quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Professora é presa por não pagar pensão às filhas na Bahia

A professora Elenísia Borges da Silva (foto), 41 anos, está presa na delegacia de Ubaitaba, cidade localizada a 370 km de Salvador, sob a acusação de não pagar ao ex-marido a pensão alimentícia das duas filhas. Elenísia foi detida ontem ao retornar para casa depois de sair do trabalho. O pedido de prisão foi assinado pela juíza da Vara Crime Andreia Gomes Fernandes Beraldi, a pedido do ex-marido.

Segundo a polícia, a professora perdeu, há sete anos, a guarda das filhas, que têm respectivamente 16 e 18 anos. As jovens já trabalham e uma delas não morava mais com o pai, Ademilson Tibúcio dos Santos, 40 anos, que trabalha como vendedor de acarajé. Ele alega que o montante devido pela ex-mulher já alcança a cifra de R$ 21 mil. A pensão estipulada pela Justiça é de R$ 4 mil.

Ainda de acordo com a polícia, o casal está separado há dez anos. Ademilson alega que a ex-mulher é professora concursada e tem condições de arcar com as despesas das filhas e garante já ter planos para o dinheiro que espera receber: custear os estudos da menina mais nova, de 16 anos.

Familiares do casal considerarem a medida extrema, mas Santos afirma que está decidido a seguir com a cobrança e não pretende retirar a queixa, que considera justa.

Apanhada de surpresa, Elenísia estaria em estado de choque, sem se alimentar desde que foi detida. Hoje ela foi levada pelos policiais a um hospital, onde foi medicada e retornou para a delegacia local. Fonte: PORTAL D24AM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou sugestão: