sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Avião de pequeno porte cai sobre público em corrida aérea nos EUA

Um avião de pequeno porte caiu sobre o público durante uma competição aérea na cidade de Reno, no estado norte-americano de Nevada, na Costa Oeste, deixando várias vítimas, segundo as autoridades.



O piloto morreu, e pelo menos 75 pessoas ficaram feridas no acidente, ocorrido às 16h30 locais desta sexta-feira (16).

Imagens da TV local KRNV-TV mostraram corpos e destroços, em um ambiente de caos.

Um vídeo postado no YouTube mostrou o momento do acidente e a reação do público.

Gravado aparentemente da arquibancada principal, ele mostra o público dizendo "Oh, meu Deus" após a queda da aeronave, que ergueu uma nuvem de fumaça e provocou um incêndio.

Jeff Martinez, homem do tempo da KRNV, estava no local. Ele disse que o avião virou para a direita e então caiu direto, de bico, em direção ao chão.

"A gente via pedaços e partes por todos os lados", disse Martinez. "Ninguém acreditou."

Piloto experiente - Mike Houghton, presidente da empresa responsável pela National Championship Air Races, disse que o piloto Jimmy Leeward (foto ao lado), natural de Ocala, no estado da Flórida, morreu no acidente.

Ele era o dono do avião, um um avião P-51 Mustang, do tempo da Segunda Guerra Mundial.

Leeward, segundo o empresário, era um piloto experiente, que serviu de dublê em filmes de ficção como "Amélia". Ele voava desde 1975.

Feridos - Stephanie Kruse, porta-voz do pronto-socorro regional, disse que há 75 pessoas feridas - 25 delas gravemente e outras 25, criticamente - ou seja, com possibilidade de morrer.

Quarenta pessoas foram levadas a hospitais locais em ambulâncias, e uma delas teve de ir de helicóptero, segundo a porta-voz.

Autoridades da FAA, agência federal de aviação dos EUA, já estavam no local para averiguar as causas do acidente.

Segurança questionada - O público foi orientado a deixar o local, e as corridas do fim de semana foram canceladas.

As corridas do gênero acontecem sempre em setembro e atraem grande atenção do público. A segurança dos voos já foi questionada, e quatro pilotos morreram entre 2007 e 2008.

Autoridades escolares chegaram a sugerir que a presença de crianças nas corridas fosse proibida.

A competição é como uma corrida de carros no céu, disputada em circuitos ovais. Os pilotos chegam a dar rasantes a 15 metros do solo e atingem velocidades de até 220 quilômetros por hora. FONTE: EFE/G1

Brasil tem a tarifa de celular mais cara do mundo

O Brasil tem a tarifa de celular mais cara do mundo, de acordo com um estudo divulgado nesta quinta-feira (15) pela UIT (União Internacional de Telecomunicações), órgão ligado à ONU (Organização das Nações Unidas). Os países que mais se aproximam do Brasil são Suíça, Japão e Espanha.


O estudo analisou o custo de 30 ligações e cem mensagens SMS da maior operadora de 165 países (no estudo anterior, as duas maiores empresas eram consideradas). Uma média é tirada dos custos das ligações de dias de semana em hora de maior e menor fluxo e no fim de semana. Promoções não são consideradas na análise.

O ranking indica que o Brasileiro paga em média US$ 57,10 (R$ 97,60) por esse pacote. Enquanto isso, os suíços pagam US$ 57, os japoneses desembolsam US$ 55,9, os espanhóis desembolsam US$ 53,2 e os moradores do principado de Mônaco, US$ 52,6.

O país está em uma posição bastante desfavorável na comparação com os outros países que compõem o chamado grupo dos Bric, formado por Brasil, Rússia, Índia e China, e que representa as principais nações emergentes do planeta.

Na China, esse pacote de telefonia custa US$ 6, ou seja, quase dez vezes menos que no Brasil. Na Índia, a comparação é ainda pior, já que lá a conta sai por US$ 3,4. Na Rússia o preço é de US$ 9,2.

A posição do Brasil é ruim também quando se leva em conta o quanto a conta do celular pesa no bolso do consumidor, apesar de o país ter registrado uma ligeira melhora nesse quesito. O celular representa, em média, 8,5% da renda do Brasileiro (em 2008 esse índice era de 9,2%). Com isso, o país ocupa apenas a 125ª posição em uma lista de 165 países.

A lista é liderada por Hong Kong, onde esse pacote de celular custa em média US$ 1,4 e a conta representa 0,1% da renda dos consumidores. Já no Malaui, na África, que ocupa a outra ponta da tabela, na 165ª colocação, a tarifa de celular custa apenas US$ 21,2, mas isso representa 91% da renda média dos habitantes do país.

Mas há casos de países subdesenvolvidos em que o celular não pesa tanto para o consumidor. A UIT dá o exemplo da Costa Rica, por exemplo, que ocupa a 18ª posição nessa lista (lá, essa tarifa representa 0,6% da renda dos consumidores). No país, o governo subsidia as tarifas para que os preços sejam baixos.

Outro exemplo é o Sri Lanka, que está na 38ª posição no ranking. Os preços das tarifas caíram 56,7% no país entre 2008 e 2010, uma das maiores reduções registradas pelo estudo. Isso acontece, de acordo com a UIT, porque o mercado lá é muito competitivo, com cinco operadoras disputando apenas 20 milhões de habitantes.

Explicação - Para João Bruder, analista de telecom da consultoria IDC, o alto preço praticado no Brasil pode ser explicado por três fatores:

1) A taxa de câmbio, que apesar de estar em alta atualmente passou por um bom tempo com o dólar na casa de R$ 1,60.

2) O alto preço das ligações entre operadoras diferentes, que força os usuários a optarem por promoções ou ligações da mesma rede. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse nesta quarta-feira (14) que quer baixar o custo de interconexão. O estudo não considerou promoções das operadoras.

3) O custo Brasil que as empresas de telefonia enfrentam. A alta carga tributária e a falta de infraestrutura do país são fatores que forçam as empresas a repassar o custo ao usuário.

Bruder afirma acreditar que, com a diminuição dos impostos, os usuários iriam usar mais o telefone, o que no final das contas até poderia aumentar a arrecadação. O especialista lembra quando o governo baixou os impostos dos computadores abaixo de R$ 4.000, cujo aumento nas vendas fizeram o governo terminar recebendo mais. FONTE: R7

Bancos comunitários emprestam a juro zero no Rio

Bancos que não visam ao lucro e tampouco cobram juros de suas operações. Os bancos comunitários ganham força no Rio com a inauguração de três agências nesta semana: uma no bairro do Preventório, em Niterói, outra em Saracuruna, em Duque de Caxias, e uma na Cidade de Deus, na zona oeste da capital.

Os bancos comunitários se diferenciam das instituições financeiras tradicionais por não visarem ao lucro nas operações, embora tenham estrutura e práticas semelhantes, precisando inclusive de registro no Banco Central para funcionar. O principal objetivo é fortalecer o comércio e a comunidade onde se localizam, por meio de empréstimos com juros baixos, quando se trata de dinheiro real, ou até a juro zero, quando a operação for feita nas moedas sociais, que só têm valor no bairro.

No Preventório, o dinheiro se chama Prevê, em Saracuruna, Saracura, e na Cidade de Deus, os pagamentos poderão ser feitos com o CDD. Nos dois primeiros casos, a implantação do projeto contou com técnicos da Universidade Federal Fluminense (UFF) e dinheiro aportado pela concessionária de energia Ampla, em um total de R$ 1 milhão.

O projeto da UFF foi desenvolvido pela Incubadora de Empreendimentos em Economia Solidária, coordenada pela socióloga Bárbara França.

- Nós adaptamos a experiência do Banco Palmas, que começou há 13 anos em Fortaleza. Os bancos comunitários são inovadores porque vão gerar trabalho e renda com o desenvolvimento local, sob o protagonismo dos próprios moradores. São eles que organizam a associação que vai gerir o banco, que produzirá empréstimos para serem consumidos exclusivamente nas comunidades.

A ideia é incentivar o pagamento no comércio local com a moeda social, por meio da concessão de desconto de 10% nas compras. Para investimentos produtivos, podem ser feitos empréstimos de até R$ 800 em dinheiro real, que deverão ser pagos em até seis meses, a juros de 2,5%. Se o objetivo for o consumo com o dinheiro social, o juro é zero, mas o prazo de devolução é um mês.

Segundo a socióloga, embora não haja restrição imediata, se o nome do tomador estiver no SPC (Sistema de Proteção ao Crédito), é feita uma avaliação com a vizinhança, que dará testemunho sobre a fama de bom pagador do cliente. Para combater a inadimplência, que costuma ficar entre 2% e 5%, é feito um trabalho de conscientização na comunidade.

Para a empresa Ampla, o dinheiro investido no projeto dará retorno por meio de formação de renda e desenvolvimento local e também com o impulso econômico do bairro, o que poderá se traduzir em maior consumo de energia. A responsável pelo setor de projetos sociais da empresa, Gislene Rodrigues, ressaltou que o principal ganho é o fortalecimento da organização comunitária.

- É um projeto piloto, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da população local, por meio da economia solidária. A geração de renda é uma demanda que vem muito forte. O banco comunitário potencializa isso, pois trabalha com crédito produtivo e crédito de consumo, o que aumenta o empreendedorismo na comunidade.

No Estado do Rio, a primeira experiência de banco comunitário foi no município de Silva Jardim, onde circula a moeda social Capivari. No Brasil, já são 63 bancos comunitários operando com microcrédito. Informações sobre as experiências na área podem ser acessadas no endereço www.bancocomunitario.com. FONTE: R7

Babá torturada por nora de Gaddafi chega a Malta para tratamento

A babá etíope que relatou à Folha ter sido torturada nas mãos de um familiar do ditador líbio, Muammar Gaddafi, chegou a Malta na quinta-feira para receber tratamento médico adicional às queimaduras que sofreu.

Shweyga Mullah, 30, foi desfigurada por água fervente jogada por uma das noras de Gaddafi. Ela foi encontrada por rebeldes depois de os patrões fugirem ao saber que Trípoli havia sido tomada.

A etíope, que se recuperava em um hospital de Trípoli, saiu da Líbia em um voo fretado pelo governo maltês e levada de ambulância até o hospital Mater Dei, em Malta, onde será avaliada por cirurgiões plásticos e especialistas em reconstrução de pele.

Segundo relatos da emissora de TV americana CNN, a mulher chorou quando o avião decolou do solo líbio para levá-la embora.

HISTÓRIA - Shweyga havia deixado a Etiópia há cerca de um ano para trabalhar como babá na casa de Hannibal Gaddafi e sua mulher, cuidando de dois filhos pequenos.

Ao se recusar a punir fisicamente uma das crianças, teve as mãos amarradas pela mulher de Hannibal, que despejou água fervente na cabeça e nas costas da babá. Trancada em um banheiro, a etíope foi resgatada por um guarda-costa da casa depois de dez dias e levada ao hospital.

Ela teve que retornar à casa dos Gaddafi, mesmo sofrendo com queimaduras graves infeccionadas. O casal fugiu quando os rebeldes começaram a entrar em Trípoli e, dois dias depois, um grupo de insurgentes a resgatou. FONTE: FOLHA.COM

Homem faz capacete de soldado de "Star Wars" com tênis


Sabia que seus tênis podem ter muitas utilidades? Eles podem até virar um capacete de stormtrooper, soldado que aparece na série de filmes "Star Wars".

O artista norte-americano que construiu o objeto usou um par de tênis da marca Adidas, em uma edição especial de "Star Wars".

Agora, o capacete está sendo leiloado no site Ebay. Ele já recebeu propostas de preço de US$ 710 (mais ou menos R$ 1.215).

A invenção faz parte do projeto Star Wars Remix. Nele, artistas usam vários objetos para construir obras que lembram personagens e ícones da saga. FONTE: FOLHA.COM

Homens e animais dissecados serão expostos na China

Visitante observa fetos reais conservados, expostos em museu chinês.
Esqueletos completos, órgãos internos e partes fatiadas do corpo de seres humanos e de animais fazem parte da mostra "Mysterious Life", na China.

O evento, que ocupa um museu localizado na província de Liaoning, é promovido pela Dalian Hoffen Bio-Technique. A companhia, fundada em 2004, produz, preserva e expõe as peças em eventos do gênero. 

Todas as peças demandaram de oito meses a um ano para ficarem prontas. Os corpos são legalmente coletados em universidades de medicina, afirma Sui Hongjin, o fundador da Dalian. 

A técnica é feita com a dissecação meticulosa dos corpos, que são preservados com uma substância plástica para que os visitantes tenham uma visão fidedigna da estrutura interna dos seres vivos. FONTE: REUTERS

Governo dá 45 dias para montadoras se adequarem a novo IPI

As empresas automotivas instaladas no Brasil terão 45 dias para provar que atendem às novas regras estipuladas pelo governo para não pagaram o IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) maior.


Ontem, o ministro Guido Mantega (Fazenda) havia dito que o prazo seria de dois meses.

O decreto 7.567 que regulamenta o aumento do IPI em 30 pontos percentuais para veículos importados ou que não atendam a novos requisitos de conteúdo nacional foi publicado nesta sexta-feira no Diário Oficial da União e começou a valer.

Durante o 45 dias, todas as montadoras estão habilitadas provisoriamente ao novo regime automotivo e o imposto continua nos níveis atuais, mesmo para as importadoras.

O decreto também determina que o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior será o responsável por fazer a habilitação definitiva dessas fábricas.

Caso seja constatado que elas não cumprem as exigências determinadas pelo governo elas terão de recolher posteriormente a diferença de IPI referente a esses 45 dias.

Entre as determinações exigidas pelo governo, está a utilização de 65% de componentes fabricadas no país, realização de investimentos em inovação, pesquisa de desenvolvimento tecnológico no país, correspondente a 0,5% da receita bruta total de vendas de bens e serviços.

As empresas também terão que atender pelo menos seis de 11 etapas de produção definidas pelo governo. Entre elas, fabricação de motores e montagem de chassis.

PARA O CONSUMIDOR - A mudança pode representar reajuste de 25% a 28% nos preços para o consumidor que comprar um carro que tenha menos de 65% de componentes fabricadas no país.
Serão afetados automóveis, caminhões, caminhonetes e veículos comerciais leves. Deve encarecer, principalmente, carros chineses, coreanos e de luxo.

O IPI sobe 30 pontos percentuais. Atualmente, o tributo varia de 7% a 25%, dependendo da potência e do tipo de combustível. Agora, ficará entre 37% e 55%. FONTE: FOLHA.COM

Derretimento do Ártico é o 2º maior da história, afirma centro de pesquisa

A cobertura de gelo que flutua no Oceano Ártico pode ainda não ter atingido seu menor índice em 2011, mas é o segundo mais baixo já registrado desde que satélites iniciaram a medição desta região, em 1979.

As informações são do Centro Nacional de Dados sobre Gelo e Neve (NSIDC, na sigla em inglês), ligado à Universidade do Colorado-Bolder, nos Estados Unidos, e foram divulgadas nesta quinta-feira (15).

A confirmação ocorre após cientistas apontarem a data de 8 de setembro como o dia em que a plataforma de gelo marinho atingiu seu recorde mínimo neste ano, 4,33 milhões de quilômetros quadrados. Apesar do índice ter ficado abaixo ao de 2007, quando a região ficou com 4,27 milhões de quilômetros quadrados de gelo, existe uma preocupação quanto à redução, que está abaixo da média entre 1979 e 2000.

Aquecimento global - A maioria dos cientistas acredita que o encolhimento do gelo do Ártico está ligado ao aquecimento global, causado pelo aumento das emissões de gases de efeito estufa produzidos pelo homem. “Se em um verão vemos a extensão do gelo diminuir em setembro, no ano seguinte essa situação pode ocorrer novamente”, disse Mark Serreze, diretor do NSIDC. “A cobertura do Ártico está tão fina em comparação com o derretimento de 30 anos atrás, que não se pode bater na placa”, complementa.

Serreze disse que em 2007, ano recorde do derretimento de gelo no polo Norte, houve condições meteorológicas que culminaram neste fenômeno. “É interessante que neste ano, não vimos tal padrão climático”, disse.

É possível que a quantidade de gelo nesta região diminua ainda mais em 2011, devido à mudança dos ventos no fim do verão. Essas informações só serão confirmadas em outubro, quando uma nova análise será emitida pelo centro de pesquisas, junto à comparação com o derretimento de anos anteriores.

Impacto ambiental x Interesse comercial - Períodos de insolação elevados durante o mês de julho já eram tidos pelos cientistas como prováveis causas para a redução do gelo no futuro. Há quem defenda que o gelo marítimo no Ártico possa desaparecer por completo daqui a 30 anos, com graves consequências para a Terra, apesar de abrir a oportunidade de exploração de petróleo na área desocupada pelo gelo.

A navegação foi possível pelas rotas Noroeste e Nordeste durante o ano de 2011 por conta da ausência de gelo - a última pode virar rota comercial já que permite a conexão entre os oceanos Pacífico e Atlântico. O degelo já havia deixado as passagens livres duas vezes desde 2008.

A temperatura no Ártico subiu duas vezes mais rápido que a média global nos últimos 50 anos. O ano de 2010 empatou com 2005 como o ano mais quente da história, desde que institutos começaram a fazer medições. Ainda que a agência norte-americana ainda reconheça o ano de 2005 como recordista, as Nações Unidas atestaram o empate. FONTE: GLOBO NATUREZA

"LINGUARUDA": Americana ostenta língua de 9,75 cm e bate recorde mundial

A língua de Chanel tem o dobro do tamanho médio.
Uma estudante da Califórnia, nos EUA, entrou para o Guinness, livro dos recordes, com a maior língua do mundo. A língua de Chanel Tapper, que aparece na edição 2012 do tradicional livro, mede impressionantes 9,75 centímetros.

A língua de Chanel tem o dobro do tamanho médio. Ela tem quase o mesmo comprimento de um iPhone. A estudante contou que descobriu que tinha uma língua enorme quando tinha oito anos, ao posar para fotos do Halloween mostrando o órgão. FONTE: G1

Em São Paulo, dalai-lama diz que avareza casou crise econômica

Em São Paulo para sua 4ª visita ao Brasil, o dalai-lama comentou sobre as causas da crise econômica
O dalai-lama Tenzin Gyatso afirmou nesta quinta-feira em São Paulo que a especulação e a avareza são causas da crise internacional e defendeu a ética profissional e os princípios morais.

O líder tibetano pronunciou estas palavras durante um seminário para empresários brasileiros intitulado "Nova Consciência nos Negócios: Valores para um mundo sustentável".

Tenzin Gyatso, o 14º dalai-lama, disse que é necessário desenvolver um método "efetivo para enfrentar a crise" e acrescentou que existem limites no consumo e nas possibilidades de crescimento de uma economia.

"É melhor termos na cabeça que existe um limite", disse o líder, ressaltando que o fosso entre pobres e ricos existe no mundo todo, "inclusive na China", apesar de ser um país comunista que defende a distribuição igualitária da riqueza.

O líder tibetano opinou que a população mundial precisa de "mais princípios" e que os diretores e os empresários constituem um "importante setor da sociedade" que goza de grande influência e, por isso, deveria dar bons exemplos.

Tenzin Gyatso, exilado em Dharamsala, no norte da Índia, disse que o país no qual reside pode ser tido como exemplo de respeito entre religiões e denunciou a falta de direitos civis na China, qualificando seus líderes como "comunistas capitalistas".

O líder tibetano destacou ainda que o século 21 será "o século do diálogo", censurou o uso da violência e pediu a resolução de conflitos por vias pacíficas e a reconciliação espiritual.

O dalai-lama recebeu em 1989 o Prêmio Nobel da Paz por suas tentativas por chegar a um acordo com a China sobre o futuro do Tibete.  FONTE: FOLHA.COM

Justiça americana acusa jovem que matou pais e deu uma festa

Um júri da Flórida, nos Estados Unidos, acusou de assassinato em primeiro grau um adolescente que teria matado seus pais a marteladas em julho, ocultado os corpos em um quarto e feito uma festa na casa da família, confirmou uma fonte policial.

O assassinato aconteceu em Port St. Lucy. Tyler Hadley, 17, utilizou o Facebook para organizar a festa, que teve 60 convidados. Ele foi detido na madrugada do domingo 17 de julho, horas após a festa.

De acordo com declarações de um dos amigos próximos de Hadley, Mike Mandell, ao canal local Channel 5, o adolescente teria tomado três pastilhas de ecstasy antes de cometer o assassinato e teria dito: "Me sinto mal, não comi, não dormi, estou mal".

O amigo do assassino foi quem chamou a polícia depois que Hadley lhe mostrou os corpos durante a festa.

A polícia local explicou, em entrevista coletiva em julho, que, após convocar a festa, o jovem teria matado seus pais e ocultado os corpos com lençóis e toalhas no dormitório principal, antes de receber os amigos.

Outros amigos do adolescente declararam a veículos da imprensa local que Hadley teve um comportamento normal durante a festa, parecia se divertir e declarou que seus pais, Mary Jo Hadley, 47, e Blake Hadley, 54, estavam de férias.

Blake Hadley trabalhava para uma empresa de eletricidade, e sua mulher era professora.

Apesar do aumento da acusação de assassinato em segundo grau para primeiro grau, Hadley não pode ser condenado a pena de morte por ser menor de idade, podendo apenas receber a pena de prisão perpétua sem direito a liberdade condicional.

O juiz encarregado do caso, Dwight Geiger, ordenou que Hadley permanecesse preso sem direito à fiança. FONTE: FOLHA.COM