sábado, 10 de dezembro de 2011

Orquestra Sinfonica Brasileira se apresenta no Complexo do Alemão

O Complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, recebeu neste sábado a Orquestra Sinfônica Brasileira. O objetivo foi celebrar a paz na comunidade, que foi pacificada há um ano.

No local, conhecido como Campo do Sargento, 3.000 pessoas eram esperadas, mas a maioria dos lugares ficou vazia. Quem prestigiou o evento, teve a oportunidade de ver a orquestra, comandada pelo maestro Roberto Minczuk, interepretar músicos como Bach e Bethoveen.

O governador do Estado, Sérgio Cabral, disse que a ocasião era um marco para o Complexo do Alemão.

Integrantes da Orquestra Sinfônica Brasileira, 
sob a batuta do maestro Roberto Minczuk
"É uma conquista fantástica de um novo momento que o Rio de Janeiro vive. Os moradores da comunidade podem respirar a liberdade e o respeito. É um momento de paz, alegria e consagração da sociedade. Muita coisa mudou em um ano, a comunidade está em paz agora. Estamos em busca do tempo perdido no Rio de Janeiro", afirmou.

Essa foi a 39° edição do projeto Aquarius, que pela primeira vez se apresentou em uma comunidade pacificada.

O evento teve a apresentação de Fernanda Lima e participação especial dos atores Eriberto Leão e Camila Morgado.

O Grupo Cultura AfroReggae e o Coro de Crianças da OSB, formado por 50 artistas de 8 a 15 anos, também se apresentaram.

Dois telões de LED nas laterais do palco transmitiam o concerto para quem estivesse de fora do local pudesse assistir. FONTE: FOLHA.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou sugestão: