sábado, 13 de agosto de 2011

CRUELDADE: Caminhão carregado de cães foi apreendido na Tailândia

As autoridades tailandesas resgataram mais de mil animais em condições degradantes que seriam contrabandeados para serem comidos no Vietnã. Fonte: AFP

Igreja e pastor são condenados a indenizar fiel chamada de adúltera

A Igreja Evangélica Assembléia de Deus/Ministério Bela Vista, no Ceará, e um pastor foram condenados a indenizar em R$ 100 mil uma fiel por chamá-la de adúltera durante um culto religioso. Para o juiz da 6ª Vara Cível de Fortaleza, Carlos Alberto Sá da Silveira, o testemunho de pessoas que presenciaram o fato e o acordo celebrado entre as partes no processo criminal são provas suficientes para a condenação.
De acordo com os autos, no templo central da Igreja, o pastor José Teixeira Rego Neto teria chamado a mulher de adúltera e afirmado também que ela havia mantido relacionamento sexual com o próprio filho. As declarações foram feitas diante da congregação. A mulher entrou com ação no Judiciário. Alegou que teve a vida exposta à execração pública, o que gerou prejuízos de ordem moral. O pastor negou a acusação. No entanto, o juiz considerou que a prova testemunhal produzida pelo pastor não teve o necessário alcance para contrariar a tese da vítima. "Examinando cuidadosamente a prova dos autos, convenci-me que assiste razão à autora. Destaco que o promovido declarou em depoimento que celebrou acordo com o Ministério Público para pôr termo à ação penal intentada pela autora em razão dos fatos narrados na exordial. Ora, as acusações assacadas pela autora contra o promovido são muito sérias. Se o processo criminal fosse adiante e não restassem comprovadas, seria a autora processada por crime de denunciação caluniosa." Para o juiz, a celebração de acordo nos autos do processo criminal implica reconhecimento de culpa. O juiz ressaltou, ainda, que os fatos foram confirmados por testemunhas. Além da indenização de R$ 100 mil, o pastor e a Igreja Evangélica Assembléia de Deus devem pagar as custas processuais e os honorários advocatícios. Fonte: TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO CEARÁ

Polícia de San Francisco bloqueia celulares para evitar protesto, diz TV

A polícia de San Francisco, nos Estados Unidos, teria bloqueado a rede de celulares de um ponto da cidade para tentar evitar um protesto em uma estação de metrô. De acordo com o canal de TV CBS, manifestantes teriam planejado se reunir na quinta-feira (11) para protestar a morte de um homem por um policial do metrô, mas o encontro não aconteceu porque as antenas de celular foram desligadas na estação, impedindo a comunicação.

O tenente da polícia Andy Alkire confirmou ao canal de TV que as antenas de celular foram desligadas dentro da estação do Bay Area Rapid Transit (BART). "É uma tática incomum, mas é uma excelente ferramenta para utilizar neste caso já que esperávamos muitos manifestantes no local", disse.

De acordo com o site Gawker, o desligamento das antenas de celular dentro da estação causaram uma série de reclamações por meio do Twitter. Alguns relatam que a ação é ilegal, pois apenas órgãos de segurança federais podem bloquear as comunicações. Fonte: G1

Pentágono perde controle do avião mais rápido do mundo

Depois do lançamento experimental do Falcon HTV-2, o avião mais rápido já construído, o Pentágono - Departamento de Defesa dos Estados Unidos - perdeu o controle da aeronave na fase de voo que, segundo os dados iniciais, afundou no Oceano Pacífico.
O Falcon HTV-2, lançado ao espaço impulsionado por um foguete da base aérea de Vanderberg (Califórnia) conseguiu colher mais de nove minutos de dados até que uma anomalia provocou a perda de sinal, informou nesta quinta-feira (11) a Agência de Pesquisa de Projetos Avançados de Defesa dos EUA (Darpa). Segundo um comunicado da agência, dados preliminares indicam que o avião caiu no Oceano Pacífico em algum ponto de seu percurso planejado. A Darpa retransmitiu nesta quinta-feira pelo microblog Twitter o segundo e último teste do Falcon HTV-2, que pode chegar a velocidades 20 vezes maiores à do som. Previa-se que, após alcançar sua máxima velocidade, a aeronave retornaria para cair no oceano. A aeronave foi submetida a outro teste em abril do ano passado, mas a missão teve de ser abortada nove minutos depois da decolagem, ao se detectar uma anomalia técnica durante o lançamento. Após esta tentativa frustrada, os engenheiros modificaram o desenho e os padrões de voo do HTV-2. A missão, no entanto, voltou a fracassar nesta quinta-feira e o Pentágono segue sem saber "como conseguir o controle desejado durante a fase aerodinâmica do voo". "É desconcertante. Mas acreditamos que haja uma solução, temos de encontrá-la", reconheceu o Departamento de Defesa americano. Para isso, a Darpa reuniu um grupo de especialistas que analisarão durante as próximas semanas os dados recolhidos nesta quinta-feira pelo Falcon HTV-2. O Falcon HTV-2 também foi testado em simulações informáticas e túneis de vento, mas só os testes reais podem garantir que ele suporte as altas velocidades e temperaturas para as quais está preparado. O avião foi elaborado em 2003, como resultado de um projeto do Pentágono para criar uma aeronave que pudesse chegar a qualquer parte do mundo em menos de uma hora e suportar temperaturas de quase 2 mil graus centígrados. Os dois testes do Falcon HTV-2 tiveram custo total de US$ 308 milhões, segundo dados da própria Darpa. Fonte: EFE

Pelo menos 87 juízes estão ameaçados de morte no país

Pelo menos 87 juízes sofrem ameaça de morte no país, segundo um balanço parcial divulgado nesta sexta-feira (12) pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça), órgão de controle do Judiciário.
O Paraná e o Maranhão aparecem como os dois Estados mais perigosos para os juízes. O levantamento foi feito com base em informações enviadas pelos próprios TJs (Tribunais de Justiça) de cada Estado. No Rio de Janeiro, onde foi assassinada na noite da quinta-feira (11) a juíza Patrícia Acioli, apenas 13 juízes estão sob escolta. Ela havia dispensado a proteção por ter se casado com um policial militar. No entanto, o número de juízes que sofrem ameaças deve ser maior, já que os Tribunais de São Paulo e Minas não repassaram seus levantamentos para o CNJ. A corregedora do CNJ, Eliana Calmon, admitiu que a segurança dos magistrados seja falha, mas negou que o órgão tenha falhado no caso da juíza morta no Rio. Calmon mostrou ofícios enviados há três meses aos TJs pedindo informações sobre as ameaças, mas não recebeu dados de todos os Estados. - A segurança é feita pelos Tribunais de Justiça. O CNJ pode agir subsidiariamente. Calmon disse que o órgão ainda precisa de um estudo para montar um plano de proteção organizado para os juízes. Fonte: R7

Estátua da Liberdade será fechada para reformas

A Estátua da Liberdade, o cartão postal de Nova York (EUA) e também um dos pontos turísticos mais procurados do país, será fechado para melhorias no sistema de segurança.
A obra foi anunciada pelo secretário do Interior dos Estados Unidos, Ken Salazar no jornal americano, The New York Times. A reforma deve durar um ano e vai custar cerca de R$ 27,5 milhões. A data de encerramento das atividades turísticas ainda não foi determinada, pois o financiamento da obra ainda não foi concluída, mas estima-se que ela funcione normalmente até o dia 28 de outubro, dia que o monumento completa 125 anos de inauguração. A Estátua da Liberdade ficou fechada para reforma durante três anos logo após os atentados de 11 de setembro. Fonte: R7

Duquesa doa fortuna para se casar com funcionário público

Ela é uma das mulheres mais ricas da Espanha, proprietária de uma dúzia de castelos cujas paredes são enfeitadas com obras de Goya, Velázquez e Ticiano, e é parente distante do rei James 2º, Winston Churchill e Diana, a princesa de Gales. Agora, porém, a 18ª duquesa de Alba está doando sua imensa fortuna pessoal para ficar livre para se casar com um funcionário público comum.
De acordo com o Livro Guinness de Recordes Mundiais, Maria del Rosario Cayetana Alfonsa Victoria Eugenia Francisca Fitz-James Stuart y de Silva, nascida no palácio de Lira, em Madri, possui mais títulos que qualquer outro nobre do planeta, sendo duquesa sete vezes, condessa 22 vezes e marquesa, 24 vezes. Como chefe da Casa de Alba, que existe há 539 anos, seus privilégios incluem o de não precisar ajoelhar-se diante do papa e o direito de entrar na catedral de Sevilha a cavalo. Fonte: GUARDIAN

Secretário do Ministério do Turismo e mais três deixam prisão no AP

Ao menos quatro dos 16 presos na Operação Voucher que tiveram o habeas corpus concedido nesta sexta-feira pelo TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) já deixaram a prisão em Macapá (AP).
Entre os presos que tiveram o pedido de soltura aceita está o secretário-executivo do Ministério do Turismo, Frederico da Costa, número dois na hierarquia da pasta. A decisão foi condicionada ao pagamento de 200 salários mínimos, o equivalente a R$ 109 mil. Deixaram a prisão na noite desta sexta-feira Colbert Martins, secretário no Ministério do Turismo, o empresário Dalmo Queiroz, o diretor-jurídico da ONG Ibrasi, Jorge Fukuda e a servidora do ministério Glaucia Matos. Nenhum deles quis falar com a imprensa na saída. Além dos quatro que já deixaram a prisão, também tiveram a liberdade concedida Frederico da Costa, Luiz Gustavo Machado, Maria Helena Necchi, Luciano Costa, José Carlos da Silva Jr., Katiana Pupo, Sandro Saad e Leonardo Gomes. Segundo a decisão, Moyses, Silva Jr., Gomes e Fukuda deveriam pagar uma fiança de R$ 109 mil e Machado e Saad, R$ 160 mil. Outras que tiveram o pedido de soltura aceita foram as servidoras Kérrima Carvalho, Freda Azevedo e Kátia da Silva, que deverão se afastar do cargo. Na última quarta-feira, a Polícia Federal já havia liberado 18 dos presos na operação, após prestarem depoimento. Todos os presos liberados haviam sido alvo de prisão temporária. OPERAÇÃO VOUCHER - Deflagrada na terça-feira (8), a Operação Voucher, da Polícia Federal, prendeu um total de 36 pessoas, em São Paulo, Brasília, Curitiba e Macapá. Ao todo 38 mandados de prisão foram expedidos na ação que envolveu 200 policiais. Duas pessoas seguem foragidas. As investigações começaram em abril e apontaram possíveis irregularidades em um convênio de R$ 4,45 milhões firmado entre o Ministério do Turismo e o Ibrasi (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento de Infraestrutura Sustentável). Fonte: FOLHA.COM

Paleontólogos desvendam criatura associada ao Monstro do Lago Ness

Fama de monstro, coração de mãe. Em síntese, esse é o retrato que uma dupla de paleontólogos traçou ao analisar um fóssil único: o de uma fêmea de plesiossauro grávida, com 80 milhões de anos.
A reputação dos plesiossauros anda manchada desde que esses répteis marinhos da Era dos Dinossauros foram associados ao célebre Monstro do Lago Ness, na Escócia. Faz quase um século que quem acredita na existência do bicho aposta que se trata de uma espécie sobrevivente de plesiossauro.
Ninguém nunca provou que Nessie (como o monstro é conhecido) existe mesmo, mas o fóssil estudado pelo argentino Luis Chiappe, do Museu de História Natural de Los Angeles, e Frank O'Keefe, da Universidade Marshall (EUA), mostra que o bicho estava mais para uma baleia do que para um lagarto quando o assunto era ter bebês.
Até hoje, ninguém tinha muita certeza sobre o método reprodutivo adotado pelos plesiossauros. É verdade que os mares da época em que ele viveu estavam cheios de répteis que não botavam ovos e davam à luz seus filhotes dentro d'água, mas faltavam dados diretos sobre os bichos no registro fóssil.
DO BAÚ - Chiappe e O'Keefe mudaram isso ao resgatar da gaveta um esqueleto descoberto em 1987, no Estado americano do Kansas, mas nunca estudado. O exemplar de Polycotylus latippinus, que teria medido cinco metros quando vivo, estava misturado a uma estranha maçaroca de ossos menores e mais delicados.
Ocorre que esses ossos estavam posicionados "por dentro" do esqueleto principal. Embora a anatomia deles deixe claro que se trata da mesma espécie do bicho maior, o fóssil mais modesto está cheio de cartilagens e possui proporções do corpo que são típicas de um feto.
De quebra, não há sinais de que tenha sido devorado pelo grandalhão, o que faz com que a hipótese de gravidez seja a mais provável. Mais importante ainda, o bebê é grandalhão.
Ele e a mãe morreram antes do fim da gestação, mas os paleontólogos calculam que ele teria alcançado entre 35% e 50% do comprimento da genitora se tivesse nascido.
Essa proporção é fora de série mesmo entre os répteis aquáticos da Era dos Dinos. Mas bate com o que se vê entre bichos como orcas e outros mamíferos aquáticos de grande porte, por exemplo.
Dar à luz bebês grandalhões costuma ser uma estratégia evolutiva típica de espécies que investem muita energia nos filhos, cuidam muito deles mesmo depois do nascimento e formam grupos sociais grandes e estáveis.
Por isso mesmo, o estudo, que está na revista especializada "Science", aposta que o estilo de vida dos plesiossauros (ao menos no caso da espécie estudada) era surpreendentemente parecido com o de baleias, golfinhos "e outros mamíferos marinhos altamente sociais". Fonte: FOLHA.COM

Lideranças indígenas do Brasil e países vizinhos realizam grande encontro em Manaus

Lideranças indígenas do Brasil, Bolívia, Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana, Guiana Francesa e Suriname, se reúnem em Manaus entre os próximos dias 15 e 18 no evento batizado de “Grande Encontro dos Povos – Saberes, Povos e Vida Plena em Harmonia com a Floresta”.
O evento terá uma ampla programação e acontecerá no Hotel Taj Mahal, no centro de Manaus. Um dos participantes é o cacique kayapó Raoni Txucurramãe (foto), uma das principais lideranças contrárias à construção da hidrelétrica de Belo Monte, no Xingu.
Temas atuais como mudanças climáticas, REDD, o mercado de carbono, repartição de benefícios sobre recursos genéticos e saberes tradicionais estão nos centros do debate.
O objetivo é unir as organizações dos povos indígenas e dialogar junto a movimentos ambientalistas mundiais e instituições sociais e internacional, para construir - respeitando a diversidade e saberes tradicionais-, uma alternativa a sobrevivência da Floresta e de todas as formas de vida do planeta.
Protesto
O evento é organizado pela Coordenação das Organizações Indígenas da Bacia Amazônica (Coica) em parceria com a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab).
Esse Grande Encontro irá tomar decisões estratégicas sobre temas relacionados à Amazônia e para toda a humanidade, debatendo propostas das lideranças indígenas e representantes do sistema das Nações Unidas, europeus e sul-americanos, os bancos multilaterais, ambientalistas e movimentos sociais, nas escolhas de ações específicas sobre os processos globais.
Pensando juntos, do local ao global, as organizações também reafirmarão a luta pelo reconhecimento dos direitos coletivos de defesa e sobrevivência da vida povos indígenas da Amazônia e defesa legal de seus territórios, assim como o respeito ao meio ambiente e do ecossistema amazônico.
Durante o evento, está marcado um protesto no Largo Mestre Chico, no Centro de Manaus, contra a construção de projetos de construção de hidrelétricas na Amazônia.
No Largo Mestre será instalado um palco para que a população de Manaus possa se unir a essa grande festa de alegria e protesto, pela defesa da Amazônia e dos povos da floresta. Fonte: PORTAL A CRÍTICA

Desempregado, Mineiro segue vida na Alemanha e descarta retorno ao país

O volante Mineiro há tempos sumiu do noticiário. Desempregado desde o primeiro semestre do ano passado, quando deixou o Schalke 04, ele faz o possível para continuar esquecido: evita entrevistas, não expõe sua vida particular e vive longe dos holofotes. Morando na Europa há quatro anos, Mineiro descartou retornar ao futebol brasileiro, segundo informou o empresário do atleta, Paulo Hansen.
Mineiro fez sua última aparição em público no amistoso festivo do amigo Bordon (ex-São Paulo), ocorrido em 9 de julho, na Alemanha, na despedida do zagueiro do Schalke 04.
O UOL Esporte tentou conversar com Mineiro, ligando para a residência do atleta na Alemanha e enviando e-mails. Mas o jogador não respondeu às chamadas.
De acordo com o empresário do volante, Mineiro não pretende retornar ao futebol brasileiro mesmo estando desempregado.
Sobra oportunidade de emprego para Mineiro. Campeão mundial com o São Paulo em 2005, Mineiro teve propostas para voltar a atuar no país.
No fim do primeiro semestre, o Figueirense colocou Mineiro na lista de possíveis reforços, mas não houve acordo. O meio-campista recebeu proposta para atuar no Santos em 2010, time então dirigido por Dorival Junior. Mineiro rechaçou a ideia de defender o time alvinegro na ocasião.
“O Mineiro tinha ofertas para voltar, mas ele não quis, quer permanecer na Alemanha. No ano passado o Santos procurou o Mineiro, mas ele não quis. O Dorival chegou a ficar chateado com a recusa do Mineiro porque esperava contar com ele”, disse Paulo Hansen.
Mineiro iniciou carreira no futebol europeu em 2007, quando se transferiu para o Hertha Berlim. Contratado pelo Chelsea em 2009 para suprir a ausência do então lesionado Essien, Mineiro fez apenas um jogo no time principal. Relacionado para o time B do clube inglês, Mineiro também pouco produziu.
No Schalke 04, o ex-meio campista do São Paulo não teve muita oportunidade, deixando o time em 2010, após atuar em apenas 7 partidas. Fonte: UOL ESPORTE

Embaixadora de Londres-2012 é denunciada pelos pais e presa por vandalismo

Embaixadora dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, a jovem Chelsea Ives, de 18 anos, foi acusada de participar de atos de vandalismo na série de distúrbios ocorridos na capital inglesa e acabou reconhecida pelos próprios pais em imagem na qual depredou um carro de polícia.
Os pais da garota estavam assistindo às imagens dos ataques em Londres quando se depararam com a filha depredando um carro de polícia. Quando ela chegou em casa, a mãe Adrienne e o pai Roger a denunciaram aos policiais.
“Eu não me arrependo e faria novamente. Eu amo minha filha, mas ela foi criada para saber o que é certo e o que é errado”, afirmou Adrienne, mãe da jovem ao jornal inglês The Sun.
Chelsea Ives faz parte de um grupo selecionado de jovens em Londres que foram escolhidos como embaixadores dos Jogos Olímpicos de 2012. O grupo foi criado para representar o orgulho da capital inglesa e para receber oficialmente aos visitantes.
“Nós estávamos assistindo ao tumulto. Foi revoltante. Foi quando nós a vimos. Diria que ficamos chocados”, explicou a mãe da jovem.
Os ataques têm ocorrido em Londres desde o último fim de semana e já causaram as prisões de mais de 1.051 pessoas, a maior parte com menos de 18 anos, segundo a polícia inglesa.
“Não apenas por nós sabermos que era a nossa filha. Ela está estudando em nível A, é uma boa esportista e grande cantora – uma bela, criativa e talentosa criança. Nós a amamos. Mas olhe o que ela fez. Esses distúrbios têm custado às pessoas os seus empregos e até vidas. Estamos entrando no inferno”, lamentou a mãe de Chelsea.
A garota foi levada em custódia pela polícia e teve de passar a noite no magistrado de Westminster. Ela negou ter participado dos atos de violência, roubos nas lojas Phones 4U e Vodafone e também dos danos causados em um carro de polícia.
“Houve muito choro. Ela não tentou evitar que telefonássemos para a polícia, ela sabia que não tinha jeito. Foi devastador quando ela estava sendo levada. Eu não quero que minha filha vá para a prisão. Mas faríamos isso novamente”, afirma o pai Roger. Fonte: UOL ESPORTES