mais de um mês. Por enquanto, os estabelecimentos têm respeitado."

Em Campina Grande, cuja lei também vale para lojas de departamentos e agências bancárias, os comerciantes ficam obrigados a oferecer água e banheiros gratuitamente aos consumidores.

Kátia de Monteiro e Silva, coordenadora-executiva do Procon da cidade paraibana, diz que o atendimento melhorou, embora esteja "longe do ideal." Desde 2005, quando a norma entrou em vigor, foram aplicadas 62 multas a supermercados. Nenhuma foi paga ainda, pois as empresas recorreram na Justiça e os processos estão em análise.

MUITO LONGO Na avaliação de Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Proteste, associação de defesa do consumidor, a espera máxima permitida pelas leis é longa demais.

"As lojas deveriam tomar uma atitude bem antes que a demora nas filas chegasse a meia hora", diz.

"Os consumidores que se sentirem desrespeitados devem mudar o local da compra. Esse tipo de atitude força a melhora do atendimento." FONTE: FOLHA.COM

Dilma veta venda de medicamentos em supermercados

O Diário Oficial da União publicou nesta sexta-feira (18) o veto da presidenta Dilma Rousseff à venda de remédios que não exijam prescrição médica em supermercados, armazéns, empórios, lojas de conveniência e similares.

De acordo com o texto, a liberação dificultaria o controle sobre a comercialização, assim como poderia estimular a automedicação e o uso indiscriminado, prejudicando a saúde pública. A decisão considerou a análise dos ministérios da Saúde e da Justiça.

A possível liberação da venda de medicamentos sem prescrição em supermercados preocupou o setor farmacêutico. O Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de São Paulo (Sincofarma) ameaçou recorrer ao Judiciário, caso a presidenta não vetasse parte do Projeto de Lei de Conversão (PLV) 7/2012.

O projeto é oriundo da Medida Provisória 549/2011, que trata de isenção de impostos sobre produtos destinados a pessoas com deficiência, e que previa, no Artigo 8º, a ampliação da permissão de venda.

O presidente do Sindicato das Farmácias do Distrito Federal, Felipe de Faria, disse que a decisão dará mais segurança para o consumidor na hora de comprar o medicamento, porque ele poderá ter a orientação de um farmacêutico. “O supermercado vende alimento, a farmácia vende remédio.” FONTE: AGÊNCIA BRASIL

Marcha da Maconha espera reunir mais de 5.000 hoje na avenida Paulista

Depois de cidades como Rio de Janeiro e Belo Horizonte, neste sábado (19) é a vez de São Paulo sediar a Marcha da Maconha 2012, no vão do Masp (Museu de Arte de São Paulo), na avenida Paulista, região central. A manifestação pede a legalização da droga; no final do ano passado, o STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu sobre a legalidade desse tipo de manifestação. 

A concentração para a marcha em São Paulo começa às 13h, com saída prevista para as 16h20. Além da capital paulista, a marcha acontece hoje também nas cidades de Curitiba (PR), Manaus (AM), Petrópolis (RJ) e Salvador (BA).

Com o lema “Basta de guerra: por outra política de drogas", a marcha paulistana espera que este ano o número de participantes supere os 5.000 do ano passado. Além da Paulista, a manifestação deve percorrer as ruas Augusta, Dona Antônia Queiroz e Consolação, até chegar à avenida Ipiranga e terminar na Praça da República.

“Tivemos financiamento de R$ 15.760 de adeptos da ideia e queremos fazer uma marcha bem bonita e pacífica. E como a decisão do STF já vem sendo difundida desde 2011, esperamos que de fato venha mais gente que no ano passado”, afirmou Rodrigo Vinagre, um dos organizadores do movimento.

Segundo Vinagre, os participantes têm sido orientados, via redes sociais, a não consumirem droga durante o ato. “Fizemos uma comissão de segurança para prestar essas orientações. Também pedimos e vamos pedir de novo que os participantes não provoquem policiais, guardas civis nem reajam a provocações de agitadores contrários à marcha”.

O coordenador disse também que órgãos como Polícia Militar e CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) foram notificados sobre a marcha, que, amanhã, acontece também nas cidades de Aracaju (SE), Atibaia, Jundiaí (SP), Natal (RN) e Recife (PE). Entre maio e junho, a marcha deverá ser realizada em 37 cidades brasileiras. FONTE: UOL

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Hospital diz que degola de bebê morto é procedimento padrão; caso gerou polêmica no SE

Alcilene Amorim acusa o hospital
de ter matado seu bebê
A direção da Maternidade Santa Izabel em Aracaju (SE) esclareceu que fez um procedimento padrão quando arrancou a cabeça de um bebê, ainda dentro da barriga da mãe, para depois fazer uma cesariana para a retirada do corpo, já que o bebê estava morto. A dona de casa Alcilene Amorim, 22, acusa o hospital de matar e decepar a cabeça de seu filho.

Segundo a diretora clinica da maternidade, Débora Leite, a gestante teria chegado ao local no final da noite da segunda (13) em trabalho de parto. A equipe médica não teria ouvido os batimentos cardíacos da criança ao realizar os exames preliminares, o que é negado pela mãe. A diretora afirmou que os médicos informaram à paciente que a criança estaria morta.

Como a criança já estaria morta para os médicos, foi aconselhável fazer o parto normal, para não oferecer risco de infecção generalizada na mãe com a cesariana. Entretanto, ao tentar fazer o parto, três obstetras perceberam que o bebê era muito grande e não conseguiram retirá-lo. Assim, foi necessário extrair a cabeça e fazer a cesariana para retirar o restante do corpo. O bebê pesaria seis quilos segundo os médicos.

“Eles (obstetras) tentaram várias vezes retirar o bebê do modo convencional, mas como o feto estava com a cabeça ‘macerada’ (podre, amolecida) usaram uma técnica utilizada em casos raros como este e extraíram a cabeça do corpo do bebê”, explicou a diretora, reforçando que este é um procedimento técnico na área de obstetrícia.

Para o ginecologista e obstetra Manoel Marcos este era o procedimento aconselhável: “nesse procedimento de parição e estando a criança já morta comprovadamente, é aconselhado fazer a degola” explicou.

“Como a criança morta, naturalmente, não ajuda muito a nascer, então, em função do beneficio maior da saúde da mãe é feito esse procedimento clinico”, finalizou, ressaltando que ficou sabendo do caso pela imprensa.

A versão da famíliaA família da dona de casa denunciou que, por erro médico, os obstetras teriam decepado a cabeça do bebê durante o parto. "O médico foi ouvir os batimentos cardíacos do bebê, mas disse q não foi possível por conta da minha gordura. Então ele fez o exame do toque e pediu que o parto fosse feito imediatamente", contou Alcilene, que mora em um pequeno imóvel na zona norte da capital sergipana com mais três filhos e o marido. A criança levaria o nome de Neymar Jefferson, em homenagem ao jogador do Santos.

Ela contou que durante o trabalho de parto, cinco médicos foram tentar ajudá-la e dois deles até subiram em cima dela. Ela disse que teria ouvido um estalo e logo em seguida ouviu um dos médicos lamentado pelo ocorrido. "Ele que tentou puxar o meu filho e arrancou a cabeça dele. Até outro doutor que estava do meu lado perguntou o que ele tinha feito e chamou ele de doido", afirmou Maria.

Alcilene disse que teria questionado um dos médicos se a criança estava viva e ele teria respondido apenas que o importante era salvar vida da mãe. “Eu tive uma gravidez normal e fiz meu pré-natal, há duas semanas fui ao médico e estava tudo bem... no domingo eu e minha sogra sentimos o bebê mexendo, ele não estava morto. Agora eu quero justiça", protestou.

A diretora da maternidade negou a versão da mãe e disse que ela estava ciente de todo o procedimento e que a mesma teria dito aos médicos não ter sentido o movimento da criança há cerca de três dias antes do parto. FONTE: UOL

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Celular falha e casal idoso morre sem conseguir chamar socorro após acidente nos EUA

Madeleine e Arthur Morris morreram tentando
conseguir socorro pelo celular
Um casal de idosos cujo carro caiu em um barranco nas Montanhas Catskill (EUA) tentou ligar para o serviço de resgate pelo celular, mas o sinal fraco da rede impediu que fossem salvos a tempo, segundo informações do “Mashable”.

O casal Arthur, 88, e Madeleine Morris, 89, sofreu um acidente em uma estrada a caminho de sua casa de férias, em Catskill, no Estado de Nova York. O carro capotou em uma ribanceira. Eles tentaram ligar cinco vezes para o 911 (número de emergência nos Estados Unidos) e fizeram outras chamadas para o filho e um vizinho. Mas as ligações falharam devido ao sinal fraco da rede celular na área rural.

Investigadores disseram que Arthur Morris tentou sair do carro, mas ficou preso entre o chão e a porta, morrendo asfixiado. A mulher dele conseguiu sair do veículo, tentou novamente ligar para o socorro pelo celular, mas a chamada não foi completada. Ela ainda caminhou até a casa de um vizinho, mas não havia ninguém lá. Ela morreu naquela noite por hipotermia.

De acordo com o site “CNET”, o neto do casal havia comprado o celular da operadora AT&T para os avós, com a expectativa que a rede celular da empresa tivesse uma boa cobertura na área de Catskill -- a companhia é uma das maiores em Telecomunicações nos Estados Unidos. No entanto, moradores da área afirmam que nenhuma operadora oferece sinal regular nas imediações.

A AT&T, em nota, prestou condolências à família Morris e afirmou que a cobertura da rede celular em áreas montanhosas e remotas é “um desafio à indústria” e que, "como outras operadoras, está constantemente tentando melhoras o nível de serviço nessas áreas.". FONTE: UOL

Rainha da disco music, Donna Summer morre aos 63 anos vítima de câncer

Responsável por alguns dos maiores hits da disco music, Donna Summer morreu na manhã desta quinta-feira (17), aos 63 anos. A cantora sofria de câncer e estava vivendo na Flórida, nos Estados Unidos. "Na manhã de hoje perdemos Donna Summer Sudano, uma mulher com muitos dons, o maior deles sua fé", disse a família da cantora em comunicado divulgado à imprensa local.

"Enquanto choramos sua morte, celebramos em paz sua extraordinária vida e seu contínuo legado. As palavras realmente não podem expressar o quanto agradecemos por suas orações e seu amor por nossa família neste delicado momento", acrescentou a família em nota.

Segundo o site "TMZ", ela sofria de câncer de pulmão e acreditava ter desenvolvido a doença depois de inalar partículas tóxicas durante os ataques terroristas de 11 de setembro, em Nova York. Há poucas semanas, o TMZ foi informado que a saúde de Donna Summer não estava tão ruim, e que sua preocupação era finalizar o novo disco em que estava trabalhando.

Donna Summer esteve no Brasil em 2009 com a turnê do disco "Crayons", seu primeiro álbum de inéditas em 17 anos, cujo single "Stamp Your Feet" colocou a cantora novamente no topo da parada norte-americana. Nas músicas mais recentes, ela deixou de lado a disco music de 30 anos atrás e fez soarem mais próximas de cantoras atuais, como Rihanna, Beyoncé ou Pink.

Summer --cujo nome na identidade era LaDonna Adrian Gaines-- lançou seu primeiro single em 1971 sob o nome de Donna Gaines. A faixa era uma versão de "Sally Go 'Round the Roses", do grupo de mulheres The Jaynetts. No ano seguinte, ela se casou com o ator austríaco Helmuth Sommer, de quem adotou o sobrenome e alterou para "Summer". Com ele, a cantora teve sua primeira filha em 1973. O casal se separou tempos depois.

O primeiro disco, "Lady of the Night", veio em 1974. Boa parte do sucesso de Donna Summer nos anos 1970 foi dividido com o produtor italiano Giorgio Moroder. O trabalho da dupla ajudou a definir a era disco e serve até hoje de influência para nomes da música pop e eletrônica. Juntos, eles gravaram sucessos como "Last Dance", "Love to Love You Baby", "I Feel Love" e "Bad Girls". Outro clássico de Donna Summer é "Hot Stuff" (1979), que faz parte da trilha sonora da novela "Avenida Brasil", da TV Globo.

A carreira de Donna Summer foi coroada com cinco Grammy, incluindo os de melhor performance vocal feminina em rock e melhor gravação dance, e seis prêmios American Music Awards. Apelidada de "Rainha da Disco Music", a própria cantora chegou a zombar da nomeação em uma música de seu último álbum. "Foi um jeito de rir do fato dessa imagem de rainha ter prevalecido por tanto tempo", disse ela na época do lançamento sobre a música "The Queen is Back".

Em julho do ano passado, ela se reuniu em um estúdio de Los Angeles com seu sobrinho, o rapper e produtor O'Mega Red. Juntos, eles lançaram a música "Angel".

Além da música, Summer também se aventurou no cinema. Em 1978, ela atuou no filme "Thank God It's Friday" como uma cantora aspirante de disco. Na década de 1990, Summer ainda apareceu na série de TV "Family Matters".

Nos anos 80, Donna Summer se casou com o vocalista do grupo The Brooklyn Dreams, Bruce Sudano, com quem teve duas filhas. FONTE: UOL

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Brasil descobre universidade 'das Arábias'

A Arábia Saudita, principal produtor de petróleo do mundo, tem sido o destino de brasileiros interessados no ensino e nas vantagens oferecidas pela Kaust (Universidade Rei Abdullah de Ciência e Tecnologia).

Fundada em 2009 pelo rei Abdullah Bin Abdulaziz Al Saud, a universidade tem a meta ambiciosa de, até 2020, ser caracterizada por pesquisas comparáveis às das dez maiores universidades de tecnologia do mundo.

Segundo a instituição, 15 brasileiros já frequentaram os cursos de mestrado e doutorado. Rafael Coelho Lavrado, 25, foi da primeira turma do mestrado em engenharia elétrica, em 2009.

Um ano antes de partir, ele foi beneficiado com uma bolsa de US$ 1.200 por mês para cobrir custos com livros, notebook e viagens para aprimoramento da língua inglesa e conhecimento de outros países e culturas.

Ao chegar, "ganhou" um apartamento de três andares, assistência médica gratuita e viagens periódicas ao Brasil, além de uma nova ajuda de US$ 1.700 mensais.

"Vale a pena estudar no país, mesmo diante da diferença cultural em relação ao Brasil", disse ele.

O engenheiro de petróleo Guilherme Ribeiro, 26, também entrou em 2009 na universidade, para um mestrado em ciências da terra. Morando atualmente na Arábia Saudita, ele trabalha na maior petrolífera do mundo, a estatal Saudi Aramco.

Prédios de laboratórios da universidade saudita Kaust,
com mesquita à esquerda
"Terminei o mestrado e fui contratado, o que é um fato atípico, já que a empresa costuma empregar apenas profissionais com pelo menos dez anos de experiência", diz.

Única docente do Brasil na Kaust, a engenheira química Suzana Pereira Nunes afirma que o objetivo da instituição é gerar conhecimento novo para tentar resolver os problemas internos do país e também do mundo.

Entre eles estão a dependência do petróleo e a falta de água. Suzana, por exemplo, pesquisa formas eficientes de retirar o sal da água.

Entre os parceiros da Kaust estão universidades na lista das melhores do mundo, como a Universidade da Califórnia em Berkeley e a Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Com isso, os estudantes podem fazer intercâmbio nessas instituições.

US$ 20 BILHÕES - Para construir e equipar a universidade em Jeddah (às margens do Mar Vermelho), foram investidos ao menos US$ 20 bilhões, segundo os ex-alunos. As instalações do campus impressionam pela grandiosidade.

Anualmente, a universidade faz seleções em todo o mundo. Para cursos de mestrado, as inscrições ocorrem todos os anos em setembro.

De acordo com a universidade, as bolsas atualmente oferecidas aos estudantes variam de US$ 20 mil a R$ 30 mil por ano, dependendo do currículo de cada candidato. A bolsa inicial foi exclusiva para a primeira turma.

RAIO-X:
Kaust (Universidade Rei Abdullah de Ciência e Tecnologia)

FUNDAÇÃO
5 de setembro de 2009

LEMA
"Pela inspiração, descoberta"

ALUNOS
Cerca de 800 na pós-graduação (não há cursos de graduação). A língua oficial das aulas é o inglês

REITOR
Shih Choon Fong (nascido em Cingapura e ex-reitor da Universidade Nacional de Cingapura)

ÁREAS DE INTERESSE
Ciências da vida, engenharia, ciências computacionais e ciências físicas
FONTE: FOLHA.COM

ALERTA: Apesar de incertezas, dados sobre aquecimento estão cada vez mais fortes

Paulo Artaxo, físico da USP e membro do IPCC, o painel do clima da ONU, mostra o rascunho de um dos capítulos do próximo relatório do grupo, a ser lançado no ano que vem. O gráfico, uma estimativa da influência das nuvens e dos aerossóis (partículas em suspensão no ar) sobre o clima da Terra, pode parecer decepcionante para quem quer respostas prontas da ciência. Do último relatório do IPCC (de 2007) para cá, a incerteza sobre esse fator aumentou, em vez de cair. 

Paradoxalmente, diz ele, isso se deu porque a ciência do clima melhorou, incorporando cada vez mais a complexidade da natureza em seus modelos computacionais, usados para prever como será a Terra do futuro.

O resultado desses avanços não deve fazer os céticos sobre o aquecimento global cantarem vitória. Incertezas à parte, é muito difícil abalar a alta probabilidade de que, ao longo deste século, o planeta vai esquentar mais alguns graus Celsius (algo entre 2º C e 5º C).

"Eu não acredito que isso seja um cenário de fim de mundo, mas as consequências sociais e econômicas vão ser sérias", sentencia Artaxo.

Ele e outros pesquisadores de destaque da área, ouvidos pela Folha, são unânimes em dar de ombros diante do recente mea culpa do britânico James Lovelock.

GAIA E CIÊNCIA - Criador da célebre hipótese Gaia (que enxerga a Terra como um gigantesco ser vivo), ele causou barulho ao dizer, anos atrás, que o aquecimento global mataria bilhões de pessoas até 2100, confinando os poucos sobreviventes no Ártico.

No mês passado, ele se retratou, dizendo estranhar porque o planeta ainda não esquentou mais.

"Eu não sei se ele esperava um aquecimento maior, mas posso dizer que o aquecimento que de fato ocorreu [cerca de 1ºC] está perfeitamente de acordo com as previsões do IPCC", diz Artaxo.

"E note que em nenhum momento ele nega que o aquecimento esteja ocorrendo ou seja causado pela ação humana", completa Tercio Abrizzi, meteorologista do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP.

A temperatura global, neste começo de século 21, parece mais ou menos estacionada no nível mais quente alcançado no fim do século 20.

"É preciso lembrar, primeiro, que esses degraus são previstos nos modelos climáticos", diz Abrizzi. "E há excelentes trabalhos recentes mostrando que as camadas superficiais do oceano estão ficando mais quentes." É como se eles, temporariamente, funcionassem como um "amortecedor" do clima.

Outro possível amortecedor são os aerossóis, como as partículas de enxofre liberadas pela poluição industrial. Amargo paradoxo: tornar o ar das cidades mais respirável pode engatar a quinta marcha do aquecimento.

"Há inúmeros tipos de aerossóis e nuvens, que podem se comportar de um jeito no nível do mar, de outro a 1.000 m de altitude e de outro na estratosfera", diz Artaxo.

É por causa dessa complexidade que a incerteza dos modelos cresce. Mas, como a proverbial faca, ela corta dos dois lados: pode muito bem revelar um risco ainda maior da mudança climática. FONTE: FOLHA.COM

Alfândega americana barra novos smartphones da HTC

HTC One X
A comercialização de dois novos modelos de smartphones da taiwanesa HTC nos EUA sofrerá atraso devido a uma disputa de patentes com a Apple, um novo revés para a empresa que está tentando reverter o declínio das vendas no país que já foi seu maior mercado.

A notícia causou queda de 5% em suas ações.

A Apple conquistou uma pequena vitória em dezembro, em processo de patentes contra a HTC sobre tecnologia de celulares inteligentes, uma das muitas disputas em curso nesse ferozmente competitivo mercado.

A HTC anunciou em comunicado na quarta-feira (16) que "a disponibilidade do HTC One X e do HTC EVO 4G LTE nos EUA foi postergada devido a uma revisão regular dos carregamentos pela alfândega, exigida por uma ordem de exclusão da ITC (Comissão de Comércio Internacional da OMC --Organização Mundial do Comércio)."

Por conta dessa ordem, os celulares da HTC com tecnologia sob disputa estão proibidos de entrar nos EUA desde 19 de abril. A HTC informa que seus novos modelos não utilizam mais a tecnologia em litígio, mas os produtos, ainda assim, passarão por inspeção.

Lotes do modelo One X chegaram aos EUA antes da data do embargo, o que permitiu que o modelo fosse lançado na data prevista. Outros carregamentos, contudo, foram retidos, disse um representante da HTC em Taipé.

A operadora americana AT&T, que está vendendo o modelo One X em suas lojas desde 6 de maio, informa em seu site que o estoque do celular está esgotado.

O lançamento do EVO 4G LTE pela Sprint, que deveria acontecer na sexta-feira, será adiado. A Sprint aceita pré-encomendas para o modelo em seu site.

No comunicado, a HTC afirma que acredita ter cumprido a decisão, e que está trabalhando em estreito contato com a alfândega a fim de garantir a aprovação. AT&T e Sprint prefeririam não comentar.

"Anteriormente, a expectativa era de que a ordem de exclusão por violação de patente abarcasse apenas modelos antigos da HTC. Mas as recentes notícias sugerem o contrário, e que todos os modelos (novos e antigos) estão possivelmente em risco", afirmou o Goldman Sachs em nota a clientes vista pela Reuters. FONTE: REUTERS

Robin Gibb, do Bee Gees, não consegue falar

Após ter passado por uma traqueostomia, o cantor Robin Gibb, do Bee Gees, não consegue falar e está se comunicando por meio dos olhos. As informações são do jornal britânico "The Sun".

Segundo a publicação, Gibb, que tem um câncer de cólon, também terá de reaprender a andar. A quimioterapia foi adiada até que ele ganhe forças.

O músico de 62 anos foi internado em abril em uma clínica particular de Londres. Ele entrou em coma devido a uma pneumonia e recuperou a consciência depois de mais de uma semana.

Gibb permanece internado no hospital, ao lado de seus filhos Robin-John e Spencer e de sua mulher, Dwina. Um amigo disse ao "The Sun" que sua cabeça está ótima, mas que seu corpo está falhando. FONTE: FOLHA.COM

Assassino de John Lennon muda de prisão após 30 anos

Mark David Chapman, que matou John Lennon no dia 8 de dezembro de 1980, foi transferido de prisão na terça (15).

Chapman estava havia 30 anos na prisão de segurança máxima Attica, em Nova York, e foi transferido para a prisão Wende, no mesmo Estado americano.

A causa da mudança não foi divulgada. Segundo um porta-voz do órgão do governo responsável pelas prisões em Nova York, os presos podem ser transferidos periodicamente "por razões variadas".

"Se eles estiverem cumprindo uma sentença longa, como o senhor Chapman, há uma grande probabilidade de que isso [a mudança] ocorra, como aconteceu", disse o porta-voz.

Chapman, que atirou em Lennon em frente ao edifício Dakota, onde o cantor morava com Yoko Ono, cumpre sentença desde 1981.

LIBERDADE - Ele tentou por seis vezes obter liberdade condicional, mas teve seu pedido negado em todas as oportunidades. Chapman pode entrar com o pedido a cada dois anos desde 2000, quando completou a pena mínima de 20 anos. Caso não receba o benefício da liberdade condicional, Chapman ficará em prisão perpétua.

Em 2010, a justiça americana recusou pela última vez o pedido de liberdade, afirmando que o crime cometido por Chapman foi "premeditado, sem sentido e um ato egoísta com consequências trágicas". Na ocasião, Yoko Ono enviou uma carta à penitenciária pedindo para que ele não fosse libertado.

A próxima audiência para condicional está marcada para agosto deste ano. FONTE: FOLHA.COM

Ator de “Exterminador do Futuro 3” está desaparecido


Nick Stahl, que interpretou John Connor no filme “Exterminador do Futuro 3”, está desaparecido. 

Segundo o site “TMZ”, a polícia de Los Angeles confirmou que a mulher do ator registrou um boletim de desaparecimento na última segunda-feira (14), dizendo que viu o marido pela última vez no dia nove de maio.

Ainda de acordo com a publicação, Stahl estaria envolvido com drogas, e frequentando uma área perigosa no centro de Los Angeles.

Fontes não identificadas disseram que o uso de drogas pode ter algo a ver com seu desaparecimento. FONTE: GIRO FAMOSIDADES

Texas executou homem inocente em 1989, diz pesquisa

Carlos DeLuna, que teria sido executado injustamente em 1989
Era a imagem viva do assassino, tinha o mesmo primeiro nome que ele e estava perto do local do crime na hora fatídica, mas era inocente: Carlos DeLuna pagou um enorme preço e foi executado de forma equivocada no Texas em 1989, segundo uma pesquisa divulgada na terça-feira.

Inclusive "todos os parentes de ambos os Carlos os confundiram" e DeLuna foi condenado à pena de morte e executado sozinho com base em relatos de testemunhas, apesar de alguns sinais de que não era culpado, disse o professor de Direito James Liebman.

Liebman e cinco de seus estudantes da Faculdade de Direito de Columbia passaram quase cinco anos estudando minuciosamente os detalhes de um caso que o professor classifica de "emblemático" do fracasso do sistema legal.

DeLuna, de 27 anos, foi executado após "uma investigação muito incompleta. Não há dúvidas de que a investigação foi um fracasso", disse Liebman.

Os autores da pesquisa encontraram "muitos erros, provas e oportunidades perdidas que permitiram às autoridades processar Carlos DeLuna por homicídio, apesar da evidência não apenas de que não havia cometido o crime, mas que outro homem, Carlos Hernandez, o havia feito", afirma o relatório de 780 páginas.

PESQUISA - Intitulada "Los Tocayos Carlos: Anatomy of a Wrongful Execution", a pesquisa aborda os fatos em torno do assassinato em fevereiro de 1983 de Wanda Lopez, uma mãe solteira que foi esfaqueada no posto de gasolina onde trabalhava em uma tranquila esquina da cidade litorânea de Corpus Christi, no Texas.

"Tudo saiu errado no caso", disse Liebman.

Nesta noite, Lopez chamou duas vezes a polícia para pedir que a protegesse de um indivíduo com uma navalha.

"Poderiam tê-la salvado; disseram 'efetuamos a prisão imediatamente' para superar a vergonha", disse Liebman.

Quarenta minutos após o crime, Carlos DeLuna foi preso não muito longe do posto de gasolina.

Foi identificado por uma única testemunha que viu um homem hispânico sair correndo do posto de gasolina. Mas DeLuna tinha se barbeado há pouco tempo e vestia uma camisa branca -- diferentemente do assassino, que, segundo outra testemunha, tinha bigode e vestia uma camisa de flanela cinza.

TESTEMUNHAS - A prisão ocorreu apesar dos testemunhos contraditórios: o assassino havia sido visto fugindo em direção ao norte, enquanto DeLuna foi preso na direção leste.

"Eu não fiz isso, mas sei quem fez", disse DeLuna naquele momento, ao afirmar que tinha visto Carlos Hernandez entrar no posto de gasolina.

DeLuna disse que fugiu da polícia porque estava em liberdade condicional e estava bebendo.

Hernandez, conhecido por utilizar navalhas em seus ataques, foi preso depois por assassinar uma mulher com o mesmo instrumento. Mas no julgamento o promotor disse ao júri que Hernandez era apenas "fantasma" na imaginação de DeLuna.

Inclusive o defensor público de DeLuna disse que era provável que Carlos Hernandez nunca tivesse existido.

No entanto, em 1986 um jornal local publicou uma foto de Hernandez em um artigo sobre o caso de DeLuna, disse Liebman.

EXECUÇÃO - Após um julgamento precipitado, DeLuna foi executado por injeção letal em 1989.

Até o dia em que morreu na prisão por cirrose, Hernandez admitiu em várias ocasiões que tinha sido o assassino de Wanda Lopez, disse Liebman.

"Infelizmente, as falhas do sistema que injustamente condenou e executou DeLuna --testemunhos incorretos, péssima representação legal e falta de ética fiscal-- seguem hoje enviando à morte homens inocentes", indica o comunicado que acompanha o relatório. FONTE: FRANCE PRESSE

Terra leva um ano e meio para repor recursos consumidos anualmente, diz estudo

Os seres humanos consomem, a cada ano, um montante de recursos naturais 50% superior ao que a Terra pode produzir, de forma sustentável nesse mesmo período. Os dados são do relatório "Living Planet", da ONG WWF, divulgado nesta terça-feira (15).

Desde 1966, a demanda por esses recursos se duplicou, acentuando as diferenças entre habitantes de países ricos e pobres. Se cada morador da Terra consumisse como um americano, por exemplo, seriam necessários quatro planetas para responder a essa demanda.

Análises feitas por outra organização, a "Global Footprint Network", também mostram um cenário preocupante.

Os cálculos têm como objetivo dimensionar o quão sustentável nossa sociedade global é em termos de sua pegada ecológica - uma medida composta por fatores tais como a queima de combustíveis fósseis, o uso de áreas agrícolas para produção de alimentos, e o consumo de madeira e peixes capturados em ambiente selvagem.

No ranking elaborado pela organização, os Estados Unidos ficam entre os dez países como maior pegada ecológica. Entre os primeiros da lista aparecem ainda Dinamarca, Bélgica, Austrália e Irlanda. O Brasil ficou em 56º lugar em uma lista que mede a pegada ecológica dos países.

No ranking elaborado pela organização, o Golfo Pérsico emerge como a região com a pegada ecológica per capita mais alta do mundo, com Catar, Kuwait e Emirados Árabes Unidos como os países menos sustentáveis.

ÁREAS TROPICAIS - O estudo mostrou, ainda, que a exploração dos recursos naturais provocou uma redução de 30% da vida selvagem no planeta desde 1970. Entre as espécies tropicais a redução foi ainda maior, de 60%.

O documento combinou dados de mais de 9.000 populações de animais ao redor do mundo para chegar a esta conclusão. Seus principais autores, os pesquisadores do WWF, dizem que o progresso global quanto à proteção da natureza e o combate às mudanças climáticas ainda é "glacial".

O relatório usa dados sobre tendências populacionais de várias espécies ao redor do mundo compilados pela Sociedade Zoológica de Londres (ZSL, na sigla em inglês). Na edição mais completa de seu relatório até hoje, a ZSL examinou um número recorde de espécies (2.600), e populações destas espécies (9.104).

As espécies mais afetadas são aquelas encontradas em rios e lagos das regiões tropicais, que apresentam uma redução de 70% desde 1970. O diretor do Instituto de Zoologia da ZSL, Tim Blackburn, fez uma analogia entre as cifras ambientais e o mercado financeiro.

"Haveria pânico se o FTSE [índice da Bolsa de Londres] mostrasse um declínio como este. A natureza é mais importante do que o dinheiro. A humanidade pode viver sem dinheiro, mas nós não podemos viver sem a natureza e os serviços essenciais que ela nos traz", avaliou.

Uma das recomendações à Rio+20 diz respeito a este conceito, e aconselha os governos de todo o mundo a utilizarem indicadores econômicos que incluam uma valoração do "capital natural".

ESCASSEZ DE ÁGUA - Uma nova medida desenvolvida pelo WWF permite rastrear a escassez de água em 405 sistemas de rios ao redor do mundo com periodicidade mensal.

A análise revela que 2,7 bilhões de pessoas (quase metade da população mundial) já têm que lidar com falta d'água por ao menos um mês todos os anos.

O relatório destaca alguns exemplos de progresso quanto à sustentabilidade, tais como um programa no Paquistão que ajudou fazendeiros de algodão a reduzirem o uso de água, pesticidas e fertilizantes gerando uma colheita semelhante.

Os dados também mostram algumas áreas que precisam de atenção urgente, tais como uma taxa mundial de desperdício de alimentos de 30% causada por comportamento irresponsável nos países mais ricos e a falta de infraestrutura de armazenamento em nações em desenvolvimento.

David Nussbaum, presidente do WWF na Grã-Bretanha, compara os dados com o mercado financeiro ao dizer que não é tarde demais para alterar as tendências em curso, mas que "precisamos lidar com isto com a mesma urgência e determinação com as quais lidamos com a crise financeira sistêmica global". FONTE: BBC BRASIL

Brasil tem 33% das moradias com internet

O Brasil ocupa a 63ª posição no ranking de 154 países que mais têm domicílios com acesso à internet, segundo novo mapa da inclusão digital divulgado nesta quarta-feira pela FGV (Fundação Getúlio Vargas).

De acordo com o levantamento, 33% das moradias brasileiras contam com acesso à rede munidial. O país fica atrás do vizinho Uruguai (57ª) e do Chile (53ª), e à frente do México (89ª), África do Sul (108ª) e Índia (126ª).

Os quatro primeiros países com mais moradias com acesso à rede mundial são Suécia, Islândia, Dinamarca e Holanda. Lá, mais de 90% dos domicílios têm acesso à internet. A Suécia, melhor colocada, tem 97% das casas com internet.

Ainda não há comparativo do Brasil no ranking porque os dados foram coletados pela primeira vez no Censo 2010 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Segundo o responsável pelo levantamento, o pesquisador Marcelo Neri, o Brasil está em cima da média mundial de acesso à rede mundial. FONTE: FOLHA.COM

Cheia do rio Negro registra recorde histórico em Manaus (AM)

O nível do rio Negro alcançou a marca de 29,78 metros na manhã desta quarta-feira (16), batendo um novo recorde de cheia conforme medição realizada no Porto de Manaus. O monitoramento do rio é realizado desde 1902, portanto é a maior enchente em 110 anos.

É a primeira vez também que a marca histórica do rio Negro é registrada no mês de maio. O índice anterior, de 29,77 metros, foi medido no mês de julho de 2009-- agora segunda maior enchente. A terceira grande cheia aconteceu em junho de 1953 com 29,69 metros.

Na capital amazonense, a cheia do rio Negro afeta 29.015 pessoas com inundações nas casas, comércios e pontos turísticos.

A medição recorde do rio Negro foi realizada por volta da 7h de hoje pelo engenheiro do porto de Manaus, Valderino Pereira da Silva, 63. Ele é o responsável pela marcação há 23 anos.

Silva disse que, entre ontem e hoje o nível do rio subiu três centímetros, ultrapassando a marca de 2009. Com o novo recorde, diz o engenheiro, o rio Negro subiu 13,08 metros desde a última vazante, quando as águas baixaram até 16,76 metros, conforme registro em outubro de 2011.

O Serviço Geológico do Brasil, órgão federal que monitora dos rios brasileiros, não descarta que o nível do rio Negro possa subir ainda mais, conquistando novos recordes.

O motivo da elevação anormal das águas são as fortes chuvas que acontecem na região metropolitana de Manaus e, no extremo norte do Amazonas, onde se localizam as nascentes do Negro.

"A tendência é que o nível do rio Negro continue subindo até alcançar o pico da cheia máxima", afirmou o engenheiro hidrólogo Daniel Oliveira.

No último alerta emitido pelo Serviço Geológico do Brasil o recorde do nível do rio Negro já era aguardado pelos técnicos. No dia 02 de maio o alerta dava conta que o nível do rio Negro poderia atingir entre 29,40 metros e 30,13 metros, com intervalo de 29,77 metros.

"A ideia não é acertar um número. É dizer para Defesa Civil que a enchente é extremamente grande e vai continuar até o mês de junho, afetando grande parte da população de Manaus", afirmou Oliveira.

As inundações causadas pela cheia do rio Negro atingem 16 bairros de Manaus. No centro da cidade, treze ruas estão alagadas, sendo quatro interditadas pela prefeitura. A água atinge pontos turísticos e 140 pontos comerciais.

Na ruas, pedestres andam em passarelas improvisadas de madeira, substituindo as calçadas. A prefeitura, o governo do Amazonas e as Forças Armadas fazem ações de ajuda humanitária com entrega de alimentos, medicamentos e uma bolsa enchente. FONTE: FOLHA.COM

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Quatro municípios do Amazonas receberão hospitais flutuantes

Unidade flutuante de atendimento médico em Anamã/AM
Os municípios do interior do Amazonas prejudicados pela cheia e que têm suas unidades de saúde isoladas, receberão, nas próximas semanas, um modelo de unidade fluvial de atendimento médico do Governo do Estado.

O modelo, já em funcionamento no município de Anamã, deverá ser replicado em Caapiranga, Barreirinha, Anori e Careiro da Várzea. A medida visa atendimentos na área de saúde durante o período da cheia no Amazonas.

Hospital de Anamã reformado e embaixo da água
Recentemente reformado pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), o Hospital de Anamã está completamente alagado, assim como o restante da cidade. Cerca de 10 mil famílias foram prejudicadas pela cheia. Visando a solução do problema, a unidade fluvial de atendimento foi instalada logo em frente ao hospital.

“No (hospital flutuante) de Anamã, que é o modelo, temos vinte leitos, laboratório para realizar todos os exames, o serviço de telemedicina com eletrocardiografia mandando as imagens para Manaus, o ultrassom funcionando, a sala de parto e de internação”, afirmou o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim.

A situação se repete em outros municípios. Em Anori, um dos quatro municípios que receberá a unidade fluvial, o nível do rio subiu tanto que metade da cidade está alagada. A água já está na porta do hospital do município e o acesso à unidade só é possível por meio de pontes de madeira improvisadas, o que põe em risco o atendimento à população.

Quem também sofre com a cheia são os agricultores da região. Pequeno produtor no município, Valdir de Souza, relata que está vivendo somente de pesca. “Perdi toda a minha lavoura. Agora estou só pescando. É um grande sacrifício, mas a gente vai levando a vida”, relatou o agricultor. FONTE: G1

Dilma assina MP que reajusta salário de servidores federais

A presidente Dilma Rousseff assinou medida provisória, publicada nesta segunda-feira (14) no "Diário Oficial da União", que prevê a criação de gratificações, mudanças em planos de cargos e reajuste nos salários de servidores públicos. As medidas beneficiarão quase 1 milhão de funcionários, segundo o governo.

De acordo com o Ministério do Planejamento, a medida tem um impacto financeiro de R$ 1,5 bilhão nas contas públicas, montante já previsto no Orçamento de 2012 aprovado no Congresso e sancionado pela presidente Dilma - clique para ver a medida provisória. A MP não trata, por exemplo, de aumento pleiteado pelos servidores do Judiciário e para o qual o Executivo afirma não ter recursos disponíveis.

A MP 568/2012 autoriza alguns benefícios de imediato. No caso dos professores de instituições federais, os reajustes serão retroativos ao mês de março. No caso das gratificações, o benefício será concedido a partir de 1º de julho de 2012. A medida entra em vigor já nesta segunda, mas ainda precisa ser votada no Congresso no prazo de 90 dias. Uma comissão de parlamentares será criada para analisar o texto.

Além dos professores, também serão beneficiados com reajustes servidores da administração direta e médicos. Funcionários de cerca de 20 órgãos também ganharão gratificações.

Segundo o Planejamento, a medida visa "assegurar o pagamento de acordos finalizados com os servidores federais no ano passado". O ministério diz que a MP beneficia 937.675 servidores entre ativos, aposentados e pensionistas.

Ainda conforme o Ministério do Planejamento, a MP substitui um projeto de lei eviado pelo Executivo ao Congresso em agosto do ano passado que trata sobre a reestruturação de cargos e tabelas remuneratórias. Os professores, por exemplo, receberão reajuste reatroativo ao mês de março porque, segundo o ministério, era o mês definido para a concessão do aumento.

Gratificações e adicionaisEntre os órgaos para os quais foi criado o instrumento da gratificação estão o Instituto Nacional de Metrorologia (Inmet), a Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Comissão de Valores Imobiliários (CVM) e Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs).

Outros órgãos, como a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Fundação Instituto de Pesqisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) terão mudanças nos cargos ou nas aposentadorias e pensões.

Também há previsão de reajuste nos adicionais de insalubridade e periculosidade dos servidores federais. FONTE: G1