quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Regra antipirataria branda irrita a Fifa

A Fifa vê a falta de proteção a patrocinadores e produtos oficiais do Mundial-2014 como o principal problema da Lei Geral da Copa-2014.

Pela lei, foi determinado que quem comercializar produtos não-oficiais relacionados à Copa pode sofrer penas de um a três meses, ou multa. A Fifa queria prazo maior.

Outra questão é o valor das multas, que pode ser de até R$ 27,25 mil por dia para marketing de emboscada (em que empresas se aproveitam do Mundial) ou pirataria (em que se utilizam das marcas em produtos). Há a possibilidade de o processo estabelecer uma multa dependendo das perdas da Fifa em cada caso.

Fonte ligada à Fifa considera o valor irrisório perto do ganho que se poderia obter com o uso da imagem do Mundial de forma irregular. FONTE: FOLHA ONLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou sugestão: