quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Empate pode fazer seleção reviver trauma dos pênaltis

O técnico Mano Menezes pode reviver hoje o pesadelo de uma disputa por pênaltis. É o que prevê o regulamento do "Superclássico das Américas" em caso de novo empate entre Brasil e Argentina.

Na primeira partida do confronto, há duas semanas, em Córdoba, as seleções ficaram em um empate sem gols.

Neste ano, a equipe brasileira protagonizou o maior vexame de sua história numa disputa de penalidades. Nas quartas de final da Copa América, errou suas quatro cobranças ante o Paraguai e perdeu a série por 2 a 0.

Desde então, o Brasil teve um pênalti a seu favor no amistoso contra a Alemanha, em agosto. Robinho, que não havia batido na Copa América, converteu a cobrança.

Dos quatro que falharam no estádio Ciudad de La Plata, só o atacante Fred está em Belém. André Santos e Thiago Silva jogam na Europa e, portanto, não poderiam ser chamados. Elano deixou de ser convocado após o fiasco.

O goleiro titular hoje será Jefferson, que se notabilizou no Botafogo por defender pênaltis. "Precisa ter frieza nesses momentos", afirmou o camisa 1. "Mas a responsabilidade é dos atacantes." FONTE: FOLHA ONLINE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário ou sugestão: