sábado, 7 de abril de 2012

Governo abre mais bolsas de estudo em universidades estrangeiras

O programa Ciência sem Fronteiras, que dá bolsas de estudo em universidades estrangeiras, iniciou sua segunda fase. São 5.810 vagas para graduação sanduíche na Austrália, Bélgica, Canadá, Coreia do Sul, Espanha, Holanda e Portugal. As inscrições estão abertas até o dia 30 de abril.

Na primeira etapa do programa, foram concedidas 14.676 bolsas para EUA, França, Itália e Reino Unido. Segundo o ministro Aloizio Mercadante (Educação), a maior dificuldade hoje para oferecer as bolsas é a proficiência na língua estrangeira, especialmente em inglês. O estudante selecionado para o programa precisa apresentar uma pontuação mínima no TOEFL (Test of English as a Foreing Language), prova internacional que certifica o nível de proficiência em inglês.

"O desafio [do programa] é a proficiência em inglês, requisito básico para os candidatos serem aceitos em quase todas as universidades do programa. Por isso estamos nos mobilizando para aumentar a oferta de disciplinas em inglês nas universidades", afirmou.

O ministro recomendou ainda que aqueles estudantes que têm a intenção de pleitear bolsas de estudo fora do país pelo programa devem se adiantem e estudar a língua do país desejado e assim ter uma facilidade maior no o processo de ingresso nas instituições internacionais. fonte: FOLHA.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou sugestão: